Mostrando postagens com marcador Trade Investimento. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Trade Investimento. Mostrar todas as postagens

6.12.21

O Bitcoin foi vítima de uma jogada de "risco" do mercado tradicional


Em 7 de setembro, o Bitcoin caiu 11%. Em 20 de setembro, caiu novamente em cerca de 9%. No entanto, o pânico em torno da queda de 8,30% de ontem foi muito maior. A principal diferença entre todas essas correções é que em 3 de dezembro, o pavio de correção estava perto de 22%.

Foi o maior pavio de correção desde 19 de maio, e esse é um dos motivos que irritou o mercado de forma errada.

Neste artigo, vamos desvendar outros fatores que podem ter contribuído para a queda do Bitcoin e do cripto-mercado coletivo.

Grande realização de lucros por parte de alguns grandes investidores?

Agora, é importante entender que não foi manipulação como as correções anteriores, mas a realização de lucros foi possivelmente orquestrada por um grupo de grandes investidores. A queda ocorreu em um fim de semana, com o fechamento do mercado tradicional.

Em nosso artigo anterior, consideramos esta uma janela de alta para o Bitcoin. No entanto, uma mudança massiva de tendência e condições de baixa liquidez levaram a volumes de venda mais altos.

No entanto, por que aconteceu tão de repente?

A tensão de baixa pode ser rastreada até as ações tradicionais. Na semana passada, o mercado tradicional parecia entrar em uma fase de correção. A ascensão da variante Omicron está alimentando incertezas no que diz respeito ao renascimento econômico de longo prazo pós-Covid-19. E isso levou a uma jogada de risco extremo.

Um mercado sem risco é quando os investidores retiram seu capital de um ativo volátil e o colocam em opções mais seguras, como ouro, para evitar a volatilidade de curto prazo.

Isso também contribuiu para um grande evento de desalavancagem para o Bitcoin Futures. Os juros em aberto caíram espantosos $ 5,4 bilhões, de $ 22 bilhões para $ 16,6 bilhões - uma queda de 24,5%.

Qual foi a principal razão por trás de uma narrativa sem risco?

Federais, tomem o centro do palco!

Em um anúncio recente , o FOMC indicou que os formuladores de políticas estão seguindo com uma redução mais estrita das compras de ativos. O desemprego nos EUA caiu drasticamente no mês passado e o presidente do Fed, Jerome Powell, disse aos formuladores de políticas para considerar a redução da compra de títulos em sua próxima reunião de 14 a 15 de dezembro.

Além disso, a redução na compra de títulos permitirá que o Comitê Federal de Mercado Aberto aumente as taxas de juros, a fim de acalmar as preocupações com a inflação.

Thomas Costerg, economista da Picter Wealth Management, disse:

“A probabilidade de uma redução acelerada está aumentando. O Fed não pode ignorar a queda da taxa de desemprego para apenas 4,2%. ”

Então, o que acontece depois de 15 de dezembro?

Levando em consideração o fato de que o Bitcoin Futures passou por uma severa desalavancagem, pode-se argumentar que os compradores à vista ainda estão se segurando. Conseqüentemente, o Bitcoin poderia reverter e continuar em uma recuperação otimista após a reunião do FOMC, considerando que a redução acelerada foi oficializada.

No entanto, estes são tempos ainda incertos para o Bitcoin e o cripto-mercado. Falta mais de uma semana para a reunião do FOMC, algo que sugere que o BTC ainda precisa se manter no mercado.

Se o mercado tradicional continuar caindo na segunda-feira de manhã, existe a possibilidade de que o Bitcoin siga um caminho semelhante no futuro.

3.12.21

Mais de 10.000 Bitcoin vendidos em pânico, mas a confiança do investidor não desanimou


Os investidores em Bitcoins não são estranhos aos FUDs. No entanto, desta vez, parece que a razão pela qual eles reagiram dessa maneira foi provavelmente devido a algum tipo de gatilho. Em resposta, milhares de Bitcoins foram vendidos pelos investidores. Mas a situação não é tão terrível quanto pode parecer.

A nova variante do Bitcoin FUD

A preocupação contínua da COVID Omnicron combinada com o FUD do mercado geral levou muitos investidores a venderem suas participações para evitar perdas. Do jeito que está, em novembro, mais de 3 milhões de endereços sofreram perdas absolutas devido à queda de preços.

Agora, como o Bitcoin é negociado em vermelho novamente hoje, após a estabilização de ontem, parece que os investidores podem ter feito uma chamada apressada.

Ontem, mais de 10.242 BTC no valor de $ 575 milhões foram vendidos em 24 horas. Essa venda faz sentido e, de qualquer forma, era esperada, pois o início de dezembro não era particularmente boa.

Mas o problema é que essa venda não foi motivada organicamente. Esta venda ocorreu principalmente devido ao FUD, pois ontem a menção de COVID, pandemia, etc. testemunhou um tremendo aumento. A pesquisa foi mencionada significativamente mais vezes do que em março, quando o COVID estava no auge.

Este aumento repentino no FUD também levou o mercado de Bitcoin a cair nos níveis de medo pela segunda semana consecutiva. E com isso, mais uma vez, a recuperação da queda de 8,82% do dia 26 de novembro não teve recuperação.

É digno de nota que o 10k BTC vendido também incluiu algumas moedas antigas, já que o CDD mostra 40,9 milhões de dias destruídos ontem.

Mas a venda de LTH foi apenas um aumento induzido por FUD, pois foi o primeiro aumento desde outubro. Além disso, em uma escala macro, a confiança do investidor está realmente melhorando à medida que menos moedas estão sendo gastas atualmente.

Dito isso, graças a uma demanda igualmente alta, a maior parte do Bitcoin vendido está sendo comprado, com apenas uma quantidade marginal ainda remanescente nas carteiras das bolsas.

23.11.21

Bitcoin recua para US$ 56 mil após anúncio do FED. Binance Coin, SAND e MANA sobem 35%


A terça-feira (23) começou em baixa para seis das principais criptomoedas do mercado. Com quedas acumuladas entre 1 e 5% nas últimas 24 horas, poucas apresentavam sinais de uma possível recuperação. Ao todo, o mercado completa 13 dias em queda.

Entre as moedas em alta no mercado, destacamos a Binance Coin e a Dogecoin, que subiram cerca de 0,82% nas últimas 24 horas. Além disso, tokens de jogo como SAND, ENJ e MANA valorizaram entre 10% e 35% nas últimas 24 horas.

O Bitcoin, maior criptomoeda em capitalização e unidades, atingiu o nível de US$ 55 mil às 6h. Este é um dos valores mais baixos apresentados pela moeda desde o dia 13 de outubro. Às 9h, o preço do BTC era de US$ 56 mil. A queda acumulada nas últimas 24 horas é de 2,09% e na última semana é de 7%.

No entanto, apesar da queda no preço da moeda, o volume de operações com o Bitcoin cresceu 25,75%, nas últimas 24 horas. Os dados são do CoinMarketCap.

A Ethereum, segunda maior criptomoeda do mercado, também amanheceu em queda de 1,35% nas últimas 24 horas. O preço atualizado da moeda é de US$ 4.136. No entanto, de acordo com o TradingView, a moeda subia cerca de 1,06% às 8h, com fortes sinais de recuperação.

Além delas, moedas como Solana, Cardano, XRP, Polkadot e Avalanche caíram de 0,6% a 4% nas últimas 24 horas.

Anúncio do FED derruba dólar e criptomedas
Na tarde da última segunda-feira, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou a recondução de Jerome Powell para mais um mandato à frente da Federal Reserve (FED). A notícia da continuidade, fez o dólar recuar cerca de 0,71% em relação ao real brasileiro.

Desta forma, investidores interessados em conferir seus lucros e temendo uma queda ainda maior do dólar no mercado, recomeçaram as retiradas.

Nos últimos dias, temos visto um grande movimento de realização de lucros, principalmente no mercado asiático, o que tem interferido diretamente no preço das criptomoedas. Para muitos especialistas, momentos como este ainda não são para ser vistos com olhos pessimistas.

O rali de outubro que ajudou o BTC e outras criptomoedas a achegarem em valores históricos, tem feito com que muitos investidores retirem seus lucros. Com isso, as madrugadas têm sido o período de maior volatilidade.

Neste contexto, não podemos ainda dizer que o BTC ou que outras criptomoedas correm riscos de grandes perdas. Um ponto positivo e uma grande prova de sua popularidade, são os grandes investimentos feitos por empresas tidas como “tradicionais”, como o Facebook, para agregar o “mundo blockchain” ao seu contexto.

No entanto, vale lembrar que assim como o real, as criptomoedas também sofrem fortes influências de decisões governamentais. Neste caso específico, notícias do mundo inteiro podem interferir no valor das moedas. Um exemplo são os esforços da China e outros países para a proibição da mineração e circulação das criptomoedas.

Mercado Livre vai ter sistema para compra e venda de criptomoedas no Brasil


O Mercado Livre anunciou que está entrando com os dois pés no mundo das criptomoedas. A empresa irá permitir aos clientes do Mercado Pago a compra, venda e posse de criptomoedas usando as carteiras digitais que possuem por meio do serviço.

Conforme reportagem da Bloomberg, o serviço já vem sendo testado em um pequeno grupo e será ampliado aos poucos. O objetivo é expandir também para outros países da América Latina.

Porém, por enquanto, ainda não está prevista a possibilidade de uso de criptomoedas para pagar diretamente por produtos no Mercado Livre.

“Nós levamos o tempo necessário para estudar e apender antes de entrar nas criptos. Isto tem um potencial transformador ali para frente e irá abrir novos caminhos para nós”, disse Tulio Oliveira, vice-presidente do Mercado Pago, em entrevista ao veículo americano.  

Mercado Livre e criptomoedas

O Mercado Livre comprou US$ 7,8 milhões em Bitcoin no primeiro trimestre deste ano. A informação foi divulgada no balanço da campanhia em maio.

“A aquisição faz parte da estratégia de tesouraria do Mercado Livre. Os Bitcoins serão alocados entre os ativos intangíveis de duração indefinida”, informou a empresa na época.

O fundador e CEO da empresa, Marcos Galperin, demonstrou grande empolgação em relação a criptomoedas em entrevista à Bloomberg no início do ano.

“Cripto será uma grande passo de desenvolvimento. As pessoas estão tentando reter valor e algumas criptomoedas irão reter valor por definição, já que não podem ser criadas ou desvalorizadas”, disse.

11.11.21

Travala anuncia que viagens poderão ser pagas com IoTeX e token dispara 114% em 24 horas


O token IoTeX (IOTX) teve uma valorização expressiva nas últimas 24 horas. Até o fechamento desta matéria, o IOTX registrava alta de 114% e, como resultado, o preço saiu de R$ 0,56 para R$ 1,19. Atualmente, o token ocupa a 81ª posição no CoinMarketCap, mas registrou a maior alta do Top 100.

De acordo com um anúncio da Travala, empresa que utiliza blockchain para fazer reservas de hospedagens, o IoTX passará a ser aceito na plataforma. Com isso, o token poderá ser usado para reservar mais de 3 milhões de hospedagens e viagens.

Além da parceria, a Travala também anunciou uma promoção que oferece US$ 900 em cartões-presente. Dessa forma, o preço do token disparou e, consequentemente, atingiu sua máxima histórica.




Token passa por sequências de valorizações

O movimento diário é expressivo, mas não se trata de uma novidade. De fato, o preço do IOTX está em tendência de alta por quase três meses. Apenas em agosto, a valorização do token atingiu 260%, enquanto a alta foi de 44% até o dia 1 de novembro.

Nesse ínterim, a rede fechou uma série de parcerias importantes com outras blockchains. Em 5 de novembro a Chainlink (LINK) anunciou que integrará seus oráculos à rede principal da IoTeX. Com a parceria, a LINK espera desenvolver contratos inteligentes avançados e buscar mercado contra o Ethereum (ETH) e Solana (SOL).

“Chainlink está chegando em breve para IoTeX! A Chainlink emitiu uma concessão para o incrível time de desenvolvedores da Protofire para integrar os seus oráculos com a mainnet da IoTeX”, disse a equipe.

Essa integração ocorrerá por intermédio do Protofire, grupo de consultores e desenvolvedores que trabalham com soluções em blockchain. Nesse sentido, o papel do grupo consistirá nos seguintes fatores:

  • validar os contratos na Chainlink para garantir a compatibilidade nativa com a rede IOTEX;
  • testar e implementar todos os componentes da Chainlink para rede de testes da IoTeX;
  • fornecer testes automatizados para verificar a integração da IoTeX com a Chainlink, que incluirá o desempenho de testes, como o teste do OCR Job Soak, um teste de agregador de fluxo e muito mais;
  • criar documentação mostrando como os desenvolvedores podem integrar a Chainlink na rede da IoTeX.

Momento requer cautela

No entanto, essa valorização expressiva requer muita cautela, como acontece em todo movimento de forte alta. De acordo com o gráfico diário da IOTX no TradingView, os preços estão tendendo perto da linha de tendência superior, o que pode indicar uma queda iminente no preço.

Adicionalmente, os volumes de negociação também estão caindo. Os compradores foram rápidos em não deixar os preços caírem, mas a pressão de venda é alta o suficiente para atrasar a formação novos topos. 



10.11.21

Basic Attention Token (BAT) sobe 17% após integração do Solana ao Brave


Após o anúncio de que o navegador Brave irá se integrar ao Solana, seu token nativo BAT subiu mais de 17%

Basic Attention Token (BAT), a criptomoeda do navegador de internet com foco em privacidade Brave, disparou mais de 17% nas últimas 24 horas.

A alta do token segue o anúncio dessa segunda-feira (8) de que o navegador Brave será integrado ao Solana, a quarta criptomoeda mais valiosa em termos de capitalização de mercado.

De acordo com uma publicação compartilhada no site do Brave, a integração fará com que Solana se torne o blockchain padrão para o suporte de aplicações descentralizadas (dapps) no navegador por conta de sua alta velocidade e baixos custos.

 “Conforme cada vez mais usuários e criadores exigem ferramentas para um acesso rápido e barato à internet descentralizada, essa integração irá pavimentar continuamente o caminho para que o próximo bilhão de usuários cripto aproveitem aplicações e tokens”, afirmou Brendan Eich, CEO do Brave.

A integração não teve um impacto imediato no preço do token SOL nas últimas 24 horas, mas subiu cerca de 17% na última semana, atingindo uma alta de US$ 260 esta semana.

Após ter chegado a 36 milhões de usuários mensais ativos em setembro, Brave está acrescentando mais recursos nos últimos meses.

Em junho, o navegador lançou Brave Search, a fim de desafiar a dominância do Google no mercado de mecanismos de pesquisa com recursos focados em privacidade, como a não coleta de endereços de IP de usuários ou resultados personalizados com base na identificação de informações.

Em outubro, Brave Search se tornou o mecanismo de pesquisa padrão do navegador, substituindo o Google. Em setembro, o navegador também apresentou Brave Talk, um recurso de videoconferência focado em privacidade.

Litecoin braçadeiras para uma decolagem 100% após a quebra do copo e da alça


Litecoin projetou um aumento de 100% após uma quebra de copo e alça. Um movimento acima da Zona Dourada de Fibonacci colocaria o LTC no curso para uma meta de rompimento de $ 360 e outro possível aumento de 50% na linha de tendência inclinada superior.

No entanto, o LTC pode precisar lidar com uma correção de curto prazo antes da alta projetada, já que seu RSI diário estava em níveis de sobrecompra. No momento em que este artigo foi escrito, o LTC era negociado a $ 251,7, um aumento de 20% nas últimas 24 horas.

Litecoin Daily Chart



Esperava-se que o Litecoin continuasse sua corrida cintilante depois de quebrar ao norte de seu padrão de xícara e cabo. Com base no pico mais alto na 'alça' e no ponto mais baixo na 'xícara', o LTC indicou um aumento de 54% em uma meta de $ 360, ligeiramente acima do nível de Fibonacci de 78,6%.

No entanto, uma correção de curto prazo pode acontecer uma vez que o LTC marca seu nível de Fibonacci de 61,8%. Isso era esperado em grande parte devido ao fato de que o RSI diário do LTC estava agora em território de sobrecompra. Embora alguns alts possam se estender profundamente dentro desta zona antes que um retrocesso seja testemunhado, o LTC tem sido amplamente suscetível a retrações cada vez que seu RSI tocou a linha de tendência superior.

Caso ocorra uma pequena venda, o suporte encontrado em qualquer lugar acima do Nível Fibonacci de 50% ajudaria a preservar a perspectiva otimista do LTC. Uma vez que o LTC inicia uma perna acima do nível de Fibonacci de 78,6%, o preço pode se estabilizar à medida que os investidores retirem dinheiro na alta.

Se o LTC mantiver altos volumes acima de sua meta de rompimento, outro aumento de 50% pode permitir que o LTC marque sua linha de tendência inclinada superior (linha tracejada amarela).

Conclusão

Além de algumas ameaças presentes ao longo do RSI, o MACD e o Directional Movement Index favorecem fortemente os touros. Se os touros continuarem a pressionar sua vantagem, um salto de 50% pode ser alcançado em direção à meta de rompimento do LTC de $ 360. Um aumento adicional de 50% em direção à linha de tendência superior também era alcançável se o LTC mantivesse grandes volumes de compra acima da meta mencionada.

9.11.21

Genesis reporta tendência de baixa na demanda de BTC, já que as instituições preferem ETH, DeFi


Esta é a temporada de divulgação de relatórios de lucros, e o crescimento do terceiro trimestre não foi tão bom para algumas empresas diretamente envolvidas em criptomoedas. Isso se deve em grande parte às grandes flutuações de preços que o Bitcoin tem experimentado recentemente.

Por exemplo, a Microstrategy, a maior detentora corporativa de Bitcoin do mundo, testemunhou perdas de papel por manter o ativo digital em seus livros. A gigante de pagamentos Square também observou um declínio na receita e o lucro bruto gerado pela criptomoeda caiu em uma base trimestre a trimestre.

Genesis, a maior corretora de criptografia, que divulgou recentemente seu relatório de lucros do terceiro trimestre, teve destino semelhante. Apesar de registrar um trimestre recorde em termos de atividade de mercado, seu negócio de Bitcoin diminuiu significativamente durante esse período. No entanto, as originações de empréstimos da empresa alcançaram US $ 35,7 bilhões, um aumento de 586% ano a ano, enquanto o comércio à vista cresceu mais de 450% em comparação com o trimestre anterior.

Como o corretor tornou isso possível? 

Capitalizando o aumento de popularidade observado por Ethereum e outras altcoins L-1 devido à crescente adoção de DeFi.

Enquanto a mesa de empréstimos da Genesis administrou $ 35,7 bilhões em novas originações, acima dos $ 25,0 bilhões no segundo trimestre, a participação do Bitcoin nos empréstimos pendentes caiu de 42,3% para 32,4% durante esse período. O relatório elaborado posteriormente,

“Embora os empréstimos do BTC tenham aumentado em geral, a ponderação relativa continuou a diminuir à medida que a demanda reagiu ao estreitamento da base e ao desconto do GBTC.”

ETH vê forte crescimento da carteira de crédito

Por outro lado, no entanto, os empréstimos ETH “viram um forte crescimento tanto em termos absolutos quanto em peso relativo, juntamente com uma maior demanda de instituições que buscam se envolver com as plataformas DeFi”.
 
Consequentemente, a participação da carteira de crédito da ETH aumentou de apenas 15,5% no final de 2020 para 32% no final do terceiro trimestre de 2021.

Nesse sentido, o relatório destacou uma tendência contínua de queda na demanda por Bitcoin. Embora a empresa tenha notado pela primeira vez um declínio na inclusão do portfólio de Bitcoin no primeiro trimestre "devido à relativa falta de oportunidades de negociação denominadas em BTC, observou uma retomada desta tendência no terceiro trimestre" devido à contínua inversão do prêmio GBTC e achatamento da base curvas. ”

O relatório também acrescentou que a "desalavancagem das bolsas de varejo" como Binance e FTX deslocou a indústria em direção à institucionalização, uma vez que "as oportunidades de arbitrar os mercados à vista e de futuros diminuíram significativamente".

Por outro lado, as instituições aumentaram seu apetite por ETH como um meio de tomar emprestado e emprestar em plataformas DeFi e obter altos rendimentos. No entanto, isso também foi acompanhado por alternativas L1 para atrair mais desenvolvedores e capital, de acordo com o relatório, que acrescentou,

“Enquanto os L1s competem em velocidade de transação e segurança, os programas de incentivo catalisaram uma tempestade de atividades entre cadeias, levando a uma redução na participação de mercado da ETH em favor dos L1s, incluindo Solana , Terra , Avalanche e Fantom .”

Devido aos maiores incentivos financeiros e opções de rendimento fornecidos pelos protocolos DeFi, o capital criptográfico tem migrado rapidamente para seus tokens nativos e ameaçado a hierarquia do Bitcoin. O aumento na popularidade do altcoin fez com que o domínio do Bitcoin diminuísse significativamente nos últimos meses, pairando perto de 42% nos últimos dias.

4.11.21

CEO da B3 ataca corretoras de criptomoedas, e mercado brasileiro reage


O presidente da B3, Gilson Finkelsztain, disse em entrevista ao portal Seu Dinheiro nesta quarta-feira (3) que as corretoras brasileiras “não têm absolutamente nenhuma regulação” e provocou uma rápida reação dos maiores atores locais.

O executivo defendeu os ETFs de criptomoedas como uma forma mais eficiente do investidor brasileiro se expor ao mercado cripto do que comprando o ativo de forma direta nas exchanges.

Além de falar de regulação, Finkelsztain declarou que nas corretoras “o custo de operação é muito, mas muito mais alto e a proteção para o investidor é muito menor. Custa umas 50 vezes mais caro operar criptomoedas do que ações. E depois dizem que a Bolsa é cara”.

Reação do mercado brasileiro

A afirmação polêmica do presidente da B3 gerou reações no mercado brasileiro.

Reinaldo Rabelo, CEO do Mercado Bitcoin, a maior exchange nacional em operação, lamentou o posicionamento de Finkelsztain e apontou o equívoco no comentário que tenta colocar em dúvida a eficiência das corretoras.

“É uma pena que a B3 desconheça o tamanho e a força do mercado cripto. No Brasil, e considerando todas as empresas do setor, já temos mais clientes do que a bolsa brasileira. As plataformas que estão no Brasil seguem regras bem definidas que permitem manter a nossa força de inovação, proteger os investidores e oferecer custos de transação muito menores”, disse Rabelo ao Portal do Bitcoin por meio da assessoria de imprensa.

Rabelo também escreveu um post no Linkedin no qual lamentou o comentário e comparou as taxas praticadas pelos produtos financeiros com criptomoedas disponíveis na B3.

O fundador da exchange BitcoinTrade e atual CEO da empresa de tokenização de ativos Liqi Digital Assets, Daniel Coquieri, disse à reportagem ser positivo que grandes nomes do mercado tradicional estejam de olho nas criptomoedas, mas avaliou como “desnecessária” a provocação de Finkelsztain às exchanges.

“No final do dia, o que mais o mercado reclama são os custos que não fazem mais sentido em operações que não tem mais uma necessidade de ter um centralizador como a B3. O mercado está pedindo por novas tecnologias que de fato tornem as operações mais eficientes e baratas para quem interessa: o dono do ativo e o dono do dinheiro. O resto são todos intermediários que estão só mordendo, e quanto menos intermediários, melhor”, diz Coquieri.

Ele sugere que o comentário do presidente da B3 veio como uma tentativa de tranquilizar os acionistas preocupados com a mudança do mercado. Como apontou a reportagem do Seu Dinheiro, as ações da B3 enfrentam uma queda de 40% em 2021 à medida que cresce um temor que em breve surja um concorrente para enfrentar a B3 na bolsa de valores brasileira.

A corretora mexicana Bitso, que também disputa espaço no mercado brasileiro, disse em nota que “a regulação é absolutamente importante para que o mercado tenha segurança jurídica. Essa segurança é fundamental para que as criptomoedas funcionem não apenas como um importante ativo de investimento, mas no futuro, como um meio de pagamento efetivo para todo tipo de transação, gerando valor para a sociedade nos mais diversos níveis”.

Procuradas, as corretoras Foxbit e Ripio não responderam até a publicação desta reportagem.

Regulação, IN 1888 e números

Desde 2019, todas as exchanges nacionais são obrigadas a  seguir a Instrução Normativa RFB Nº 1888 e informar as movimentações dos clientes todo mês à Receita Federal. 

Além disso, as plataformas que atuam no Brasil geralmente se mostram abertas em dialogar com reguladores e, nos casos em que há suspeita de infrações, auxiliar as investigações das autoridades.

Embora as duas operações tenham custo, é inegável ser muito mais simples para um investidor comum abrir uma conta numa exchange e negociar criptomoedas de graça do que comprar uma cota de ETF cripto na B3.

Mesmo que cada exchange tenha a sua forma de cobrar taxas dependendo do serviço ofertado, a maioria só vai cobrar tarifas no momento do saque do investidor. 

Já no caso do ETF, os administradores do fundo vão cobrar taxas de administração que podem chegar a 1,3% ao ano, além de uma taxa de até 5,5% para a criação de uma nova cota.

Além disso, é preciso levar em conta a questão tributária. ETFs contam com o famoso “come-cotas”, que tira parte dos ganhos mesmo quando não há venda do ativo, uma vez que o investidor não tem isenção no imposto de renda. 

Já na compra direta de criptomoedas numa exchange, o contribuinte só vai precisar pagar imposto sobre o investimento se as alienações (vendas) superarem R$ 35 mil por mês.

1.11.21

Bitcoin fecha em maior valor mensal da história e trader brasileiro vê potencial


O preço do Bitcoin fechou em seu maior valor mensal na história, que acabou sendo de US$ 61.299,00, no último domingo (31/10). Essa cotação foi alcançada após uma sequência de vários dias operando acima de US$ 60 mil, o que consolidou uma alta nessa região de preços.

O mercado agora tende a observar o comportamento do Bitcoin nos meses de novembro e dezembro com atenção, visto que muitas pessoas acreditam que a cotação poderia explodir para US$ 100 mil pela primeira vez.

Um trader brasileiro que acompanhou as negociações do mercado fez uma análise sobre o momento, indicando que pode ser promissor para alta da maior moeda digital.

Na história, Bitcoin fecha em maior valor mensal com oscilador RSI em boa posição

O preço do Bitcoin pode estar para refletir os seus fundamentos no mercado, em um ano assolado pela alta inflação em vários países, além do desemprego crescente.

Assim, como reserva de valor a moeda digital segue chamando atenção e mostrando que faz sentido para muitas pessoas, que estão dispostas a comprar mais até acima dos US$ 60 mil, ou seja, próximo da alta histórica.

Para Allan Raicher, trader de Bitcoin e que compartilha suas análises pelo Twitter, o momento não poderia ser melhor para indicar uma possível corrida de touros em breve. Ele lembrou que, assim como em altas passadas, o oscilador Índice de Força Relativa (RSI) fechar o primeiro candle mensal acima de 71,52 é muito importante.

Raicher destacou em sua análise que para concretizar o mercado de touro, é importante analisar o segundo impulso, podendo este momento registrado hoje ser promissor.

Como demonstrado pelo trader em uma análise pelo Twitter, em altas passadas esse padrão pode ser visto, o que tornaria uma repetição do movimento muito promissora no mercado.

Mercado segue otimista

Outro ponto que pode favorecer uma nova alta para o Bitcoin é a confiança do mercado na moeda, medida pelo baixo medo de investidores, por exemplo. Segundo o Índice de Medo e Ganância do Bitcoin nesta segunda-feira (1), avaliada em 74, o mercado segue otimista.

Assim, entre aspectos técnicos e fundamentais, o mercado segue avaliando o Bitcoin com positividade, com alguns modelos de previsão, como o Stock to Flow do analista Plan B acreditando que novembro deve ser um momento em que a moeda digital alcançará US$ 98 mil.

É bom lembrar que quando o mercado está em euforia, este é um momento de avaliar com cautela as posições, gerenciando o risco das negociações de acordo com cada estratégia.

30.10.21

Depois de recuperar a marca de $ 1, isso ajudará o XRP a subir nas paradas


Enquanto o XRP conseguiu recuperar o terreno perdido após a queda de 14% em 27 de outubro, o alt ainda estava para se afirmar acima dos níveis-chave de preços. Os próximos dias veriam o XRP desafiar algumas barreiras cruciais de curto prazo, ajudado por um MACD e RSI em recuperação.

Se a pressão ascendente vacilar nessas barreiras, a posição do XRP acima do nível de 38,2% de Fibonacci pode ajudar a diminuir a pressão de venda. No momento em que este artigo foi escrito, o XRP era negociado a $ 1,08, alta de 2% nas últimas 24 horas.

XRP Daily Chart


XRP foi deixado lambendo suas feridas depois que uma quebra do triângulo descendente arrastou o preço para uma baixa de quase um mês em US $ 0,96. No entanto, uma resposta de alta no nível de Fibonacci de 50% desencadeou uma corrida para cima e viu o XRP ganhar uma posição acima de $ 1,07.

Agora, um RSI e MACD de alta podem fornecer ímpeto para ganhos adicionais até $ 1,15, mas comprar os volumes necessários para acumular mais para um rompimento para cima. Se o XRP ficar aquém desse marco, espere que o preço seja negociado perto de um suporte confiável no nível Fibonacci de 38,2% nos próximos dias.

Para marcar metas de curto prazo de $ 1,16, $ 1,17 e $ 1,18, o XRP exigia condições de mercado mais fortes. O Perfil de Alcance Visível indicou uma zona de abastecimento significativa abaixo do nível de Fibonacci de 23,6%, o que significa que a pressão para cima precisaria ser constante.

Raciocínio 
Enquanto o XRP se preparava para enfrentar algumas barreiras rígidas, os picos mais altos ao longo do RSI e do MACD eram um sinal encorajador. Um sinal de compra no Índice de Movimento Direcional também ajudaria o XRP.

No entanto, era importante entender que o RSI e o MACD ainda não se estabeleceram em território de alta. Considerando o fato de que os volumes de negociação de 24 horas tiveram um impacto de 24%, o XRP precisava de pistas mais fortes para derrubar suas barreiras.

Conclusão
O XRP enfrentou um enorme desafio para seguir em frente. Os tetos de preço de $ 1,15, $ 1,16 e $ 1,17 podem impedir o aumento do XRP em direção ao nível de Fibonacci de 23,6%, especialmente se os volumes de compra permanecerem fracos.

No entanto, agarrar-se ao nível de Fibonacci de 38,2% foi um passo na direção certa. A trajetória da XRP se tornaria mais clara assim que seus tetos de preços fossem derrubados com sucesso.

Trader anônimo transforma R$ 40 mil em R$ 25 bilhões com Shiba Inu


A forte valorização da Shiba Inu (SHIB) levou vários investidores a embolsarem lucros vultosos. No entanto, um trader anônimo conseguiu a proeza de transformar US$ 8 mil numa fortuna de US$ 4,45 bilhões.

De acordo com o Etherscan, a carteira possui nada menos que 70,2 trilhões de SHIB. O trader começou a adquirir a criptomoeda em 20 de agosto, quando realizou uma compra de 70,1 bilhões de SHIB. A maior operação, contudo, envolveu a compra de 24,2 trilhões, realizada em 6 de setembro.

Além da criptomoeda-meme, o trader também possui frações de tokens UNI, da exchange Uniswap, bem como 2,53 Ether (ETH).

Em reais, os valores correspondem a R$ 45 mil e R$ 25 bilhões, respectivamente. Embora a identidade do trader seja mantida em segredo, suas operações foram divulgadas pelo Morning Brew.

Shiba Inu entra no Top 10

Principal rival da Dogecoin (DOGE), a SHIB e sua “inspiradora” protagonizaram uma verdadeira guerra entre as chamadas memecoins. As duas criptomoedas tiveram excelentes desempenhos, em termos de preço, ao longo de toda a semana.

No entanto, a SHIB acabou levando a melhor, visto que até o fechamento deste texto registra alta de 164,29% nos últimos sete dias. Por outro lado, a DOGE opera em alta de “apenas” 20,19% no mesmo período, conforme dados do CoinMarketCap.

Como resultado, o valor de mercado da SHIB mais do que dobrou e fez a criptomoeda tornar-se uma das dez mais valiosas do mercado. A SHIB ocupa a 9ª posição na lista do CoinMarketCap, uma posição acima de sua rival DOGE.

Em outras palavras, pela primeira vez na história duas criptomoedas-meme ocupam o Top 10 em valor de mercado. Ao longo de 2020, a SHIB acumulou uma impressionante valorização de 80.364.512,2%.

Baleias dominam oferta de SHIB

No entanto, o otimismo com a SHIB esconde um fator de risco, que é a alta concentração da criptomoeda. De acordo com um estudo do Into The Block, dos 549 trilhões de SHIB em circulação, 439 trilhões – 80% da oferta – estão nas mãos de pequenos endereços.

Apenas um desses endereços detém 420 trilhões de SHIB, cerca de 70% da oferta total circulante. Com tal nível de concentração, a possibilidade de que haja manipulação nos preços é muito grande. Um simples despejo de tokens por parte de uma dessas carteiras pode impactar fortemente o mercado.

Quando tais movimentações ocorrem, os pequenos investidores costumam sofrer as maiores perdas. Portanto, a máxima da SHIB está sendo vista com cautela por praticamente todo o mercado.

29.10.21

A febre do jogo de lula domina o mercado de criptografia, enviando token de alta de 2500%


Squid Game, a série coreana que foi uma febre recente no Netflix, agora tem uma capitalização de mercado em alta.

O projeto inspirado na série é uma plataforma criptográfica de jogar para ganhar no Binance Smart Chain. Até o momento, o token do Squid Game “SQUID” custava mais de US $ 3, contra US $ 0,5 nas últimas 24 horas. Além disso, sem razão aparente, a moeda subiu impressionantes 2500 %, com um aumento de 90% no volume de negociação nas últimas 24 horas, de acordo com o CoinMarketCap.

Desde o seu lançamento em outubro, o token teve um grande aumento.

Enriqueça rapidamente

Ao contrário do prêmio máximo de 45,6 bilhões de vitórias sul-coreanas e tarefas com risco de vida no thriller da Netflix, o jogo digital não tem limite para o potencial de vitórias ou risco de vida. No entanto, os investidores precisam estar atentos a esta "luz vermelha". A CoinMarketCap emitiu um aviso de que recebeu “vários relatórios” de usuários que não conseguiram vender este token no PancakeSwap .

O projeto suporta o par SQUID-BNB no PancakeSwap. Não declara por que alguns usuários não conseguem vender seus tokens.

No entanto, o White Paper do projeto discute um mecanismo anti-dump no SQUID.

“Comprar no mercado liberará a venda de créditos com uma taxa de 2: 1.”

Significa essencialmente que “se não houver crédito de venda sobrando no pool”, os usuários não podem vender mais, depois de duas compras.

Como o jogo ganha dinheiro?

456 membros jogam o jogo com um ingresso.

De acordo com o Livro Branco do projeto, cada uma das seis rodadas tem taxas de inscrição predeterminadas no SQUID e recompensas no NFT. 90% das taxas de inscrição foram adicionadas à recompensa do pool para o último vencedor “sobrevivente”. A pré-venda do SQUID começou em 20 de outubro de 2021.

No entanto, a versão Beta do Squid Games provavelmente será aberta para 500 jogadores em novembro, antes de seu lançamento público no mesmo mês.

É digno de nota que o fandom está deixando os usuários vulneráveis ​​a uma recente onda de golpes e malware relacionados aos Jogos Squid. O relatório da Kaspersky Lab afirmou ,

“De setembro a outubro de 2021, os pesquisadores encontraram várias dezenas de arquivos maliciosos diferentes na web com nomes que mencionavam o Squid Game.”

Isso exige cautela por parte dos investidores, mesmo na frente do token, espaço NFT e arena de jogos antes de aceitar o "cartão".

Recentemente, a Cryptoeats, que supostamente arrecadou milhões em financiamento inicial, aparentemente desapareceu após seu lançamento simbólico. O suposto golpe custou aos investidores US $ 500.000, de acordo com os relatórios.

Em outro incidente recente, o Threat Analysis Group (TAG) do Google destacou uma campanha de phishing em andamento relacionada à transmissão de criptografias fraudulentas. A violação atingiu os criadores do YouTube, o conteúdo do canal e as transmissões ao vivo.

27.10.21

XRP - Avaliando as chances de ultrapassar os $ 5 em 2022


Foi um ano forte para o cripto-mercado coletivo. Qualquer ativo entre os 10 primeiros concordaria com essa afirmação, mas esse não seria o caso de XRP . Embora na classificação permaneça em 7º, seu máximo de abril de 2021, de $ 1,966, ainda precisa ser testado novamente.

De uma perspectiva de longo prazo, todos os principais ativos administraram um novo ATH nos últimos meses. Essa lista inclui Bitcoin, Ethereum e Cardano. Para XRP, no entanto, seu recorde de 2017 ainda permanece.

O ímpeto consistente não tem estado a seu lado após o fiasco da SEC. Infelizmente, estruturalmente, seu mercado pode passar por uma grande mudança nos próximos meses.

No entanto, é importante observar que a direção do preço do XRP ainda dependerá de vários fatores externos. O artigo a seguir irá delinear os parâmetros de alta que podem desencadear sua alta.

XRP para retornar ao top 3?

Até o momento, XRP estava classificado em 7º nas paradas, com um valor de mercado de $ 52 bilhões. Binance Coin ficou em 3º com uma avaliação de $ 82 bilhões.

XRP atingindo US $ 82 bilhões nas paradas significaria um aumento de cerca de 60% para US $ 1,75. De acordo com a estrutura do mercado, esse target pode ser extremamente viável.



Tomando o exemplo do gráfico de 1 dia - XRP tem se consolidado fortemente no bolso de liquidez (destacado no gráfico) ao longo do mês passado. Com um triângulo simétrico proeminente se formando no momento da publicação, o potencial de rompimento e recuperação em direção à sua resistência imediata de $ 1,40- $ 1,50 é bastante alto.

Uma confirmação pode ser obtida pelo fato de que volumes de negociação mais baixos foram atendidos por preços em queda, o que significa que qualquer pico de volume de negociação acionaria automaticamente uma inclinação.

No entanto, o alcance do XRP pode não estar mais limitado apenas a $ 1,40 ou $ 1,50. O ativo pode estar olhando para a possibilidade de atingir seu ATH de 2017 até o final de dezembro e continuar sua alta no próximo ano.


O gráfico mensal para XRP, considerando que explode na direção desejada, parece estar almejando estruturalmente uma violação maciça de $ 10 no gráfico.

Agora, embora tal movimento seja quase insondável, pode haver algumas narrativas lentamente balançando a favor de XRP.

Coinbase, SEC e Warren Buffett ?!

A SEC começou a sofrer pressão sobre a Ripple no final do ano passado e, em dezembro de 2020, entrou com uma ação contra a organização e dois de seus executivos. O valor da XRP despencou durante um período coletivo de alta e então, a Coinbase anunciou seu fechamento de capital em 19 de janeiro.

Já se passaram 10 meses desde que o processo foi ajuizado e até agora, Ripple não foi considerado culpado. Nos últimos meses, o ímpeto mudou em direção ao Ripple. Na verdade, a SEC foi ordenada pela juíza Sarah Netburn para oferecer explicações mais claras sobre por que o teste de Howie se aplica a XRP, e não a Ether e Bitcoin.

Jeremy Hogan, um advogado ativo no processo XRP-SEC, afirmou :

“UH-OH. A SEC será forçada a admitir que não há nada em um desses contratos que crie uma expectativa de lucro por parte dos compradores de XRP. Isso é um grande problema para a SEC. ”

Com os desenvolvimentos positivos lentamente em torno de XRP e Ripple, uma parte da comunidade acredita que é apenas uma questão de tempo até que XRP seja listado novamente no Coinbase.

Embora ambas as narrativas tenham um impacto direto na avaliação de XRP, o ângulo de Warren Buffett pode ser de longo prazo.

Segundo relatos, a Berkshire Hathaway investiu US $ 500 milhões no banco brasileiro NEO, que já é membro da RippleNet e utiliza seus serviços de ODL.

Pode-se especular que Buffett viu alguma forma de valor intrínseco nos serviços de remessa de ODL da Ripple. Isso pode ter levado a esse investimento massivo.

Não conte suas galinhas antes de chocarem

Independentemente das narrativas atraentes, é essencial entender que esses aumentos de preço (mesmo que apenas) para XRP podem ocorrer nos próximos meses e trimestres, e não semanas.

Ainda é importante entender a dinâmica do mercado antes de investir em um ativo que tem feito malabarismos com o mercado e a volatilidade legal há mais de um ano. Portanto, como sempre, faça sua própria pesquisa, porque isso não é um conselho de investimento.

26.10.21

Balanço de bitcoin nas corretoras de criptomoedas chega ao menor nível desde 2018


O balanço de bitcoin nas principais exchanges de criptomoedas do mundo acaba de atingir o menor nível em três anos: são 2.400.500 BTC disponíveis para compra neste momento.

Os dados da Glassnode foram compartilhados no Twitter pelo analista Dylan LeClair, que ressaltou que uma quantidade tão baixa de bitcoin nas corretoras não era vista desde agosto de 2018.

“Aumento de procura. Fornecimento fixo. O que você acha que acontece depois?”, questionou o analista. “Observa a mudança de tendência distinta em março de 2020? Não acho que seja uma coincidência. O mundo mudou”.



Conforme apontou LeClair, o pico de bitcoin nas exchanges aconteceu durante a quebra do mercado financeiro no início da pandemia, mas desde então o balanço da criptomoeda nas plataforma de compra e venda está em queda, sinalizando que menos bitcoin está disponível para compra.

De acordo com os dados da Bybt, o balanço médio de BTC nas 12 maiores exchanges do setor está em queda nas últimas 24 horas (-40.606 BTC), na semana (-25.496 BTC) e no mês (-30.254 BTC). 

As carteiras da Kraken, hoje a quinta maior exchange do mundo em volume, são as que registram as maiores retiradas de bitcoin — só nos últimos sete dias foram -36.754,07 BTC.

Estoque diminui, preço aumenta

A movimentação das exchanges acontece em paralelo com a ascensão de preço do bitcoin, que na semana passada, renovou seu topo histórico para US$ 66.930. O novo recorde veio com a agitação do mercado provocada pelo lançamento dos ETFs de futuros de bitcoin nos EUA.

De acordo com o relatório semanal da Glassnode divulgado nesta segunda (25), os novos produtos de bitcoin fizeram a quantidade de contratos em aberto na bolsa de Chicago (CME) aumentar US$ 3,9 bilhões em outubro, um crescimento mensal de 265%. O novo impulso culminou em um novo recorde histórico de US$ 5,4 bilhões em contratos futuros de bitcoin na CME.

Todo o movimento de preço fez com que parte dos detentores de longo prazo aproveitassem o momento para realizar lucros. Os analistas da Glassnode indicaram que o fornecimento desse grupo diminuiu cerca de 39,5 mil BTC nas últimas duas semanas. 

No entanto, a queda no estoque das exchanges demonstra que do outro lado do balcão, existem pessoas dispostas a comprar as criptomoedas que voltam ao mercado.

“Quando olhamos para isso no contexto, segue-se um período de incrível acumulação e HODLing, onde a quantidade de ativos em posse de detentores de longo prazo aumentou em 2,42M BTC desde as mínimas em março”, diz o relatório. 

“A oferta atual desses detentores é 680.000 BTC maior do que no ano passado e, mesmo depois de semanas gastando, está começando a voltar para o lado positivo. Esta observação sugere que talvez a distribuição tenha sido até agora mais um ‘evento’ do que uma tendência”, conclui o estudo.



25.10.21

Santos Futebol Clube anuncia token por R$ 50 no Mercado Bitcoin, atrelado a direito sobre transferências de jogadores como o astro Neymar Jr.


Com a parceria, que será desenvolvida pelo MB Digital Assets, braço de ativos digitais do Mercado Bitcoin, o Santos Futebol Clube ganha dia 26 de outubro um token baseado no mecanismo de solidariedade da Fifa, chamado TOKEN DA VILA

O Santos Futebol Clube, um dos principais times do Brasil, anunciou, nesta sexta, 22, uma parceria com a exchange Mercado Bitcoin e que irá tokenizar o direito de venda de jogadores formados pelo time da baixada santista, em São Paulo.

Com a parceria, que será desenvolvida pelo MB Digital Assets, braço de ativos digitais do Mercado Bitcoin, o Santos Futebol Clube ganha dia 26 de outubro um token baseado no mecanismo de solidariedade da Fifa, chamado TOKEN DA VILA.

Com isso, os torcedores do Peixe e seus admiradores podem ajudar o clube, a seguir sua reestruturação financeira e ainda investir num produto ligado a uma cesta formada pelos famosos Meninos da Vila, como Neymar Jr. 

O token, que custará R$ 50 cada na sua oferta inicial, é lastreado nos direitos do Mecanismo de Solidariedade da FIFA, que o Santos tem sobre 12 jogadores que o clube formou nas categorias de base, que estabelece que um percentual de até 5% sobre cada transferência do jogador seja retornado aos clubes que o formaram entre os 12 e 23 anos.

Com isso, o Token da Vila será remunerado toda vez que acontecer uma transferência onerosa de um dos jogadores da cesta. Serão cerca de 600 mil tokens, que totalizam uma oferta de R$ 30 milhões ao mercado.

Santos e Mercado Bitcoin

Segundo o executivo de marketing do Santos FC, Rafael Soares, o clube está sempre atento ao mercado e às tendências de geração de novas receitas.

“Encontramos no Mecanismo de Solidariedade da FIFA uma oportunidade de trazer para o certo uma receita que outrora seria incerta para o Clube”, ressalta Soares.

O token é formado por uma cesta de jogadores jovens que têm uma carreira ascendente e contam com grande potencial de valorização, sobretudo no ano que vem, quando acontece a próxima Copa do Mundo.

Além do craque Neymar Jr., também estão na cesta Gabriel Barbosa, atual artilheiro da Copa Libertadores, Rodrygo, Alex Sandro e Lucas Veríssimo, jogadores convocados regularmente para a Seleção Brasileira, e também Emerson Palmieri, naturalizado italiano, convocado regularmente para a seleção italiana campeã da Eurocopa deste ano.

“Contamos com o apoio da nossa imensa torcida para que o produto seja um sucesso e possamos seguir nesse caminho de reestruturação financeira que essa gestão tem buscado desde o início. Essa operação é muito interessante, porque ganha o clube, gerando receita nova, ganha o Mercado de Bitcoin tendo o Santos na sua prateleira de clientes e certamente ganhará o comprador do Token da Vila, porque a expectativa de transacionar esses atletas listados é extremamente alta”, explica Soares.

Tokens

Segundo o MB, nos quatro primeiros meses de oferta primária do Token da Vila, o valor unitário do token se mantém com valor fixo (R$50,00 cada), e após este período será aberto o mercado secundário onde o preço do token varia de acordo com a oferta e demanda do mercado, onde os investidores terão a oportunidade de comprar e vender os tokens de acordo com a flutuação de preço.

“O Token da Vila deve atrair a atenção de muita gente, e não apenas do torcedor santista. O Peixe é um clube reconhecido em fornecer novos jogadores para a Seleção, é o time que revelou Pelé, o Rei do Futebol, que jogou praticamente toda a sua carreira no clube. O Santos sempre manteve essa tradição de revelar craques, como os que estão no token, e isso fortalece muito a proposta de nosso produto’’, explica Ronaldo Faria, diretor do MBDA.

Segindo Faria, esta é uma oportunidade rara de apostar em jogadores promissores se utilizando da tecnologia mais moderna para proteger esse investimento.

Jogadores da cesta que integram o token

  1. Alan Patrick (Shakhtar Donetsk da Ucrânia);
  2. Alex Sandro (Juventus de Turim, Itália);
  3. Caio Henrique (Monaco, França)
  4. Emerson Palmieri, (Olympique Lyon,França);
  5. Gabriel Barbosa (Flamengo, Brasil);
  6. Gustavo Henrique, (Flamengo, Brasil);
  7. Jean Lucas (Monaco, França);
  8. Kaio Jorge (Juventus,Itália);
  9. Lucas Veríssimo (Benfica, Portugal);
  10. Neymar Jr. (Paris Saint-Germain, França);
  11. Rodrygo Goes (Real Madrid, Espanha) e
  12. Yuri Alberto (Internacional, Brasil).

Segundo o MB, as negociações estarão disponíveis a partir do dia 26 de outubro.


GeraLinks - Agregador de links