Blog Diferente Para Ser Diferente

Seja Uma Pessoa Melhor, Diferente Você já é ! - Junte-se ao Grupo de Amigos do Seja Hoje Diferente - Bem Vindo (a).

Escolher um bom dentista é fundamental para manter a saúde bucal em dia. Isso porque quando se trata dos dentes, a prevenção é a melhor forma de evitar problemas que podem acabar sendo danosos e com um alto custo de reparo.

Fazer visitas regulares ao dentista, no mínimo a cada seis meses, é o período ideal para que seja feita uma avaliação do estado de seus dentes e se há algum problema relacionado à saúde bucal.

Em uma consulta dessas, o dentista também poderá avaliar questões como a higiene, identificando se há problemas na gengiva ou com cáries.

Há quem tenha medo de ir ao dentista, mas certamente encarar um alicate de dentista é muito melhor do que perder algum dente.

Além disso, problemas relacionados à mordida também podem ser avaliados, com a possibilidade de um encaminhamento para procedimentos estéticos.

Muitas doenças bucais começam silenciosamente, não apresentando nenhum sintoma inicial e começando a demonstrar desconforto para a pessoa quando já está instalada. 

Isso acaba sendo muito prejudicial, uma vez que os tratamentos dentários costumam ter um alto custo.

Para evitar esse tipo de problema, o ideal é contar com um dentista de confiança para realizar uma boa avaliação, bem como os cuidados adequados para manter seus dentes saudáveis.

Para criar uma relação entre paciente e médico com um dentista, é preciso que ele te passe confiança. É necessário construir um relacionamento em que o profissional possa exercer o melhor trabalho possível.

Entretanto, as opções são muitas no mercado, e é difícil encontrar uma que se adapte perfeitamente ao seu estilo de vida. Por isso, é preciso pensar em formas de identificar como um profissional odontologista pode ser o ideal para você.


1. Procure por boas indicações

Um dos principais meios de encontrar bons profissionais em diversas áreas é através da indicação. Amigos, familiares e até mesmo outros contatos podem indicar um dentista com quem eles tiveram uma boa experiência.

Ninguém indicará um profissional ruim, então, este método é bastante confiável. Entretanto, você deve ter em mente que a experiência positiva foi com outra pessoa, e pode não ocorrer o mesmo com você.

Um familiar pode indicar um conjunto médico que tenha divisória de ambiente de gesso, ideal para você ser atendido com privacidade.

Converse com pessoas que você conhece e confia sobre os cuidados e tratamentos dentários que elas realizaram. Não tenha medo de pedir opiniões, uma vez que um dentista é um profissional importante, que cuidará de uma área sensível.

Quanto mais indicações você tiver, melhor será a base de pesquisa que você criará. É melhor ter boas indicações de amigos e familiares do que partir em uma busca sem nenhum tipo de informação prévia.

Além disso, você saberá como ele opera no dia a dia. Pontualidade, qualidade do serviço, agilidade nos procedimentos e vários outros detalhes podem ser adquiridos de antemão ao ouvir e identificar as experiências de outras pessoas.

2. Não deixe de visitar os consultórios

Existem diversas clínicas de renome em quase todas as cidades. Além de pedir dicas e conselhos com pessoas que você conhece, não deixe de procurar opções já conhecidas na sua região.

Uma pesquisa rápida no seu computador novo já mostrará os principais estabelecimentos próximos à você, o que facilita para ganhar tempo.

Principalmente porque, no geral, há a realização de um orçamento antes do primeiro atendimento, além de que os tratamentos dentários costumam ser demorados.

Um ponto importante a identificar aqui são as avaliações. A maioria dos motores de busca possui ferramentas que permitem que pacientes dêem feedback sobre a clínica, contando sua experiência, contanto que a clínica esteja presente no Google.

Ali, você consegue identificar se o consultório é confiável ou não. Depois de encontrar as clínicas que se destacam tanto em localização quanto em avaliações, você pode começar a refinar sua busca.

Assim, poderá identificar uma série de elementos que podem diminuir sua lista de consultórios, como a presença de porta de madeira para área externa e outras questões estruturais.

Assim, você escolhe qual pode ser a melhor opção para iniciar seu tratamento ou, pelo menos, diminuir a lista para conseguir fazer a análise com mais calma.

3. Cuidado com propagandas sensacionalistas

Aqui vem uma dica muito importante na hora de escolher um bom dentista. É preciso ter atenção e cuidado com as promessas realizadas em uma propaganda, para não cair no problema de ser enganado.

Caso você tenha alguma dúvida sobre um conteúdo que está sendo apresentado, você pode recorrer ao Código de Ética da Odontologia para verificar se a propaganda está enquadrada nas normas de exibição para estes profissionais.

Isso porque um dentista que faz uma propaganda antiética dificilmente terá uma boa postura profissional. 

Neste caso, o ideal é procurar aqueles que são mais honestos e sinceros em suas propagandas, mesmo que não ofereçam algo imperdível, como um check up geral exames.

Tome cuidado com soluções milagrosas também. Quando for fazer uma consulta, e mais importante ainda, quando precisar de um tratamento, verifique as informações oferecidas pelo dentista, como o tipo de tratamento e outros detalhes importantes.

Muitos profissionais oferecem tratamentos tidos como novos no mercado, mas que na verdade tratam-se de práticas que não tem uma eficácia tão boa quanto as opções realmente válidas.

Por isso, é importante tomar muito cuidado, uma vez que um procedimento errado pode acabar sendo muito mais custoso se você tiver que refazê-lo.

Além disso, evite buscar o serviço única e exclusivamente pelo menor preço. Existem opções mais baratas no mercado, mas quando os valores são muito abaixo do padrão, pode ser por conta de um procedimento não ser o mais adequado para você.

4. Verifique o histórico do profissional

Um profissional da área da saúde tem uma grande responsabilidade no seu dia a dia. Lidar com o bem-estar de outras pessoas requer amplo conhecimento e estudo constante para evolução de prática e de conhecimentos.

Por isso, buscar informações sobre a formação e cursos de especialização de um dentista que você pretende começar a frequentar é essencial.

Quanto mais experiência e conteúdo acadêmico ele tiver, maiores são as chances de o profissional ser um especialista no assunto, uma autoridade que certamente apresentará um resultado positivo.

Além disso, muitos profissionais buscam títulos como doutorados e mestrados, que estudam em espaço de coworking para enriquecer suas habilidades e capacidades.

Esse é um diferencial importante para ser avaliado quando for escolher o dentista que irá cuidar de sua saúde bucal.

5. Atente-se aos serviços oferecidos pelo local

Um clínico dentista poderá dar uma visão geral de como estão seus dentes e boca, mas para a maioria dos procedimentos, é preciso buscar um outro profissional qualificado. 

Por isso, é preciso se atentar a quais são as especialidades que o local que você está pesquisando atende.

Procure clínicas com atendimentos múltiplos, de preferência. São locais com muito mais oportunidades do que clínicas pequenas e com apenas uma especialização. Dentre elas, podemos citar:

  • Ortodontia;

  • Periodontia;

  • Odontologia estética;

  • Implantodontia;

  • Entre outros.

Isso porque estes estabelecimentos possuem profissionais que costumam se comunicar constantemente, e será muito mais fácil passar entre os especialistas quando todos podem trocar informações sobre o seu caso.

Além disso, ter um serviço concentrado em um lugar permite uma movimentação muito mais simples, uma vez que você poderá resolver vários problemas sem sair do local.

Um ponto importante para se atentar quando for escolher uma clínica é identificar a tecnologia do local. A cada dia, inovações tecnológicas tornam os tratamentos dentários mais avançados e indolores.

Pode ser que o local tenha acabado de passar por uma reforma predial para adequar-se aos novos equipamentos, por exemplo.

Por isso, verifique se os equipamentos do consultório são de ponta e apresentam a qualidade necessária para um tratamento confiável.

6. Faça uma avaliação

Depois que você decidir de fato em que local quer experimentar os serviços, não se esqueça de agendar uma consulta de avaliação. 

Este tipo de consulta é ótima para que você conheça o profissional e ele consiga identificar o que precisa ser feito para melhorar sua saúde bucal.

Além disso, é um momento adequado para você saber de todos os detalhes que precisa, como o atendimento do local e a facilidade de acesso. Neste momento, você pode ter uma conversa mais franca com o profissional.

Uma pessoa que trabalha com reformas de casas pode ter receio do tempo que terá que ficar parado, e isso é um ponto essencial para ser discutido antes de iniciar o tratamento.

Conte ao dentista seus medos, inseguranças e tire todas as suas dúvidas. Se sentir confiança para se abrir, este é um bom sinal de que você encontrou um local adequado.

Considerações finais

Um dentista de confiança pode te acompanhar durante todos os procedimentos necessários para uma melhor saúde bucal. Esses profissionais dedicados podem ser a diferença em ter uma vida saudável ou não com relação a sua boca.

Afinal, por se tratar de uma área muito sensível, é ideal que você procure sempre manter tudo em ordem.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.
Postagem Anterior Próxima Postagem

Veja abaixo mais um artigo do Seja Hoje Diferente!

Seja um Amigo Colaborador Mensal via Pix: Nos Ajude a Ajudar a Quem Precisa. Colabore com qualquer valor! Pix: Celular 5511983637919 Veja: Fazer o Bem Faz Bem

GeraLinks - Agregador de links