Reprodução: Crédito Fonte Informação

O empresário Elon Musk, novo proprietário do Twitter, foi questionado por brasileiros sobre as suspensões de perfis que vem acontecendo na plataforma. Inesperadamente, ele respondeu os questionamentos e afirmou que irá analisar os casos na rede social. 

Tudo começou com o empresário publicando a afirmação “Power to the people” (Poder das pessoas, em tradução livre). Em seguida, jornalista Fernanda Salles respondeu à publicação citando os nomes de diversos brasileiros que tiveram perfis de empresários, jornalistas, políticos e cantores, que estão suspensos na plataforma. 

Então o usuário Josiano Padovani foi bem direto e explicou, em outro tuíte, que a plataforma “vem impondo uma censura ideológica draconiana ao direito de liberdade de expressão do povo brasileiro” e pediu ao para levantar-se contra a censura. 

Musk respondeu afirmando desconhecer do que se tratava, então o jornalista Paulo Figueiredo entrou na conversa e expôs os bloqueios que a plataforma vem aplicando à muitos brasileiros. “É claro que o Twitter precisa obedecer às decisões do ‘Tribunal’ brasileiro. Mas a empresa foi além, impondo espontaneamente sua própria censura, ainda mais rigorosa do que a de nossos Tribunais falhos. Seus moderadores estão sendo mais ditatoriais do que nossos próprios Tribunais!”. 

O bilionário respondeu que iria verificar. 


Shopee Brasil:
Ofertas incríveis - Melhores preços do Mercado.
Confira as ofertas especiais na Shopee aos visitantes do SHD.
Aproveite agora mesmo! De uma olhada clicando aqui.

Canais de Notícias e Informações do Blog SHD.
Rerceba em primeira mão diariamente os principais destaques do blog.
Inscreva-se nos canais de notícias:
Canal SHD no Whatsapp clique aqui.
Canal SHD no Telegram clique aqui.

Amigos, Parceiros e Visitantes: 
Precisamos de sua ajuda para manter esse blog vivo.
De pouco em pouco chegamos ao muito!
Nos ajude com um café através do pix 11 98363-7919

Postagem Anterior Próxima Postagem


Compartilhe nas redes sociais: Apoie ou retribua.

Todos os nossos artigos são exclusivos. A reprodução total ou parcial é proibida.

Apoie ou retribua.