Combinação entre ar quente e úmido e fortes ventos pode gerar temporais no Sudeste e em parte do Centro-Oeste; regiões de São Paulo podem sofrer com alagamentos e quedas de árvores

Uma combinação de instabilidades na atmosfera associadas ao ar quente e úmido com a circulação de ventos devem provocar temporais em São Paulo, Minas Gerais e no Rio de Janeiro, além de fortes chuvas no Mato Grosso do Sul e em Goiás. 

A passagem de uma frente fria na Região Sul, especialmente na costa, aumenta os riscos de chuva no Paraná. 

A segunda-feira, 12, também deverá ser de sol, tempo abafado e chuvas fortes em Santa Catarina e partes do Rio Grande do Sul. 

Em São Paulo, Mato Grosso do Sul, Minas e Rio, as temperaturas devem subir durante o dia até que a chuva forte chegue durante a tarde. 

Nos temporais, as rajadas de vento no centro-sul podem variar entre 40 e 70 km/h. Nas demais áreas, sol e calor deverão predominar, com chuvas fortes em áreas do Nordeste, Centro-Oeste e Norte. 

Nesta segunda, São Paulo deve ter máxima de até 31ºC e entra em estado de alerta para risco de temporais. 

Na terça, uma frente fria que passará pela região deverá reforçar a instabilidade do Estado e fazer a chuva ser mais frequente, acumulando grandes volumes. Ainda existe o risco de alagamentos, quedas de árvores e deslizamentos de terra.

Informações Jovem Pan 
Postagem Anterior Próxima Postagem


Compartilhe nas redes sociais: Apoie ou retribua.

Todos os nossos artigos são exclusivos. A reprodução total ou parcial é proibida.

Apoie ou retribua.