18º Encontro dos Cipeiros Metalúrgicos debate ações contra os assédios sexual e moral nas empresas
Reprodução Divulgação

Alessandro Turci analisa o compromisso dos cipeiros na busca por ambientes de trabalho seguros e ações contra o assédio

No dia 11 de setembro de 2023, aconteceu o 18º Encontro dos Cipeiros Metalúrgicos, um evento que reuniu mais de 100 profissionais dedicados à segurança e bem-estar dos trabalhadores na indústria metalúrgica. Como criador do Seja Hoje Diferente e com duas experiências anteriores na CIPA, a primeira eleito pelos colaboradores da Building Conectores e a segunda escolhido pela mesma empresa, não poderia deixar de compartilhar minhas reflexões sobre este encontro crucial.

O tema central deste encontro foi, sem dúvida, um dos mais urgentes e relevantes para o ambiente de trabalho atual: o combate ao assédio sexual e moral nas empresas. Além da já conhecida missão de garantir ambientes seguros para os trabalhadores, os cipeiros agora também têm a importante tarefa de enfrentar o assédio, seja ele de natureza sexual ou moral.

O evento aconteceu no Auditório do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes e foi conduzido pelos diretores José Luiz, tesoureiro do Sindicato, e Luís Carlos de Oliveira, o Luisinho, do Departamento de Saúde do Trabalhador. Eles abriram o encontro enfatizando a importância de abordar esse tema sensível e, ao mesmo tempo, crucial para o bem-estar dos trabalhadores metalúrgicos.

Um dos momentos mais marcantes do encontro foi a apresentação de Cesar Augusto de Mello, consultor jurídico trabalhista da Força Sindical. Sua palestra abordou o assédio no ambiente de trabalho, suas formas de manifestação e as consequências legais para as empresas que negligenciam essa questão. Sua fala trouxe à luz a necessidade urgente de ações preventivas e políticas internas sólidas para combater o assédio.

Outros profissionais também contribuíram com valiosos insights durante os debates. Bruno Oliveira, técnico de segurança no trabalho, abordou as Normas Regulamentadoras e a NR5 (Cipa), destacando a importância de ter uma CIPA bem estruturada como uma ferramenta essencial na prevenção do assédio. Além disso, ele discutiu as atribuições da Cipa no combate a esse problema.

Valdizar Albuquerque da Silva, presidente do Sindicato dos Técnicos de Segurança do Trabalho no Estado de SP, trouxe uma perspectiva única ao destacar o papel dos técnicos de segurança no combate ao assédio sexual e moral. Sua experiência mostrou como a integração entre a Cipa e os profissionais de segurança é fundamental para criar um ambiente de trabalho seguro e livre de assédio.

Em resumo, o 18º Encontro dos Cipeiros Metalúrgicos foi um marco na busca por ambientes de trabalho mais seguros e justos. A discussão sobre o combate ao assédio sexual e moral nas empresas é essencial, e este evento demonstrou o comprometimento dos cipeiros em enfrentar esse desafio de frente.

Como profissional de TI e ex-membro da CIPA, fiquei impressionado com a determinação e a paixão demonstradas pelos participantes em criar um ambiente de trabalho onde todos possam prosperar, livres do fardo do assédio. É um compromisso que deve ser abraçado por todas as empresas e trabalhadores, pois, afinal, um ambiente de trabalho seguro e saudável beneficia a todos.

Nós, como sociedade, devemos continuar a apoiar e incentivar iniciativas como o 18º Encontro dos Cipeiros Metalúrgicos, pois é por meio dessas ações que podemos criar um mundo de trabalho mais justo e igualitário.

Qual é a sua opinião sobre este artigo?

Caro leitor, sua opinião é essencial para nós! Compartilhe seus pensamentos nos comentários sobre esta publicação. Garantimos manter o Seja Hoje Diferente sempre atualizado e funcional. Se notar algum link quebrado ou problema com áudio e vídeo, por favor, avise-nos nos comentários. Agradecemos sua colaboração, seu apoio é a bússola que nos orienta na entrega de conteúdo relevante. Obrigado por fazer parte desta comunidade engajada!

Postagem Anterior Próxima Postagem

Shopee