13.9.21

Vereador tenta criar o 'Dia do Corno' em município da Paraíba


O vereador Luciano Serrano (PSDB-PB), conhecido como Nininho do Bode, tentou criar um Projeto de Lei que definiria o ‘Dia do Corno’ na cidade de Santa Rita, na região metropolitana de João Pessoa, na Paraíba. O dia escolhido seria 26 de junho.

O projeto, no entanto, foi barrado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Municipal. Segundo Jackson Alvino (PSD), presidente da Comissão, o projeto é “incompatível com os princípios norteadores da sociedade”.

O vereador falou sobre a repercussão da proposta: “Até os cornos que hoje reclamam da proposta vão comemorar” o dia dos cornos. Vão aparecer na comemoração “os cornos, os futuros cornos e os simpatizantes”.

Para justificar o Projeto de Lei, o vereador disse que “corno” é uma figura folclórica da cidade. O vereador está no seu primeiro mandato e foi eleito com 656 votos.”

Morre Airton Machado, vocalista do Garotos de Ouro, em acidente aos 62 anos


O músico Airton Machado, vocalista da banda Garotos de Ouro, morreu aos 62 anos após um acidente com o ônibus do conjunto na madrugada desta segunda-feira (13) em Águas Mornas, região metropolitana de Florianópolis, em Santa Catarina. Uma mulher de 32 anos ficou gravemente ferida e foi encaminhada ao Hospital Regional de São José, que fica próximo ao local.
 
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informa que Airton dirigia o veículo quando o ônibus saiu da pista e bateu em um barranco em uma curva por volta da 1h30. O último show realizado pelo músico ocorreu em São Joaquim, na região da Serra no Estado, nesse sábado (11). A banda Garotos de Ouro lamentou a perda do colega nas redes sociais.

"Calou a gaita mais fandangueira dos bailes do sul do Brasil. Nos deixa uma das maiores influências da nossa música gaúcha, o coração dos Garotos de Ouro chora com uma dor irreparável. A família Garotos de Ouro comunica com pesar o falecimento do fundador Airton Machado nesse dia 13 de setembro de 202", diz o texto. 

A Quadra Poliespotiva do Parque Linear Mongaguá - Ganha Melhorias através de ação de amigos para o basquete


Tudo começou quando nosso amigo "Potência" enviou uma fotografia para os amigos do Mais Basquete que a publicou em suas redes sociais.

A foto nada mais era que a lousa da Quadra Poliespotiva do Parque Linear Mongaguá - Francisco Menegolo - Ermelino Matarazzo. 

Para os que são moradores aqui do Bairro de Ermelino Matarazzo esta quadra é localizada atras da Escola Estadual Therezinha Aranha Mantelli na Rua Prof. Antônio de Castro Lopes, 930.

Na foto enviada, veja abaixo:


A foto publicada no instagram do Mais Basquetes (@mbasquete) enviada pelo Potência do Projeto Estrela da Manhã Time de Basquete viralizou foi quando o amigo Cristian Capeto (@ccapeto) iniciou através de seus network e amigos uma ação de solidariedade em prol colocando tabelas, aros e cestinhas para a garotada.

Gratidão a todos os envolvidos:

Agradecemos a estas pessoas do bem que comovidos fizeram graças a união a alegria da garotada que agora não usa mais uma caixa para fazer cestas.

Nós de Ermelino Matarazzo não só agradecemos, como temos a obrigação de manter o investimento desse pessoal, cuidando e zelando.

Nós do Seja Hoje Diferente, pedimos a juventude frequentadores do Parque, da Pista de Skate, da Quadra Poliesportiva, comerciantes e moradores que fiscalizem e tentem manter, que não haja vandalismo.

Nós do Seja Hoje Diferente, já conversamos com alguns lideres e pessoas que estão e frequentam constantemente este local para nos ajudar neste cuidado.


Agradecer Faz Bem!

Nós do Seja Hoje Diferente, agradecemos aos novos membros de nosso Network que vem crescendo a cada dia. 

E assim, esta corrente de contatos dos amigos do SHD vai se ampliando e foi assim que chegamos através do Network a iniciar uma soma com estas novas pessoas que já carinhosamente fazem parte direta ou indiretamente do SHD.

Agradecemos ao nosso Parceiro e Membro do SHD: Fernando da Academia Universo Fitness por aumentar nosso Network com o "Pontência" que nos trouxe o Mais Basquete, Cristian Capeto e outros.

Parabéns pela iniciativa e registramos nossos agradecimentos a todos os envolvidos direta ou indiretamente. 

Muito Obrigado.

Redes Sociais dessa Galera do Bem:



7 dicas para ganhar a confiança do seu cachorro

Quem tem como pet um cachorro sabe que eles são animais companheiros, fiéis e muito obedientes quando bem educados.

Por conta disso, ganhar a confiança dele desde filhote é um processo que demanda atenção e tempo para conseguir ter resultados positivos.

Sempre que você pensa em adotar um novo pet, é muito comum que se pergunte quais são os passos corretos para ganhar mais confiança do filhote, para brincar e se divertir com seu novo amigo de quatro patas o quanto antes.

Entretanto, alguns animais possuem uma personalidade e um temperamento mais forte, tanto aqueles que são adotados adultos quanto filhotes.

Por isso, é importante saber como se aproximar e ganhar a confiança deles antes de ter mais liberdade com ele, normalmente utilizando acessórios pet atacado para te ajudar nesse processo.

O comportamento dos pets é muito importante para lidar com a proximidade e a atenção que será dada para ele, além de ensinar convivência e deixá-lo mais confortável com outras pessoas e com outros animais.

Dessa forma, você tranquiliza o animal e passa uma sensação de conforto, ideal para você lidar com ele de maneira mais efetiva e garantir uma estrutura de mais qualidade para a rotina dele.

Por conta disso, é muito importante ter atenção a esse contato inicial, aproveitando melhor estes momentos para criar um vínculo mais forte com o pet, usando um guia para cães para oferecer recompensas pelo bom comportamento.

Ganhando a confiança de seu pet

Existem algumas dicas comuns que podem ajudar muito a criar esse laço de confiança entre o pet e seu dono, e é muito importante que isso seja feito com atenção e inteligência para você trabalhar de maneira mais efetiva.

Para que isso ocorra, alguns especialistas criaram uma série de conselhos para que você possa conquistar a confiança de seu cachorro sem ter nenhum tipo de problema, criando uma relação amigável e divertida com ele.

Vale lembrar, entretanto, que cada pet é único, e nem sempre as mesmas dicas funcionam para todos os pets.

É preciso identificar quais destes conselhos se adaptam melhor a sua realidade para que você consiga conquistar um espaço de qualidade na relação.

Na dúvida, você sempre pode recorrer a um especialista para criar uma proximidade maior e adestrá-lo de maneira profissional, caso esteja com dificuldades de criar essa aproximação por conta própria.

Os serviços de um profissional de adestração costumam ser acessíveis, e alguns profissionais são altamente qualificados, trabalhando como uma máquina de alinhamento para te ajudar nesse processo.

É importante, entretanto, que você verifique o histórico e o perfil do profissional para ter mais segurança e tranquilidade.

Procure um adestrador que não utilize violência ou métodos que possam prejudicar o pet. Normalmente, veterinários e pet shops costumam trabalhar com recomendações de profissionais capacitados que terão esse mesmo tipo de cuidado com seus cães.

1.    O contato visual

Este é um dos primeiros passos de relacionamento entre o pet e seu dono. Normalmente, é realizado antes mesmo de você iniciar brincadeiras e carinhos, uma vez que se trata de um contato inicial que deve ser feito de forma adequada.

Especialistas indicam que você deve evitar o contato visual nos primeiros momentos. Ainda que essa recomendação pareça estranha à primeira vista, é preciso pensar que um pet lida com relações de maneiras diferentes de humanos comuns.

A mente do pet deve ser compreendida para que você consiga trabalhar corretamente essa aproximação. Nesse primeiro momento, um olhar direto e intenso pode ser entendido como um desafio para o pet.

É comum que ele queira fazer uma sondagem de solo e terreno, se for a primeira vez dele em um local. Dê o espaço e o tempo necessário.

Isso significa que ele entenderá que precisa ficar alerta, o que o deixa muito menos amigável e algumas vezes até perigoso, podendo causar um acidente. Evite forçar olhares, e trate-o de forma natural para que ele comece a se sentir mais confortável.

2.    Locais pouco movimentados

Neste momento de descoberta, é importante que você tenha atenção e foco do pet para você. Um local muito movimentado, com rodas e rodízios dos carros e barulhos estranhos pode enchê-lo de estímulos, fazendo-o ficar confuso sobre o que deve ter sua atenção.

De forma similar a um relacionamento humano, conhecer alguém em um local tranquilo é muito melhor do que em um ambiente com muito barulho, onde não há uma forma de se comunicar assertivamente.

Esse tipo de lugar pode ser estressante para o pet, deixando-o ansioso e pouco propenso a se aproximar de você, uma vez que terá algo o incomodando constantemente.

Por isso, o ideal quando você recebe um novo pet em casa é ter um espaço muito mais tranquilo, próximo de um transmissor de nível, que te ajude a monitorar esse momento.

3.    Entenda o que seu pet quer dizer

Embora os cães não consigam se comunicar através da fala, eles costumam deixar sinais muito claros de suas vontades e necessidades. Ter atenção a esse tipo de elemento pode ser fundamental para ganhar a confiança do amigo peludo.

Se um cão está encolhido, rosnando ou com o rabo para baixo, ele pode estar muito irritado e pronto para atacar, por isso, pode reagir de forma violenta. O ideal nestes casos é deixar o pet em paz e evitar qualquer tipo de contato.

Se ele se sente encurralado, ou se não consegue enxergar uma oportunidade de fugir, uma interação forçada pode acabar deixando-o nervoso, possibilitando um ataque que pode ser muito prejudicial para o dono, podendo até mesmo fugir através de dutos de exaustão.

Além disso, o pet em si ficará traumatizado com a experiência, uma vez que ele não consegue compreender que as intenções do dono não eram ruins. Esse tipo de contato forçado é terrível para a confiança entre o pet e o tutor.

4.    Trabalhe com reforço positivo

Esta é uma das técnicas mais antigas e funcionais para lidar com cães, principalmente em estágios iniciais de conquista de confiança. Trata-se de uma prática simples que ajuda a maioria dos tutores a ensinar o básico para os animais.

A técnica do reforço positivo consiste em dar algum tipo de agrado ou premiação por comportamento adequado.

Isso significa que quando o animal faz suas necessidades no lugar certo ou responde a algum comando de seu dono, ele deve receber algum tipo de compensação.

Esse tipo de técnica coloca o animal com uma postura mais adequada, uma vez que ele deseja mais desse agrado. Você pode trabalhar com uma série de recursos para conquistar resultados mais expressivos, como:

  • Brinquedos;
  • Petiscos;
  • Carinhos;
  • Passeios.

Independente do tipo de agrado, é importante que ele seja presenteado no momento em que fizer a ação positiva, para garantir que você terá uma ação mais efetiva.

5.    Respeite o tempo do animal

Assim como acontece com humanos, é preciso tempo para criar proximidade e ter uma relação mais amistosa com os pets. Você precisa dar tempo para que o animal o reconheça e queira brincar e se divertir com você.

Alguns cachorros têm um tempo de espera muito menor que outro, mas é importante que você evite ações precipitadas que podem acabar atrapalhando a relação mais do que ajudando, criando uma estrutura de relacionamento mais adequada.

Deixe que o pet se aproxime por conta própria inicialmente, uma vez que isso mostra que ele está aberto a conhecer você.

Desse momento em diante, você pode começar a conduzir a relação para conseguir mais efetividade em suas ações, realizando um tratamento de superfície antes de iniciar um contato mais próximo.

6.    Estímulo constante

Estimular o pet também é muito importante para que você ganhe a confiança deles.

Normalmente, o cão precisa de atividades e brincadeiras para se desestressar, então essas práticas acabam sendo muito importantes para você trabalhar corretamente com seu animal.

Alguns brinquedos e atividades também estimulam a mente do animal, trabalhando com seus instintos e permitindo que ele consiga ter uma estrutura mais qualificada para praticar sua natureza, garantindo assim um conforto maior para seu pet.

7.    Consulta profissional

Apesar de isso já ter sido mencionado no texto, é preciso ressaltar o quão importante é um adestrador profissional para garantir mais qualidade de vida para você e seu pet. Ações mal executadas durante o processo de conhecimento podem ser desastrosas.

Muitas vezes, lidar com os traumas de um cãozinho é muito mais difícil do que trabalhar com um profissional qualificado nessa etapa de conquista de confiança, garantindo uma estrutura mais apropriada para lidar com ele.

Considerações finais

Cuidar de um cãozinho é um trabalho muito divertido e agradável, mas que demanda uma boa dose de responsabilidade. Trata-se de uma vida que precisa de carinho, atenção e cuidados, e você precisa se comprometer com tudo isso antes de pensar em ter um pet.

Portanto, é importante lembrar que ele é um ser vivo, que possui uma personalidade e um jeito de agir. Esse primeiro contato deve ser fundamental para criar uma relação de amizade e companheirismo com seu amigo de quatro patas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

5 dicas para ensinar responsabilidades para crianças


Cuidar de uma criança exige uma série de responsabilidades, com atribuições que passam por diferentes áreas. Não é como lidar com a organização de uma empresa, até porque as responsabilidades são maiores.


Ter uma criança em casa requer uma série de cuidados, desde a alimentação, o vestuário, a educação ao lazer dos pequenos. Tudo isso acompanhado de um importante contato emocional, fortalecendo laços importantes no desenvolvimento humano.


Um conjunto de palavras bonitas não basta para resumir a dificuldade de se criar um filho. Tamanha também é a quantidade de recompensas provenientes desse trabalho, graças ao amor e o carinho recebido por esses pequenos indivíduos.


Porém, criar uma criança exige mais do que um preparo estrutural, como instalar um guarda corpo de alumínio na varanda, para se prevenir contra qualquer acidente. É preciso uma preparação social, pois você está criando um ser social, capaz de opiniões próprias.

Crianças não só cópias dos seus responsáveis

Compreender a identidade única de uma criança é uma das primeiras coisas que um pai ou mãe, principalmente os de primeira viagem, precisam saber. Por mais que os filhos possuam traços parecidos com os pais, eles são indivíduos próprios.


Cientificamente, a criança herda traços genéticos que formam as suas características físicas, o que torna um filho “a cara do pai ou da mãe”. Até mesmo alguns preceitos de personalidade são passados, como um temperamento mais forte, por exemplo.


Já a construção social da criança depende especificamente do ambiente em que ela cresce, de acordo com as referências com as quais ela é apresentada. É o que faz um bebê que nasce no Brasil ser tão diferente de um que nasce na França.


O país de nascença em si não interfere na formação de personalidade - sem contar com as características físicas de um povo - mas o campo emocional, que irá definir os costumes sociais, é o que será afetado pela cultura local.


Em um país de condições climáticas geladas, o uso de luvas é comum em todas as idades. Já em um local de clima quente, o contato com esse objeto só acontece em situações específicas, como alguém que trabalha como mecânico e precisa de luvas de segurança.


Em geral o ambiente tem uma grande importância na formação do indivíduo, mas também não o único responsável nessa ação. É só se lembrar da diferença entre irmãos, que mesmo criados da mesma forma, apresentam características diferentes.


Como irmãos gêmeos, que mesmo tendo semelhanças comportamentais, e uma clara correspondência física, são pessoas de ideias e gostos completamente diferentes. Algo explorado em excesso pela ficção, com o irmão bom e mau nas novelas.


A vida real é muito mais complexa, o que faz com que os filhos cresçam e se tornem pessoas completamente diferentes dos pais, algo positivo em certo sentido, pois é o que permite que a sociedade avance, ao invés de se manter estagnada no tempo.


Mas nem sempre essa transformação é positiva, principalmente quando essas crianças não foram preparadas desde cedo para lidarem com as responsabilidades da vida adulta.


Não é sobre transformar crianças em pequenos adultos, mas sim a necessidade de educá-los desde jovem, para quando eles chegarem na fase adulta estarem preparados para arcar com os seus deveres e obrigações.


Algo não muito diferente de se tirar as rodas e rodízios de uma bicicleta, para que os pequenos possam andar livremente por aí, sem o medo de cair, mas também com a liberdade para chegar ao seu potencial, nem que seja o de velocidade, nesse caso.

Criando os filhos para o mundo

Esse é um ditado comum, que se destaca justamente pelo o seu fundo de realidade. Isso não significa afastar os seus filhos, até porque ninguém quer ver os seus pequenos crescerem e se afastarem.


Pelo contrário, a maioria dos pais querem estar próximos aos filhos, mas se existe uma verdade na vida é que os filhos crescem, e por terem personalidades próprias, eles irão seguir caminhos particulares, que podem esbarrar ou não nos seus objetivos.


Você não pode esperar que o seu filho trabalhe na sua loja de produtos de limpeza, se ele em nenhum momento da vida demonstrou interesse nesse assunto, preferindo atuar com ferramentas de design gráfico.


Óbvio que um trabalho em conjunto pode ser feito, unindo as profissões de ambos os envolvidos em uma parceria comercial, mas é preciso respeitar as particularidades dos seus descendentes.


Mas para garantir que independente da área ou do ramo profissional, os seus filhos estejam preparados para desbravar a vida de adulto, é preciso transmitir a eles certas orientações e ensinamentos.


E ensinar uma criança a ser responsável é tão difícil como convencê-la a comer legumes. Às vezes um prato de verduras desce mais fácil do que uma lista de mandamentos.

Como estimular suas crianças a serem responsáveis

Para garantir que os seus pequenos cresçam aptos para lidarem com as responsabilidades de um adulto, é preciso prepará-los desde pequenos, fazendo com que a sua educação atue como os dissipadores de uma máquina, distribuindo a sua energia.


É o mesmo conceito de colocar os filhos para praticarem esportes ou atividades recreativas depois da aula, para que elas possam gastar a energia da infância. Essas tarefas também podem servir para apresentar aos pequenos conceitos como responsabilidade e disciplina.


Para quem ainda parece perdido com essas responsabilidades, não é preciso se preocupar, veja a seguir 5 dicas que podem te ajudar na educação das crianças, os ensinando desde cedo a se tornarem adultos responsáveis.

  1. Tenha um diálogo aberto em casa

Para que uma criança tenha noções de responsabilidade, primeiro ela precisa ser tratada como um ser responsável. Para isso, os pais precisam adotar um diálogo aberto e constante com os filhos, ao invés de os ignorarem só por serem pequenos.


Óbvio que não estamos falando de uma situação na qual se discute como uma criança sobre a necessidade de se fazer uma sondagem de solo para construir uma nova casa para família, mas dependendo do assunto, ela pode ser incluída na conversa.


Decidir o que pedir para o jantar, qual tinta combina melhor com a casa para a reforma que será feita, são questões que podem e devem contar com a opinião dos pequenos, os ensinando sobre o seu poder de decisão e as responsabilidades que partem disso.


E o mesmo vale para os exemplos, pois é difícil ensinar sobre ética e a importância de se contar sempre a verdade, se os pais mentem com frequência para os filhos. Até mesmo aquelas mentirinhas de leve, como os bebês chegarem por uma cegonha.


Só é preciso encontrar o momento certo, ensinando-os inclusive a entender que existem assuntos que são exclusivamente dos adultos, mas com essas exceções, a voz dos pequenos devem ser ouvidas sempre.

  1. Ensinar de forma lúdica

Por mais que seja importante ensinar as crianças sobre as suas responsabilidades, é importante lembrar que elas são crianças, cuja maior preocupação é sobre qual será a próxima brincadeira.


E assim deve ser, afinal não é saudável sobrecarregar um jovem com assuntos e tarefas que pertencem a um adulto. É importante saber como passar seus ensinamentos de formas criativas, com brincadeiras lúdicas e contação de histórias.


Apresentando exemplos que se adequem a realidade e compreensão dos pequenos. Assim como os livros de matemática, que ensinam operações de soma e subtração por meio de exemplos, como uma criança que divide seus doces com seus amigos.

  1. Encarregue-os de pequenas tarefas

Todo mundo gostaria de estar em estado de lazer o tempo todo, principalmente as crianças, mas é preciso alertá-las sobre suas responsabilidades, e isso começa em casa. 


Por isso, é importante passar frequentemente algumas tarefas domésticas, tais como:


  • Arrumar o quarto;
  • Lavar o louça;
  • Varrer a casa;
  • Organizar o guarda-roupas;
  • Guardar os brinquedos.

Um conjunto de tarefas que estarão preparando-os para lidar com as atividades da vida adulta, pois uma vassoura não vai se mexer sozinha. Isso fica para os desenhos de fantasia.


Mas não basta apenas mandar, é preciso elogiar quando elas são cumpridas, de forma a incentivar a predisposição dos pequenos em realizar suas tarefas.

  1. Causas e consequências

O cumprimento dessas tarefas também passa para os jovens ensinamentos sobre os seus deveres e responsabilidades.


Por exemplo, se uma criança deixa de fazer seus deveres de casa, ela precisa arcar com as consequências disso, ficando um final de semana com o acesso reduzido ao celular.


É o primeiro passo para que no futuro, um profissional da indústria química saiba sobre a necessidade de usar um lavador de gases em uma fábrica de refinamento de petróleo. Parece um salto distante, mas tudo começa de algum lugar.

  1. Eduque socialmente

Além da educação formal, a criança precisa ser apresentada a uma educação social, colocando-a para conviver com pessoas de diferentes raças e culturas, ensinando-a sobre a pluralidade do mundo, e como é importante saber respeitar as diferenças.


O mundo está sempre se expandindo, e é preciso desde pequeno saber como aproveitar dessa variedade de culturas e estilos, crescendo como uma pessoa de mente aberta.


Por meio dessas dicas as crianças começam a ser preparadas para a vida adulta, tornando não só adultos responsáveis, mas crianças conscientes, sabendo como brincar sem machucar os colegas, ou fazendo seus deveres antes de jogar no computador.


Criar uma criança não é como em uma fábrica, onde um transmissor de nível informa a situação das máquinas e caldeiras industriais.


Portanto, o equilíbrio entre lazer e responsabilidade tem que ser ensinado de forma manual, para que no futuro a mesma saiba como lidar com os seus deveres e obrigações, para depois desfrutarem dos lucros de seus trabalhos.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Este é o momento ideal para acumular tokens Chainlink


O flash crash de 7 de setembro forçou a maioria das moedas do mercado a sair de seus respectivos canais ascendentes nas tabelas de preços. Enquanto alguns como o Fantom e o Avalanche conseguiram se recuperar agilmente do mesmo, muitos outros, incluindo os como Chainlink, pareciam estar lutando.

Mesmo que LINK esteja tentando desesperadamente entrar novamente no canal, deve-se notar que seu preço tem se movido apenas horizontalmente nos últimos cinco dias. As fases de consolidação são, na maioria das vezes, associadas a uma sensação de tristeza. No entanto, esses períodos trazem consigo uma série de oportunidades de reentrada.

Está na hora de acumular LINK?
No final de julho, o saldo médio de um HODLer girava em torno da marca de $ 25.000. O mesmo tem aumentado gradualmente ao longo dos meses e estava explicitamente em US $ 46,1 mil no momento em que este artigo foi escrito. Em geral, isso significa que os participantes do mercado têm adicionado mais tokens LINK às suas carteiras à medida que o preço cai.

A narrativa mencionada foi bem suportada pela métrica de saída de câmbio. O mesmo vem diminuindo consistentemente, indicando a presença de sentimento de compra entre os participantes do mercado. No dia 7, o saldo agregado em todas as trocas era essencialmente de 4,2 milhões de tokens. No entanto, o mesmo era tão baixo quanto 966 mil tokens no momento da escrita.

Além disso, ao longo dos meses, o mercado de LINK testemunhou um influxo de novos HODLers de longo prazo, enquanto os especuladores foram gradualmente saindo do mercado. Isso sublinha o fato de que os participantes do mercado acreditam no futuro a longo prazo do token. Além disso, devido às flutuações de preço não tão dramáticas, os HODLers de curto prazo têm se mantido longe do mercado de LINK.

Além disso, o número de transferências girava em torno dos mínimos recentes, intensificando ainda mais a tendência de acumulação.

Bem, as pessoas que perderam a entrada no mercado LINK antes, ainda têm tempo para entrar. O mercado está evidentemente em fase de acumulação e logo será seguido pela próxima fase de expansão. Além disso, o LINK tem conseguido angariar muita força desde o início deste ano, principalmente devido ao hype do contrato inteligente.

A rede do LINK oferece aos usuários maneiras eficazes de implantar e executar contratos inteligentes. Além disso, conforme indicado em um artigo anterior , seus feeds de preços começaram a se tornar a solução preferida do oráculo de preços. Com o tempo, quando seus casos de uso se tornam ainda mais refinados, pode-se esperar que a valorização do LINK aumente.

A psicologia do dinheiro


14 Lições sobre dinheiro

1. 0:46 - Ninguém é louco (o meio interfere no como pensamos)

2. 2:22 - sorte e risco (além do esforço há outras variáveis como a sorte e o risco) -> nem todo sucesso se deve ao trabalho árduo e nem todo fracasso é preguiça; quanto mais extremo for um exemplo, menos replicável ele é

3. 5:14 - aceitar os resultados da sorte e do risco nos ajudam a nos perdoar

4. 5:28 - nunca é o suficiente (quando ricos fazem loucura): quebram pela ganancia. A verdadeira felicidade está em ter o suficiente e não na expectativa constante; se comparar com os outros é apenas tortura; a reputação, família e amigos não têm preço (saber a hora de parar de correr riscos)

5. 08:38 - compostos confusos: constância ao longo do tempo e constante é melhor do que retornos muito alto que não se repetem

6. 09:54 - Ficar Rico vs Permanecer Rico: muitas pessoas abordam sobre ficar rico, mas ninguém fala sobre permanecer -> permanecer requer humildade

7. 11:00 - Você pode estar errado metade das vezes e ainda sim fazer fortuna. Exemplo do investidor de artes: investiu em diversas obras e somente poucas se valorizaram (errou a maior parte do tempo). Regra de pareto: 80% dos resultados vêm de 20% do esforço (80% irão falhar) - Buffet teve mais de 400 ações ao longo de sua vida, mas os ganhos mais significativos vieram de apenas 10 delas.

8. 12:45 - Liberdade: trabalhar em algo que você goste, mas que tem que trabalhar muito você vai acabar odiando. Fazer o que quiser com quem quiser não tem preço.

9. 14:25 - Riqueza é o que você não vê: quem ostenta não é rico, riqueza é a capacidade de comprar coisa se necessário. Comprar para impressionar os outros é ruina.

10. 15:23 - Espaço para erro (O MAIS IMPORTANTE): não colocar todos as fichas em uma única coisa; se algo pode quebrar, então quebrará; Um dos maiores erros com dinheiro é depender exclusivamente do salário; deixar margem para erros.

11. 16:45 - você vai mudar - você e eu vamos mudar em 10 anos e o mundo também mudará. A ilusão do fim de história: as pessoas subestimam quanto mudamos ao longo da vida. Decisões do passado parecerão loucura no futuro.

12. 18:00 - nada é gratuito (paga com tempo, dúvida e medo)

13. 19:00  - você e eu: seu mundo é diferente do meu, cuidado ao seguir teses/passos de outros

14. 20:00 - sedução do pessimismo: as pessoas acham mais inteligente a catástrofe. Otimismo é a melhor aposta. A necessidade é a mãe de todas as inovações

Gostou do Vídeo? Espero que sim!

Que tal agora conhecer uma oportunidade de obter mais conhecimento e ainda gerar lucro!

Isso mesmo? Olha só que interessante o artigo:


Sucesso, saúde, proteção e paz.

Receba em Primeira Mão as Notícias do SHD


GeraLinks - Agregador de links