Blog Diferente Para Ser Diferente

Seja Uma Pessoa Melhor, Diferente Você já é ! - Junte-se ao Grupo de Amigos do Seja Hoje Diferente - Bem Vindo (a).

Descubra quais alimentos estão autorizados e quais devem estar fora do cardápio do seu pet


Durante as festas de fim de ano, é tradicional ter momentos específicos para realizar uma grande ceia, festas ou amigo oculto.


Quem tem animal de estimação sabe que eles estão presentes em todas estas ocasiões e, exatamente por isso, devemos ter atenção redobrada com os pets.


Algumas comidas podem ter um cheiro extremamente atrativo para os animais. Para conseguir saciar a vontade e os pedidos dos pets, é preciso estar atento aos alimentos que podem ou não serem dados para eles.


Diferente dos humanos, os animais de estimação não possuem um estômago tão forte. Por isso, algumas comidas devem ficar fora do cardápio dos bichinhos da casa.


Nessa época de fim de ano é muito comum ouvir-se falar de algum animal com intoxicação alimentar, que podem apresentar vômitos, apatia, dor abdominal e, em alguns casos, falta de apetite.


Além do desconforto e dos sintomas apresentados acima, alguns alimentos podem acabar sendo fatal para os animais, por isso, ao menor sinal desses sintomas, especialistas aconselham ir ao veterinário o mais rápido possível.

Mas, afinal, quais comidas são proibidas para os animais?

Algumas frutas até estão autorizadas a serem degustadas pelos bichinhos. Entretanto, existem outras que não podem ficar nem perto do seu pet.


A uva, uva passa e frutas com sementes - como pêssego e ameixas - não devem estar em um local de fácil acesso para os animais. 


No caso das uvas e das uvas passas, elas podem ocasionar insuficiência renal, vômitos e apatia. No caso das frutas com semente, se não tomar cuidado, as sementes podem causar obstruções, hemorragias e até mesmo envenenamento.


Os ossos restantes do seu prato também não é interessante ser dado para o seu pet, pois muitas vezes, são os ossos que causam lesões na boca e nos dentes do animal.


Por serem muito fáceis de quebrar, alguns pedaços dos ossos podem acabar ficando presos nas paredes estomacais, causando problemas sérios.


Chocolates e bebidas alcoólicas também estão fora de qualquer cardápio. O chocolate pode ser fatal, e as bebidas alcoólicas, por sua vez, provocam vômitos, problemas de coordenação e também podem levar à morte. 


Alimentos muito gordurosos como pizza, carnes com muita gordura, linguiça e frutos do mar devem ser evitados.


Uma boa opção é adquirir petiscos que contenham alguns sabores diferentes, isso será bom para o seu pet e não causará nenhum dano se dado com moderação.

Alimentos que seu pet pode ingerir e seus benefícios

Alguns médicos veterinários aconselham os tutores a oferecer carnes para os cães, enquanto outros ficam mais reclusos perante essa situação.


Isso se deve ao perigo do cão adquirir alguma doença ou parasitas no momento em que ingere a carne crua.


Porém, é importante lembrar que independente do alimento que será oferecido ao seu pet, é extremamente necessário que o alimento tenha origem de procedência. 


Quando se trata de alimentos como verduras, legumes e frutas, é essencial que eles sejam lavados antes do consumo.


Porém, existem algumas carnes que estão liberadas para participarem do prato do seu pet, como a carne de bovino, caprino, peixe e carnes de caça em geral.


A escolha, claro, vai do que o paladar do seu pet mais se interessar, da saúde do seu pet e de quanto o tutor estará disposto a investir.


As carnes mais oferecidas e seguras para serem ingeridas pelo seu pet são os frangos, carnes vermelhas e cordeiros. Lembrando que não é aconselhável deixar ossos quando for dar a carne para o pet!


As frutas são outras opções deliciosas que podem ser colocadas no cardápio do animal. Ressaltando que algumas das frutas que serão apresentadas abaixo contém sementes e elas devem ser sempre retiradas antes de dar para o seu animal de estimação.


A banana é uma fruta rica em potássio e carboidratos, e elas podem ser oferecidas como recompensa ou até mesmo serem misturadas com o alimento do dia.


Pera e maçã também não ficam de fora. A pera é rica em antioxidantes como vitaminas C, E e vitaminas B1 e B2. A maçã oferece diversas vitaminas e minerais que fazem muito bem para o seu pet. Ofereça elas em cubos e não deixe as sementes.


Frutas como kiwi, melancia, coco, melão, laranja e mamão estão entre as outras frutas que podem ser oferecidas para os animais sem maiores preocupações.


Todas elas possuem vitaminas e fibras, destacando a melancia e o melão que ajudam a refrescar bastante em dias mais quentes, e auxiliam na hidratação.


Mas como todos os alimentos, não é interessante deixar seu pet ingerir esses alimentos de forma exagerada, pois podem acabar pesando no estômago do seu animal de estimação.



Visite um médico veterinário

Caso você não tenha certeza do que se pode oferecer para o seu pet, é indicado ir à uma clínica veterinária de confiança para que passem uma boa e confiável lista de alimentos que podem ser ingeridos pelos pets.


Como já falado, alguns alimentos podem causar sérios problemas à saúde dos animais e, por isso, deve-se ficar atento aos sintomas que o seu pet esteja apresentando - como vômito, apatia ou tontura. 

Postagem Anterior Próxima Postagem

Veja abaixo mais um artigo do Seja Hoje Diferente!


 Atenção: Antes de sair nos ajude clicando aqui para nossa página inicial

GeraLinks - Agregador de links