22.9.21

Mais de US$ 1 bilhão em futuros de criptomoedas são liquidados em meio às tensões da Evergrande


Um total de US$ 1,2 bilhão em futuros de criptomoedas foi liquidado nas últimas 24 horas à medida que os mercados globais continuam em queda, de acordo com a plataforma analítica Bybt.

No momento em que este texto foi escrito, as altcoins começam a ensaiar uma recuperação. O Bitcoin (BTC) também tenta sair zona vermelha, em alta de 2% na manhã desta terça-feira (21), segundo dados do CoinGecko. Desde sábado, no entanto, o BTC caiu 10% e agora é negociado a US$ 43.310.

O Ethereum (ETH), o segundo maior ativo digital por capitalização de mercado, também desvalorizou 12% desde o fim de semana, caindo para cerca de US$ 3.049 até o momento.

Como resultado da queda em curso, uma onda de liquidações foi vista em plataformas de negociação de derivativos de criptomoedas.

Isso ocorre porque, quando os mercados estão passando por quedas ou picos, as posições super alavancadas são liquidadas automaticamente pelas corretoras, uma vez que os traders não podem mais atender aos seus requisitos de margem.

Naturalmente, as posições compradas (long) foram responsáveis pela maior parte das liquidações de hoje. De acordo com o Bybt, 83,5% das posições liquidadas nas últimas 24 horas eram de traders que apostavam na alta dos preços, totalizando uma perda de quase meio bilhão de dólares.

Por outro lado, apenas US$ 96,8 milhões em posições vendidas (short) foram liquidadas no mesmo período. No total, pouco mais de 205 mil traders perderam suas posições no dia anterior, enquanto a maior liquidação individual, avaliada em US$ 10 milhões, ocorreu na exchange BitMEX.

O efeito Evergrande

Não é apenas o setor de criptomoedas que despencou nos últimos dias; outros mercados, incluindo o S&P 500, o Dow Jones Industrial Average e os mercados de ações globais, também permanecem em desaceleração.

Muitos analistas estão atribuindo a queda do mercado global às recentes preocupações em torno de Evergrande, a gigante do setor imobiliário da China que possui mais de US$ 300 milhões em dívidas. De acordo com a CNBC, um potencial colapso da empresa pode afetar a economia global como um todo.

“Evergrande é uma empresa sistemicamente importante”, disse Jimmy Chang, diretor de investimentos da Rockefeller Global Family Office, ao portal. “Se a China tivesse um problema econômico sério por causa da Evergrande, o resto da economia global seria contagiada”.

21.9.21

Photoshop: 10 dicas práticas para iniciar na ferramenta


O photoshop é uma das ferramentas da Adobe mais utilizadas no mundo todo, e isso se deve por sua incrível capacidade de atrelar diversas ferramentas e opções de montagem, edição e mesclagem de imagens.


Todas essas possibilidades criam um amplo universo de opções, onde a criatividade fica livre para criar e desenvolver aquilo que bem entender. Até hoje, o photoshop é o principal software de edição de imagens.


O avanço da tecnologia e a criação de novos aplicativos, principalmente aqueles atrelados aos smartphones, conseguem entregar a facilidade de acesso e resposta de usuários casuais, mas quando o assunto é um trabalho profissional, o photoshop é a melhor escolha. 


Essa realidade popularizou a ferramenta e muitas pessoas passaram a ganhar dinheiro editando fotos e criando montagens para as plataformas digitais. Praticamente toda a publicação de uma rede social, blog ou site necessita de uma foto editada.


Além disso, o mundo atual exige que as fotos sejam tratadas de forma profissional e que não exponham de forma abruptamente a quantidade de filtros utilizados em uma só foto. Precisa atrelar o profissionalismo com a casualidade e os tempos modernos.


Quase como um tacógrafo digital, os celulares tentaram imitar o photoshop, mas não conseguiram. Ocorre que, infelizmente, devido ao ar profissional que envolve o programa, acabam tendo medo de aprender ou sequer sabem por onde começar.


Se o seu desejo é aprender um pouco mais sobre o photoshop, seu lugar é aqui. Hoje, separamos 10 dicas para qualquer iniciante se enquadrar dentro do photoshop e saber ao certo como começar a utilizá-lo. 

1 - Entendendo a interface 

A empresa desenvolvedora do photoshop, a Adobe, é conhecida por ter o que chamamos de painel de interface padrão, ou seja, a maioria dos seus programas seguem uma estrutura de organização parecida e totalmente adaptável à sua escolha.


Isso quer dizer que tanto as guias, quanto as caixas de ferramentas utilizam padrões de localização bem próximos a si, ou seja, oferecem uma série de possibilidades de uso sem sequer serem mudadas de lugar.


Contudo, se for do seu interesse, existe a possibilidade de fazer essa mudança. Caso você não goste da interface ou queira mudar a área de trabalho de forma como preferir, deixando fácil para você, é possível.


No Photoshop você pode criar uma área de trabalho movendo as ferramentas, como se utilizasse rodas e rodízios, somente com aquilo que você utiliza em seu dia a dia. 


Essa opção é muito boa para quem faz edições mais casuais ou utiliza sempre a mesma ordem devido a padrões a serem seguidos dentro de uma empresa.

2 - Faça ajustes automaticamente  

Muitas vezes, seja por ser um iniciante, ou não se interessar por todo o conteúdo visual que envolve as imagens, as pessoas acabam se esquecendo de uma ferramenta dentro do photoshop, os ajustes automáticos. 


Da mesma forma que uma rede social de fotos consegue aplicar filtros, aqui você também faz algo parecido, mas é mudando sutilmente as configurações da imagem ajustando aquilo baseado na inteligência do programa. 


Se houver alguma dificuldade, é sempre possível buscar por consultoria de TI para pequenas empresas para que eles realizem aqueles milagres que só a galera do TI (Tecnologia da Informação) conseguem resolver. 


Além disso, também é possível buscar na guia de imagem as opções de ajuste automático dentro da sua imagem e pronto, agora é só mexer.

3 - Cuidado com as camadas 

As camadas ou layers são talvez a parte mais importante dentro de uma montagem ou edição dentro do photoshop. Um bom editor sabe utilizar bem as camadas, afinal, são elas que organizam o trabalho. 


Existem muitos conteúdos que oferecem soluções em internet para organização de camadas, mas saiba que somente a prática te levará a compreender como elas funcionam e seguem uma espécie de hierarquia. 


Uma camada precisa estar em cima de outra interferindo, ou não, na forma como elas se apresentam. Basicamente, você pode criar uma camada para editar outra ou simplesmente adicionar algo a mais em sua imagem sem que ela interfira com as demais. 


O photoshop dispõe de diversas formas de organizar suas camadas e cada editor as organiza da maneira como acredita ser a mais organizada. No final, as pessoas não consomem o projeto, mas a imagem fica pronta. 

4 - A galeria de filtros do Photoshop 

Ah, então você achou que foram as redes sociais que introduziram os filtros no mundo? Pois é, não foram. 


Os filtros são, basicamente, pessoas que criaram um estilo de edição (cores, efeitos, edições e afins)  e salvaram na galeria do photoshop para qualquer pessoa poder usar.


Dentro do software existe a galeria de filtros que funcionam da mesma forma como o Instagram, além disso, você pode buscar por algo na internet e baixar diretamente para o seu computador caso não encontre dentro da galeria. 

5 - Salvando tudo para a internet 

Aqui existe uma possibilidade que poucos aplicativos de celular dispõe para o ajuste das plataformas digitais. As versões mais recentes do photoshop já são capazes de iniciar projetos voltados para as redes específicas.


Basta criar o projeto e ajustar de acordo com a sua escolha de destino. É possível salvar o arquivo em JPEG, PNG, JPG e outros. Assim, você consegue manter a qualidade da imagem e destiná-la para a plataforma ou site correto sem cortar nada ou pesar na rede.


  • Instagram;
  • Facebook;
  • Pinterest;
  • Twitter;
  • Linkedin.

Essas são algumas ferramentas pelas quais o Photoshop já disponibiliza versões de salvamento e até de edição ou criação a serem realizadas antes da inserção de qualquer conteúdo. Desse modo, você faz o trabalho já de acordo com o padrão dessas redes. 

6 - Adicione os textos que desejar 

Você pode encontrar a opção de adicionar texto dentro do Photoshop somente apertando a tecla “T”, mas também pode encontrá-la representada pela mesma letra, na caixa de ferramentas de edição à esquerda do seu monitor. 


Textos são elementos de fixação na maioria dos conteúdos utilizados hoje em dia, logo é quase certo que tenha de inserir algo dentro de algumas de suas publicações. O legal é que você pode mudar o alinhamento do texto, curvando ou até deixando circular.


Você também pode mudar as fontes, cores e até mesmo baixar uma fonte de alguma série que gostou. Basta baixar os arquivos e adicioná-los juntos à pasta de fontes do Photoshop. 

7 - Fazendo os seus primeiros cortes 

Os cortes são polêmicos, há quem diga que a essência de uma imagem está no todo que ela entrega, mas se tratando da criação de conteúdos, é quase certo que você utilize com frequência as diversas ferramentas de corte.


Há muitas formas de fazê-los, mas a mais intuitiva é utilizar a tecla “C” para acionar diretamente a ferramenta de corte localizada na barra de ferramentas à esquerda de seu monitor. 


Aqui basta fazer igual o Paint, selecionar o que você deseja e confirmar com a tecla “Enter”.

8 - O bom e velho Preto e Branco 

Esse é um ajuste bem utilizado para diferentes fins e diferentes situações. Pode ser facilmente acionada com um filtro que já ensinamos ou por meio do submenu de Ajustes, localizado na guia “Imagem”.


Aqui você consegue deixar  a sua imagem da cor que desejar utilizando o sensor de nível de cores do Photoshop.  É possível deixar tudo preto e branco, azul ou verde. Deixe a sua criatividade te guiar. 


9 - Redimensionando uma imagem sem estourá-la

As imagens que não são vetoriais podem ser redimensionadas até certo nível de pixels antes que percam a proporção.


 Na linguagem popular é dito que a imagem “estourou” ou “alargou”, mas na realidade isso ocorre pela mudança nas proporções delas.


Toda a imagem corre o risco de sofrer com isso, mas existe um limite se tratando de imagens bem tratadas. 


No momento de redimensionar uma imagem, considere utilizar a tecla “Shift” junto com a ação, desse modo, você garante que elas cresçam ou diminuam de forma uniforme.


É como se você estivesse utilizando uma espécie de válvula globo, que controla o tanto que a imagem possa estar crescendo ou diminuindo. 

10 - Considere investir em um bom curso 

Um bom curso de photoshop pode garantir a você boas dicas de como utilizá-lo da melhor forma possível. Você pode acompanhar conteúdos gratuitos na internet capazes de te darem uma boa base introdutória e em seguida tentar começar as suas criações.


Não desanime, pois no início pode parecer tudo muito complicado e complexo, mas essa sensação é fruto de toda a facilidade que as redes sociais entregam. Ser completo não significa ser complicado, mas que apenas detém de mais opções a serem exploradas;


Por isso, a criação de uma imagem feita no photoshop é totalmente diferente de tudo que é feito em sites e aplicativos normais. A diferença para quem consome é clara, pois se trata de um trabalho feito em algo exclusivo para aquilo. 


A empresa do programa também dispõe de dicas, exemplos e até comunidades com tutoriais que ensinam a fazer novos efeitos e artes visuais. Explore a comunidade, estude bastante e aprenda


Portanto, lembre-se:  a criatividade pode ser grande como aqueles tanques industriais que vemos no cinema, cheia de novas possibilidades.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Receita Federal dos EUA contrata empresa para hackear carteiras de criptomoedas



Caso o dinheiro aprendido pelo governo estivesse em um banco, ele seria confiscado em questão de minutos.

Com a popularização do uso de carteiras de hardware para armazenar grandes quantias de criptomoedas, como Bitcoin, a Receita Federal americana decidiu investir no desenvolvimento de técnicas para obter acesso a fundos de tais dispositivos.

A oportunidade de contrato, disponível no System for Award Management, site governamental que lista e registra contratos entre o Estado e empresas privadas, mostra que a empresa VTO, Inc. foi a única que mostrou ter capacidades para tal trabalho.

O contrato entre a empresa e o governo durará dois anos, começando neste dia 30 de setembro.

A justificativa de tal ação é que embora carteiras sejam apreendidas rotineiramente, o processo de descriptografá-las tem sido desafiador. Necessitando de mais pesquisas forenses para obter resultados satisfatórios.

O VTO terá a tarefa de explorar um único tipo de dispositivo, ou modelo específico, e mostrar como pode comprometer a integridade das proteções das carteiras e apreender seu conteúdo.

Uma vez que essa prática for aplicada de forma consistente, a VTO trabalhará na exploração de uma variedade de carteiras para identificar tendências nas técnicas de exploração e quaisquer variáveis ​​que sejam consistentes em diferentes dispositivos.

A segurança das carteiras de hardware
As carteiras de hardware, ou hardware wallets em inglês, são conhecidas pela sua segurança, já que as transações são assinadas na própria carteira, trabalhando assim em um ambiente seguro.

Embora o objetivo do governo dos EUA seja buscar por exploits, ou seja, falhas na segurança destes dispositivos, muitos fabricantes já trabalham com programas de recompensa para quem encontrar bugs que possam fazer com que fundos sejam roubados.

Dito isto, é perceptível que enquanto o governo trabalhará com apenas uma empresa, os fabricantes estão sempre abertos para testes realizados por todas as pessoas e empresas que desejam participar de tal programa.

Além disso, dependendo da falha encontrada por governos, os fabricantes podem liberar novas versões de firmware/software que possam corrigi-la.

Seja o seu próprio banco
Caso o dinheiro aprendido pelo governo estivesse em um banco, ele seria confiscado em questão de minutos. O uso de criptomoedas permite que apenas o cidadão tenha acesso ao seu próprio dinheiro, ou ao menos dará algum trabalho ao governo.

O governo americano pode conseguir encontrar falhas em carteiras de hardware, permitindo que os mesmos tomem posse do dinheiro alheio, todavia isso é outra corrida de gato e rato: falhas podem ser corrigidas e/ou fundos podem ser movidos.

Além das carteiras de hardware, outras opções para garantir a segurança de seus fundos são brain wallets e outras técnicas que permitem que você gere e guarde sua seed (12 palavras-passe) de forma offline e fora de equipamentos eletrônicos.

20.9.21

Livros digitais que podem mudar a sua vida!


Conheça os livros digitais que podem ajudar a mudar sua vida para melhor!

Livro digital é qualquer conteúdo de informação, semelhante a um livro, em formato digital, que pode ser lido em equipamentos eletrônicos - computadores, PDAs, Leitor de livros digitais ou até mesmo celulares que suportem esse recurso, existindo ou não sua versão em papel.

  • 10 ALIMENTOS QUE AJUDAM A EMAGRECER
  • AGINDO COMO EMPREENDEDOR
  • Atraindo Riqueza e Saúde
  • COMO PERDER GORDURA ABDOMINAL
  • COMO ADQUIRIR A CONFIANÇA DE CONCRETO
  • DESENVOLVIMENTO PESSOAL NA PRÁTICA
  • DESENVOLVENDO O MINDSET DE NEGÓCIOS
  • 10 PASSOS PARA A AUTO-CRENÇA DE SUCESSO
  • A FELICIDADE COMEÇA COM VOCÊ
  • COMO IMPORTAR DA CHINA
  • COMO CRIAR UM GERENCIADOR DE NEGÓCIOS NO FACEBOOK
  • COMO ANUNCIAR NO GOOGLE E ATRAIR MUITOS CLIENTES
  • COMO VENDER MUITO NO INSTAGRAM E FACEBOOK
  • COMO VENDER NO YOUTUBE
  • CRIAÇÃO DE SITES E COMUNICAÇÃO PERSUASIVA
  • UMA JORNADA CHAMADA BITCOIN
  • MAGRA PARA SEMPRE 2.0
  • PORNOGRAFIA - A KRYPTONITA QUE ENFRAQUECE SEU PODER
  • COMO CALAR O CÉREBRO E AGIR
  • ESTRATÉGIAS PARA DINHEIRO RÁPIDO
  • O MINDSET DO EMPREENDEDOR IMPARÁVEL
  • AGINDO COMO UM EMPREENDEDOR
  • REVELA-ME
  • A CIÊNCIA DE FICAR RICO
Estes são alguns ebooks que pode acrescentar na sua vida

Fora os + de 240 Cursos Online com Certificação!

Nada muda se você não mudar e dedicar-se!

A Escolha é sua! Descubra essa oportunidade incrível clicando aqui e comece agora mesmo mudar sua vida!

Bitcoins: O que faz do Texas a nova capital mundial das criptomoedas


Quando a China anunciou a ofensiva ao comércio de bitcoins, em maio, Kevin Pan, executivo da empresa de criptomoedas chinesa Poolin, tomou um voo no dia seguinte para deixar o país.

“Decidimos nos mudar de uma vez por todas e para sempre. Não voltaremos”, disse Pan à BBC. Com sede em Hong Kong, a Poolin é a segunda maior rede de bitcoins do mundo, com a maior parte de suas operações na China.

O país detinha cerca de 70% do poder mundial de mineração de bitcoin, até que, a partir de maio, a repressão do governo chinês a esse tipo de negócio fez o preço das criptomoedas despencar e pegou os empresários do setor desprevenidos.

Autoridades chinesas argumentaram que as critpomoedas estavam “perturbando a economia local e a ordem financeira”, que os altos e baixos nos preços “violam seriamente a segurança dos ativos das pessoas” e que o modelo em vigor favorece transferências ilegais e lavagem de dinheiro. Acredita-se que a China também esteja querendo proteger sua própria moeda digital, lançada em abril para testes.

Agora, os “refugiados dos bitcoins” da China estão tentando encontrar, com urgência, novos locais para se instalar, seja no vizinho Cazaquistão, na Rússia ou na América do Norte – porque, para os ‘mineradores’ de bitcoin, tempo é literalmente dinheiro.

“Tivemos que encontrar uma nova localização para as máquinas”, disse o vice-presidente da Poolin, Alejandro de La Torre. “Cada minuto com a máquina parada não gera dinheiro.”

Naquilo que alguns chamam de “grande migração da mineração de criptomoedas”, os executivos da Poolin estão entre os muitos empresários do setor de bitcoins que desembarcaram recentemente no Velho Oeste americano, principalmente em Austin, no Texas – que está rapidamente se convertendo em um polo mundial de criptomoedas.

Bitcoin é uma moeda digital, sem forma física. Essas moedas só existem e são trocadas online. São criadas quando um computador “extrai” o dinheiro, resolvendo um conjunto de complexos programas matemáticos. É assim que os “mineradores” de bitcoins, que manejam esses computadores, ganham com a moeda.

Por ser um novo modelo de dinheiro, que transcende as fronteiras nacionais, também gera muita confusão e potencial de entrar em conflitos com regras governamentais.

É por isso que as duas coisas que os empresários de bitcoin mais valorizam são: eletricidade barata e um ambiente de baixo controle regulatório.

O Estado do Texas se encaixa bem nesses requisitos.

Nova fronteira para a mineração de bitcoin
Pan diz que o Texas o recebeu calorosamente. Dias depois de sua chegada, foi presenteado com um rifle AR-15. Ele disse que poderá usar a arma um dia para caçar cerdos a bordo de um helicóptero.

Se os campos de tiro e os churrascos texanos são vistos como um entretenimento, o maior atrativo para os mineradores de bitcoins é a proteção legal para suas empresas.

“O que nos aconteceu na China não acontecerá nos EUA”, diz seu colega De La Torre.

O governador do Texas, Greg Abbott, é um defensor das criptomoedas. “Está acontecendo! O Texas será líder em criptomoedas”, publicou ele no Twitter em junho.

Naquele mesmo mês, o Texas se tornou o segundo Estado dos EUA, depois de Wyoming, a reconhecer as criptomoedas na sua lei comercial, abrindo caminho para empresas do setor operarem lá. Desde então, muitas empresas chinesas têm buscado estabilidade e oportunidades no Texas.

A empresa Bit Mining, com sede em Shezhen, no sudeste da China, planeja investir US$ 26 milhões para construir um data center nos EUA, enquanto a Bitma, de Pequim, está ampliando suas instalações em Rockdale, Texas.

Essa pequena cidade, de 5,6 mil moradores, já abrigou uma das maiores plantas de produção de alumínio do mundo. Agora, está emergindo como o novo centro mundial de moedas como as bitcoins.

‘Valores parecidos’
Poderia ainda haver outra conexão subjacente entre a indústria de criptomoedas e o Texas, já que De La Torre disse que os mineradores de criptomoedas e os texanos compartilham “os mesmos valores”: “Os texanos levam muito a sério suas liberdade e direitos, assim como os bitcoiners.”

Os especialistas acreditam que a repressão às criptomoedas na China foi motivada pela vontade do governo chinês em ter um maior controle sobre os mercados financeiros. Um efeito colateral é que isso pode levar profissionais qualificados aos EUA, defende um pesquisador.

“Essa migração é positiva para os EUA em termos de aquisição de talento e fomento de um ecossistema de inovação”, diz Kevin Desouza, professor de negócios da Universidade de Tecnologia de Queensland, que pesquisa sobre política de moeda digital na China.

Riscos políticos e energéticos

Além do entorno regulatório, a indústria se alimenta de energia e está em busca de eletricidade barata. O Texas tem um dos preços de energia mais baratos do mundo. Os consumidores desfrutam de mais opções de provedores de energia, o que estimula essas empresas a baixarem os preços para se manterem competitivas.

Durante os picos de demanda de energia, as fazendas de bitcoin podem até mesmo vender energia não utilizada pela sua rede de computadores.

Embora El Salvador esteja se tornando o primeiro país a adotar o bitcoin como moeda nacional – por sinal, com bastante confusão -, os empresários de criptomoedas preferem os EUA por causa da infraestrutura elétrica mais desenvolvida, diz De La Torre.

Mas alguns analistas alertam que a “grande migração” pode ter sérias repercussões, já que as cidades terão dificuldades para atender à enorme demanda de energia.

Em fevereiro, os apagões que se seguiram a uma tempestade de neve mortal deixaram milhões de casas e empresas no Texas sem energia por dias. Mais de 200 pessoas morreram.

Durante a queda de energia, as fazendas de bitcoin foram compensadas para permanecerem offline.

Essa forte demanda por energia faz com que a indústria de mineração de criptomoedas tenha uma enorme pegada de carbono, o que tornou o setor alvo de muitas críticas de ambientalistas.

Em fevereiro, pesquisadores da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, afirmam que os processos de mineração de criptomoedas consomem cerca de 121,36 terawatt-horas (TWh) por ano, uma quantidade que não tende a cair, a não ser que o valor da criptomoeda despenque. Vale destacar que um terawatt equivale a 1 bilhão de kilowatts, e esse total é maior do que o consumo inteiro da Argentina, país de 45 milhões de habitantes.

Atores estrangeiros hostis’
Por fim, o escrutínio das empresas chinesas nos EUA também pode atrair mais atenção para esses recém-chegados da indústria de criptomoedas.

O Texas aprovou recentemente uma lei que impede que “atores estrangeiros hostis” acessem infraestrutura importante, incluindo sua rede elétrica.

A nova lei teria sido impulsionada pelo plano multimilionário da China de construir um parque eólico no sudoeste do Texas. Críticos desse projeto chinês dizem que ele poderia ser usado para hackear a rede elétrica do Estado e obter informação de inteligência de uma base militar dos EUA que fica ali perto.

O professor Desouza diz que, embora seja improvável que o acesso às redes de energia seja um problema para os mineradores de criptomoedas no curto prazo, o risco político continuará a evoluir.

E a indústria de criptomoedas também vai perder algo precioso que possuía na China: mão de obra barata e obras com ritmo acelerado.

Segundo Pan, enquanto uma nova fazenda de bitcoin demora cinco meses para ser construída na China, no Texas isso poderia demorar até 18 meses.

Os preços mundiais de exportação e transporte também dispararam durante a pandemia, tornando mais caro enviar máquinas de bitcoin da China aos EUA.

Apesar dos custosos e lentos esforços, Pan diz que sua empresa está decidida a se estabelecer no Texas.

“É uma terra livre, e muitos bitcoiners estão aqui”, disse. “Nos sentimos em reunião familiar.”

Lava de vulcão nas Ilhas Canárias destrói pelo menos 20 casas


A lava do vulcão Cumbre Vieja que entrou em erupção no domingo (19) na ilha espanhola de La Palma, no arquipélago turístico das Canárias, destruiu várias casas - informaram as autoridades nesta segunda-feira (20).

Primeira a ser registrada nesta ilha em 50 anos, a erupção provocou a retirada de quase 5 mil pessoas.

"São muitas as casas destruídas", disse à AFP um porta-voz do governo regional das Canárias, acrescentando que "não há um número estabelecido ainda". 

Em entrevista à televisão pública, o prefeito de El Paso, uma das localidades afetadas, afirmou que pelo menos "20 casas" foram destruídas.

"Em sua passagem, a lava não deixou absolutamente nada", descreveu o prefeito Sergio Rodríguez, acrescentando que os moradores "têm muita incerteza". 


"Vão levar muito tempo para voltar, com certeza", comentou Rodríguez sobre o possível retorno às suas casas.

A imprensa espanhola estimou que pelos menos 100 residências foram atingidas pelo material expulso pelo Cumbre Vieja. 

A erupção começou no domingo, pouco depois das 15h locais (12h00 em Brasília). 


O governo regional das Ilhas Canárias disse na manhã de hoje no Twitter que não há previsão de novas erupções no momento, já que os fluxos de lava agora seguem "em direção ao mar". 

Segundo o presidente das Canárias, Ángel Víctor Torres, o vulcão Cumbre Vieja teria entre 17 e 20 milhões de metros cúbicos de lava.

"Segundo a comissão técnica, tudo parece indicar que não haverá novos pontos de erupção", acrescentou Torres, que reiterou que a "segurança" dos habitantes está "garantida". 

O presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez, adiou sua viagem a Nova York prevista e se deslocou para La Palma. Está lá desde a noite para acompanhar a evolução das operações. 

O vulcão Cumbre Vieja ficou sob estrita vigilância há uma semana, devido a uma forte recuperação de sua atividade sísmica. A última erupção na ilha de La Palma foi há 50 anos, em 1971.


Informações R7

“Estamos em guerra contra o bitcoin”, diz presidente da Turquia


“Estamos em guerra contra o bitcoin“, declarou o presidente da Turquia Recep Tayyip Erdogan ao participar de uma reunião com estudantes em Mersin, no sul da Turquia.

De acordo com a Bloomberg HT, a declaração partiu do presidente ao ser questionado por um participante no evento se o Banco Central tinha interesse em abrir para as criptomoedas. Mais do que confirmar a falta de interesse, Erdogan disse que está em uma guerra contra as criptomoedas e luta para combatê-las. 

A declaração polêmica veio poucos dias após o Banco Central da Turquia lançar uma plataforma de colaboração para estudar a emissão de uma Moeda Digital de Banco Central (CBDC), a lira turca digital.

O banco disse que concluiu a etapa de prova de conceito da CBDC e passou para a próxima etapa de testes com a participação de diversas empresas de tecnologia, como  a Aselsan e Havelsan, além do centro de ciência e tecnologia TÜBİTAK.

Os resultados dessa fase de testes devem ser anunciados no ano que vem, quando o BC decidirá se vai ou não emitir a lira turca digital.

O interesse na tecnologia blockchain, no entanto, não significa que o governo vai baixar a guarda para as criptomoedas. “Continuamos na estrada com nosso dinheiro, que é nossa identidade fundamental nessa questão”, rebateu o presidente durante o evento.

Turquia vs Bitcoin
A declaração de guerra contra o bitcoin pelo presidente da Turquia não é uma surpresa já que desde o começo do ano o país vem impedindo o avanço do mercado cripto no país. Em abril, o governo turco proibiu que o bitcoin e outras criptomoedas fossem usadas para fazer pagamento no país. 

Na ocasião, o Banco Central defendeu a medida dizendo que a proibição era necessária porque os criptoativos “não estavam sujeitos a quaisquer mecanismos de regulamentação e supervisão de uma autoridade central”, citando possíveis danos “irreparáveis” e outros riscos com transações envolvendo ativos digitais. 

Já em maio, os reguladores publicaram um decreto que tornou mais rigorosas as regras que as exchanges deveriam seguir para operar no país,  obrigando todas as empresas do setor a seguir as mesmas diretrizes de segurança dos bancos tradicionais. 

Ao mesmo tempo, o interesse da população turca pelo bitcoin só cresce no país que sofre a desvalorização da sua moeda nacional. Quando o presidente Erdogan demitiu o presidente do Banco Central em março, fazendo a lira turca despencar frente ao dólar, as buscas no Google pelo termo ‘bitcoin’ dispararam no país.

19.9.21

Essas métricas pintam uma imagem de duas caras do que vem a seguir para Litecoin


Ao longo do ano, o criptoverso viu algumas grandes bombas e dumps impulsionados por FUDs que afetaram severamente os preços dos tokens. Heck, mesmo o Bitcoin não foi poupado da ira dos FUDs, muito menos moedas de meme como Dogecoin e Shiba Inu. No entanto, uma alt que tem mostrado alguma resistência ao mesmo é Litecoin.

O preço do Litecoin subiu rapidamente na segunda-feira, antes de recuar, depois que um comunicado de imprensa divulgando uma parceria com a gigante do varejo Walmart Inc. acabou sendo falso. No entanto, apesar do resto do mercado ser bastante morno na hora da imprensa, a LTC estava notavelmente se mantendo melhor do que as demais.

O que ajudou a segurar o preço desta moeda?

Status do clube de moedas OG da LTC
O Litecoin, em certo momento, foi avaliado em US$ 240, um aumento de quase 40%, após a emissão de um comunicado de imprensa que divulgou uma parceria Litecoin-Walmart. Os volumes comerciais da altcoin também tiveram seu maior pico desde 19 de maio. Infelizmente, esses números caíram rapidamente depois que o Walmart esclareceu que o comunicado de imprensa era fraudulento.

Embora isso definitivamente tenha sido um golpe, foi notável que o preço da LTC não caiu drasticamente após o FUD.

Para Litecoin, no entanto, algumas boas notícias seguiram alguns dias depois. A AMC fez manchetes ao anunciar que suportará Bitcoin Cash, Ethereum e Litecoin. Embora os preços do ETH e do BCH não notem muito impacto, o preço da LTC manteve-se fortemente no nível de suporte de US$ 170.

É possível, então, que o Litecoin tenha se mantido tão bem desde que faz parte do clube de moedas OG que existe há muito tempo. Além disso, o apoio constante das instituições tem possibilitado seu crescimento.

Mesmo assim, as métricas da LTC pareciam estar pintando uma imagem de dois lados para a altcoin.

Aqui está o veredicto das métricas...

Enquanto os endereços ativos para LTC estavam em uma ATH em 8 de setembro, eles tiveram uma queda logo depois. Os efeitos posteriores do FUD não eram tão evidentes quanto os endereços ativos ainda eram maiores do que os números vistos no ano passado. O downtick em endereços ativos também viu sinais de reversão postar as notícias do FUD quando foram vistos formando uma curva de recuperação em forma de V.

Além disso, o aSOPR e a dormência destacaram padrões contrastantes. A dormência mostrou que moedas mais antigas estavam em circulação – Um mau sinal para o preço. Além disso, o aSOPR em diferentes médias destacou que os lucros estão sendo realizados.


Mesmo com o preço do Litecoin caindo na hora da imprensa, seu aSOPR foi tendência mais alta. Isso implicava que os lucros estão sendo realizados com potencial para que a oferta anteriormente ilíquida seja devolvida à circulação líquida.

Assim, enquanto a trajetória de médio-curto prazo da LTC parece enfrentar certos obstáculos devido à queda do mercado maior, as perspectivas de longo prazo parecem boas. Além disso, a resistência da LTC no FUD foi a prova da força de mercado da Litecoin.

18.9.21

Grupo no Facebook 100% Ermelino Matarazzo completa 8 anos de existência


O grupo no Facebook 100% Ermelino Matarazzo completa 8 anos de existência, criado pelo casal e administrado por Carlos Augusto Martins e Andréia Reguengo que nos deixa o recado abaixo:


Carlos Augusto Martins e Andréia Reguengo

O casal Carlos Augusto Matins e Andréia Reguengo moradores do bairro Ermelino Matarazzo onde a família SHD reside a mais de 40 anos dispensa apresentação, direta e indiretamente fazem e fizeram parte de diversas atividades de solidariedade e prol-Ermelino Matarazzo.

Grupo 100% Ermelino Matarazzo:

Nós do Seja Hoje Diferente aproveitamos a oportunidade para parabenizar o casal pela iniciativa e administração do grupo 100% Ermelino Matarazzo no Facebook.

Não podemos deixar de agradecer também pela parceria e ajuda divulgação dos artigos e atividades de solidariedade do Seja Hoje Diferente que são publicados periodicamente no grupo 100% Ermelino Matarazzo onde, não somos só grato aos administradores como aos amigos participantes do grupo que são seguidores e visitadores do Seja Hoje Diferente.

Parabéns Carlos e Andréia e que venha mais anos de 100% Ermelino Matarazzo.

Um forte abraço!

Painéis gigantes em São Paulo celebram a história do grafite



Nascido dentro da cultura hip hop, o grafite conquistou o status de arte e espaço nos museus. 

Mas é na periferia, em sua origem, que essa expressão artística melhor se traduz. 

Nos muros de São Miguel Paulista, um dos bairros mais antigos da Zona Leste paulistana, quatro grafiteiros celebram a história da comunidade em três painéis gigantes.


Show não é mesmo? 

Se você gostou também irá gostar de...


Volte sempre ao Seja Hoje Diferente.

Como começar a investir em criptomoedas com pouco dinheiro?


Você acha que precisa de muito dinheiro para começar a investir? 

Nada disso! 

No Mercado Bitcoin por exemplo, você começa a montar a sua carteira de investimentos com apenas R$ 50,00 (cinquenta reais), diversificando com autonomia e liberdade. 

Aperte o play e saiba como!


O Seja Hoje Diferente não ganha nada indicando o Mercado Bitcoin para Você?!

De pouco em pouco chegamos a muito, nós do SHD sempre aconselhamos nossos amigos, seguidores e visitantes e começarem investir em criptoativos de maneira pé no chão e investindo dinheiro que não vai lhe fazer falta, dinheiro da balada por exemplo.

Indicamos o Mercado Bitcoin por além de ser uma das maiores se não a maior exchange do Brasil, ela é muito mais fácil operar, principalmente para os que estão apredendo.

O link para o Mercado Bitcoin é livre, sem afiliação ou bonificação ou seja, nossa indicação ao MB (Mercado Bitcoin) não bonifica o Blog Seja Hoje Diferente, indicamos só pelo prazer de que nossos amigos comecem a conhecer mais e investir em criptoativos. 

Acesse www.mercadobitcoin.com.br e comece já + lembre-se comece com pouco, use dinheiro que não vai lhe fazer falta e, se quiser começar no MB com algumas "Sugestões" do SHD estamos a disposição em nosso network de amigos (Clique Aqui).

E fique ligado no Blog SHD onde trazemos notícias e informações sobre criptomoedas, investimentos, oportunidades de negócio e muito mais para você. 

17.9.21

A primeira rede de publicidade cripto do mercado

A A-ADS oferece três modelos de pagamento: CPM (custo por moinho), CPA (custo por ação) e CPD (custo por dia).

Costumávamos permitir misturar todos eles em uma única campanha, mas por uma questão de simplicidade e melhor gestão de campanhas, decidimos nos afastar dessa abordagem.

Agora, cada campanha tem apenas um modelo de pagamento, que define seu tipo: CPM, CPA ou CPD. Você pode vê-lo no painel do usuário.

Como escolher o tipo de campanha?

Você escolhe o modelo de pagamento após a criação da campanha.

3 modelos de publicidade: CPD, CPA e CPM

Respeitamos a privacidade dos usuários da rede

Pagamentos usando várias criptomoedas

Custo por dia

Nosso modelo de pagamento padrão é CPD (custo por dia): anunciantes pagam pela parte do tráfego das unidades de anúncios direcionadas.

Recomendamos este modelo de pagamento porque ele tem várias vantagens:

  • Suas despesas e ritmo de campanha são previsíveis e uniformes;
  • você controla quais unidades de anúncios exibem seus anúncios (e você pode verificar);
  • você não paga pelo tráfego falso: os editores não podem esgotar seus orçamentos fingindo impressões e seus concorrentes - clicando em seus anúncios.
  • A principal desvantagem desse modelo de pagamento são os recursos limitados de segmentação, por isso é mais adequado para campanhas publicitárias globais. 

Custo por moinho

CPM (custo por moinho) é provavelmente o modelo de pagamento mais antigo no campo da publicidade online. É bastante simples: os anunciantes definem o preço e a quantidade de impressões que querem comprar.

Recomendamos usar este modelo somente se você realmente precisar de geo-targeting e selecionar cuidadosamente as unidades de anúncios para sua campanha, pois não podemos garantir a qualidade das impressões de anúncios.

Observe que o tráfego para campanhas de CPM é contado menos estritamente do que para campanhas de CPD: medimos sua singularidade no âmbito de uma campanha (não toda a rede). 

Erupção de vulcão nas Ilhas Canárias pode gerar tsunami no Brasil?


O governo da Espanha emitiu, alerta amarelo de risco de erupção do vulcão Cumbre Vieja, localizado na ilha de La Palma, nas Ilhas Canárias, próximo à costa do continente africano.  Desde o dia 11 de setembro, a atividade sísmica está intensa na região e, até o momento, o Instituto Geográfico Nacional (IGN) da Espanha registrou 4.530 terremotos na região. 

O fenômeno reacendeu a discussão de possibilidade de formação de tsunami que poderia atingir a costa brasileira, especialmente no Nordeste.

Segundo Marcelo Assumpção, professor do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG/USP), as chances de isso acontecer são baixas e para que um tsunami chegue ao Brasil, a atividade vulcânica teria de ser excepcional para derrubar uma parte da Ilha, provocando um deslizamento gigantesco em direção ao mar.

O professor Anderson Nascimento, coordenador do Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, reforçou que a possibilidade do fenômeno ocorrer é muito baixa.

– A atividade vulcânica na região das Canárias é comum e é monitorada. Na região do Atlântico, não existe nenhum sistema alerta de tsunami porque o risco é baixíssimo para isso ocorrer – disse o sismólogo. 

– A probabilidade é muito pequena, até porque, para emitir um alerta de tsunami, é preciso saber qual foi terremoto, que tipo de fenômeno provocou o tsunami, para poder calcular com esse tsunami vai se propagar e, tão importante quanto isso, é saber como essas ondas, de um eventual tsunami, vão chegar às costas dos países. No caso do Brasil, esse risco é muito pequeno.


Em entrevista ao G1, o professor e pesquisador do Departamento de Geociências da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Saulo Vital, afirmou que existem quatro níveis de alerta para tsunami. O amarelo é o segundo nível dessa escala, sendo um estado de observação por causa dos pequenos sismos dos últimos dias—em outras palavras, o alerta é importante, mas não é dos mais graves.  

Com os dados atuais, seria difícil especificar com clareza quais Estados brasileiros seriam afetados por um possível tsunami. Porém, devido ao formato da costa brasileira, a região do Nordeste se torna a mais vulnerável, principalmente o litoral setentrional, formado pelos Estados do Ceará, Rio Grande do Norte e nordeste do Maranhão.

Apesar dos riscos serem muito pequenos, evento desse tipo já ocorreu no Brasil. Segundo a Rede Sismográfica Brasileira, no dia 1º de novembro de 1755 um tsunami atingiu a costa do Nordeste após um terremoto que atingiu Lisboa, em Portugal.


Como montar uma fábrica de licores?


Para montar uma fábrica de licores você precisa primeiramente aprender as receitas. Em seguida você necessita de um espaço amplo para produção, então tenha pelo menos 100 m² para a mini fábrica funcionar.

O investimento inicial fica a partir dos R$ 25 mil Reais para um pequeno negócio.

Seja qual for o seu objetivo, fazer um licor mais simples ou um mais sofisticado, para começar nesse negócio você precisa aprender alguns pontos que eu considero muito importantes.

Então aproveite essas dicas de como montar uma fábrica de licores que eu trouxe para você! A partir do momento que você tiver coragem para dar o primeiro passo e conseguir agir, as coisas podem dar certo.

O que é o licor?

O licor é uma bebida alcoólica doce e composta, ou seja, feita a partir da mistura de ingredientes que lhe dão sabor (como frutas, ervas, sementes e outros) com um líquido alcoólico (seja rum, uísque ou qualquer outro).

Essa bebida tão apreciada em todo o mundo geralmente possui um teor alcoólico alto, mas pode ser produzida com baixa ou nenhuma taxa de álcool, e os sabores são os mais variados.

O licor é utilizado de diferentes maneiras, seja para servir após o jantar para auxiliar na digestão ou mesmo no preparo de coquetéis e sobremesas. Existe licor de todos os jeitos e sabores e os apreciadores gostam ainda mais por conta disso.

Costuma ser doce e por ser uma bebida fraca e relativamente barata, a sua saída é muito positiva e a margem de lucro também.

Como montar uma fábrica de licores: Conheça a produção!
Produzir licor é simples se você se dedicar a essa tarefa. É por isso que, fora dos muros das fábricas de licor, pequenos empreendedores, especialmente agricultores que se dedicam ao cultivo de frutas, têm apostado nesse negócio para ganhar dinheiro.

Uma das vantagens de trabalhar com a produção de licores é que você pode utilizar os frutos e ingredientes típicos de sua região para criar sabores diferentes e únicos.

As receitas caseiras, inclusive, são muito apreciadas e várias pessoas apostam nessa ideia para garantir um rendimento extra.

Por isso, se você ficou interessado em abrir um negócio de licores artesanais, saiba que é mais simples do que você imagina. Confira no próximo tópico algumas dicas sobre como montar uma fábrica de licores e se dar bem nesse ramo tão produtivo.

Como montar uma fábrica de licores: Dicas para começar?

A partir de agora vou falar com você sobre a parte mais estrutural do negócio. Logo aqui embaixo você vai ver uma série de tópicos que vão te levar a decisões cruciais sobre o seu negócio.

Se você realmente quer ganhar dinheiro com uma fábrica de licores você não só precisa prestar atenção, como também deve tomar muito cuidado antes de dar um passo que seja.

Tudo precisa ser planejado e pensado com antecedência: É isso que significa montar um negócio embasado e que tenha capacidade para crescimento.

Então aproveite:

1. Local para instalar a fábrica de licores
Uma das primeiras preocupações de quem quer abrir um negócio próprio é o local onde ele será instalado. Com a fábrica de licores, não é diferente. É por isso que, na hora de decidir onde irá funcionar a sua fábrica, você deve se atentar a alguns pontos importantes.

Em primeiro lugar, encontre um espaço suficientemente grande para comportar todas as etapas de produção. Além disso, recomenda-se que a área de fabricação do licor possua paredes e pisos azulejados ou outros materiais que permitam a lavagem do ambiente após a produção.

Quanto à estrutura da fábrica, é necessário que o local possua basicamente os seguintes espaços:

  • Espaço para a recepção das matérias-primas;
  • Área de produção;
  • Depósitos para armazenamento dos ingredientes e também para guardar as bebidas prontas;
  • Escritório para os assuntos administrativos;
  • Vestiários;
  • Banheiros;
  • Refeitório (que devem ser distantes da área de fabricação dos licores).
  • Lembre-se sempre de seguir as normas técnicas de vigilância sanitária e verificar junto à Prefeitura do seu município quais são as exigências para se abrir uma empresa.

2. Procure matérias primas para produção
Antes de montar a sua fábrica de licores, você deve conhecer os processos e as matérias-primas utilizadas, a fim de planejar o investimento total nesse negócio. Em relação aos ingredientes e materiais utilizados, fique atento às seguintes dicas.

O álcool, uma das principais matérias-primas utilizadas na fabricação do licor, deve ser escolhido com cuidado, pois irá interferir diretamente na qualidade final da bebida. O recomendado é que você opte pelo álcool de cereais, por ser mais refinado e não possuir nenhum odor.

A água utilizada no preparo de licor deve ser sempre potável e você deve optar pelo açúcar refinado. Outro ingrediente que não pode ser esquecido é o xarope. Este deve possuir até 70% de concentração de açúcar, o que permite que a bebida seja conservada por muito mais tempo.

Quanto aos ingredientes que irão definir o sabor do licor, como frutas e ervas, uma dica valiosa é que eles sejam cultivados por você. Dessa forma, é possível ter certeza da procedência dos produtos.

Caso isso não seja possível, você deve encontrar fornecedores confiáveis e que ofereçam matérias-primas saudáveis, de qualidade e que não sofram qualquer danificação durante o manejo e o transporte.

3. Monte uma equipe de trabalho
A equipe de produção, aliada à qualidade dos materiais e equipamentos utilizados, é quem irá definir o sucesso do seu produto. Por isso, é fundamental que você selecione colaboradores eficientes e comprometidos com a realização do trabalho.

Se possível, contrate pessoas experientes ou forneça cursos e treinamentos para capacitá-los a produzir os licores. Você mesmo deve procurar se especializar na área, para que a sua produção obtenha ainda mais sucesso.

4. Equipamentos para fábrica de licores
Na fábrica de licores, você irá precisar basicamente dos seguintes equipamentos:

  • Fogão industrial;
  • Engarrafadora manual;
  • Balanças;
  • Utensílios de cozinha como facas, colheres, peneiras e funis;
  • Vasilhames e recipientes;
  • Além de equipamentos de proteção para os funcionários, como luvas térmicas, toucas e aventais;
  • Entre outros.

5. Embalagens na produção de licores
Trabalhe com embalagens de vidro em todas as etapas de produção e também na fase de distribuição do licor. Isso porque o material permite que a bebida não perca suas propriedades. Além disso, nunca reutilize uma embalagem.

Para a comercialização, você pode usar a criatividade na hora de criar os rótulos dos licores. Só não pode se esquecer de especificar informações importantes, como o valor nutricional, os ingredientes utilizados e o teor de álcool da bebida.

Venda do licor: Um passo importante para o seu negócio

Você pode comercializar os licores para diversos estabelecimentos, especialmente aqueles voltados à venda de produtos artesanais.

Algumas dicas de locais onde os licores podem ser muito bem aceitos pelos clientes são: padarias, restaurantes, bares e mercados. Você também pode vender os licores por atacado.

Uma dica para você que quer saber como montar uma fábrica de licores é abrir uma loja que seja anexa ou próxima à área de produção. Isso irá garantir que sua marca seja conhecida e que todos os seus produtos sejam disponibilizados em um só lugar.

Não se esqueça de divulgar o seu produto, existem diversas maneiras de você fazer isso: redes sociais, site próprio da marca, panfletos, cartões de visita, o famoso boca a boca e aqui no site seja hoje diferente.

Aqui vai mais uma dica: aposte na venda de seus licores em feiras de produtos artesanais. Nesses locais, diversos produtores se reúnem para expor suas peças e mercadorias, e essa pode ser uma ótima chance de você faturar ainda mais.


GeraLinks - Agregador de links