Blog Diferente Para Ser Diferente
Seja Uma Pessoa Melhor, Diferente Você já é ! - Junte-se ao Grupo de Amigos do Seja Hoje Diferente - Bem Vindo (a).

Fortes e Unidos Somos Melhores!
Seja Hoje Diferente:


Coaching para todas as idades é uma realidade, sim! Existem profissionais especializados em faixas etárias diferentes, os quais podem auxiliar pessoas de distintos perfis a encontrar o caminho que as deixará mais felizes e satisfeitas.

Antes de falarmos especificamente sobre os benefícios do coaching para a terceira idade, convém fazer um apelo: na hora de escolher um profissional, é importante buscar as suas referências e entender os seus principais rumos de atuação.

Sempre faça uma pesquisa extensa sobre o currículo do coach pelo qual tiver interesse, além de buscar por depoimentos de antigos clientes, mentores e influências. Se ficar com alguma dúvida, pergunte.

Não tenha receio de questionar o seu coach ou possível coach: faz parte do trabalho dele oferecer confiança, fornecer um espaço seguro e garantir que o coachee se sinta confortável para iniciar e permanecer em tratamento.

Isto dito, falemos um pouco mais sobre o trabalho voltado para indivíduos na terceira idade. Confira!

Coaching para idosos: como funciona?

O coaching é uma metodologia voltada para o desenvolvimento humano, composta de conhecimentos de múltiplas áreas de atuação, como psicologia, neurociência, programação neurolinguística, gestão de pessoas e psicanálise.

Existem coaches voltados para negócios, ou seja, que têm como objetivo auxiliar os mentorados a desenvolver uma meta ou uma proposta dentro do campo profissional, coaches voltados para questões pessoais, e até mesmo coaches de relacionamentos.

Em geral, é um campo extenso e que merece atenção, uma vez que pode contribuir de forma muito positiva para a transformação do cotidiano, a modificação dos pensamentos e da ordem mental e, claro, para a manutenção da qualidade de vida.

Quando falamos sobre coaching para idosos, estamos nos referindo a um tipo de approach que pode ter muitos objetivos. 

O coach pode auxiliar o indivíduo a compreender melhor o momento pelo qual está passando, guiá-lo no planejamento de aposentadoria e, em alguns casos, até no que chamamos de planejamento sucessório.

Para os que sentem que estão estagnados, participar de sessões direcionadas pode ajudar a lançar um novo olhar sobre o momento presente da vida, traçar novas metas e aceitar as modificações naturais do envelhecimento.

Quais são os benefícios?

Como já comentamos, a metodologia pode auxiliar idosos em situações bastante distintas entre si: se há dificuldade para compreender as minúcias da terceira idade, o caminho a ser seguido e novos rumos de atuação, um profissional capacitado pode fornecer insights e ajudar no processo decisório.

Outros benefícios incluem:

Socialização

Algumas pessoas, após deixarem o trabalho, ou após um processo de divórcio ou perda do cônjuge, tendem a se afastar da sociedade. 

O círculo de amigos, que naturalmente fica menor com o passar dos anos, também pode ser um agravante ao sentimento de solidão ou inadequação social.

Nesse ínterim, o contato frequente com uma pessoa de experiência e bagagem pode ajudar não apenas na recuperação da autoestima do idoso, que pode ser incentivado a fazer novas atividades e a buscar novas companhias, mas também na manutenção do pensamento ativo e da criatividade.

Redescoberta das potencialidades

A nossa sociedade erra muito com os idosos: além de frequentemente tratar os indivíduos acima dos 60 anos com desrespeito, ela cultiva a ideia de que a terceira idade é triste, silenciosa, feita de jogos de tabuleiro e horas diante da televisão.

Isso não faz sentido, especialmente nos nossos dias. Temos visto cada vez mais idosos em cargos de chefia, dominando as pistas de dança, descobrindo novas formas de usar o corpo, aprendendo novas línguas, viajando por aí...

Às vezes, é necessário apenas abandonar as noções pré-concebidas sobre o que é envelhecer.

Recuperação do amor-próprio

Por fim, o processo de coaching pode ajudar o coachee a compreender que as modificações físicas do envelhecimento fazem parte da vida e que também têm a sua beleza.

Por meio da ressignificação do momento em que se vive, é possível recuperar o amor-próprio, desenvolver a autoestima e repensar o papel do próprio corpo, da sexualidade e dos sonhos durante a terceira idade.
Postagem Anterior Próxima Postagem

Veja abaixo mais um artigo do Seja Hoje Diferente!