Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta jogos. Classificar por data Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta jogos. Classificar por data Mostrar todas as postagens

7.8.18

O que há de errado em jogar muito video game?


O que há de errado em jogar muito video game?

Preocupação: 34 milhões de norte-americanos passam 22 horas por semana em média jogando vídeo games. Nossa intenção com este artigo não é ofender os jogadores, mas enfrentar o problema endêmico que se apresenta e procurar soluções eficazes. Serão tais jogos prejudiciais em si? Eles elevam ou destroem nossa cultura? Dever-se-ia evitá-los completamente?

A maioria das pessoas concordará que jogar “demais” é prejudicial. Muitos reconhecerão o fato de que o jogo Grand Theft Auto glorifica o crime, e que jogos esotéricos e violentos tais como The Last of Us, Bioshock Infinite ou Fallout são ruins. No entanto, o seguinte problema ainda se põe: Quando o tempo de jogo passa a ser demais? A partir de que ponto um jogo se torna ruim demais? E o que dizer de jogos aparentemente inócuos tais como Angry Birds?

Fuga da realidade

Jogos de vídeo são projetados para dar ao jogador uma sensação instantânea de satisfação. Sempre que atinge um objetivo virtual, o jogador recebe uma “injeção” de adrenalina e tende a querê-la mais e mais. O jogo apresenta um mundo imaginário distante da realidade e oferece uma “fuga” fácil das limitações naturais com que nós humanos nos defrontamos neste vale de lágrimas. No mundo real, a auto-realização está ligada à realidade objetiva, esforço, trabalho duro, sacrifício e talento. Mas no mundo de faz-de-conta dos jogos de vídeo pode-se fingir ser e fazer coisas completamente irreais.

A coisa fica ainda mais complicada quando a pessoa se vê às voltas com problemas tais como família desunida, depressão e dependência. Tomemos o caso de Elliot Rodger. Este estudante de 22 anos de idade levava uma vida frustrada. Desprezava a interação social, não tinha muitos amigos e tornou-se obcecado com o jogo World of Warcraft.1 Em vez de superar suas deficiências, retirou-se e preencheu este vazio com jogos e pornografia. Mais tarde, matou seis pessoas, feriu treze, e cometeu suicídio. Seu vício em videogames foi considerado fator importante em seu trágico destino.

Perda de tempo?

Outro problema com jogos de vídeo é a tendência a passar horas e horas sem fazer absolutamente nada significativo. Pode-se argumentar que os jogos de vídeo nada mais são que um passatempo, uma forma de combater o tédio. Mas para que serve engajar-se em um passatempo sem qualquer objetivo concreto, realização verdadeira ou significado mais profundo? Uma vez que a finalidade do jogo permanece indefinida, os jogadores se sentem frequentemente obrigados a jogar mais e mais.

De acordo com o Boy Genius Report, existem atualmente mais de 34 milhões de jogadores habituais nos Estados Unidos, que jogam vídeo games 22 horas por semana em média”.

De acordo com um estudo apresentado em Neurology Now, publicação da Academia Americana de Neurologia, nove em cada dez crianças norte-americanas—cerca de 64 milhões—jogam vídeo games. O estudo descobriu que “jogar excessivamente antes de 21 ou 22 anos de idade pode reorganizar fisicamente o cérebro”.

“Jogar vídeo games inunda o centro de prazer do cérebro com dopamina”, diz David Greenfield, Ph.D., fundador do Center for Internet and Technology Addiction e professor clínico assistente de psiquiatria da Escola de Medicina da Universidade de Connecticut. Ele explica que o jogo dá aos jogadores um jorro de adrenalina, mas apenas temporariamente. Diante da grande quantidade adicional de dopamina, o cérebro passa a produzir em menores quantidades este neurotransmissor vital. “O resultado é que os jogadores podem acabar tendo um suprimento diminuído de dopamina”.

Para proteger o bem-estar das crianças, a Coreia do Sul regulamentou o uso de jogos de vídeo como se fossem drogas ou substâncias controladas. Como as drogas, os jogos de vídeo produzem um prazer instantâneo. Quando uma pessoa recorre a eles continuamente, adquire uma dependência semelhante à de um viciado em heroína.

Qual é a solução?

A solução simples: desligue o computador ou dispositivo e encontre uma atividade significativa. Ainda que a pessoa escolha um jogo “limpo”, sem imoralidade ou violência, e imponha limites ao seu tempo de jogo, o valor desta atividade é questionável.

Que alternativas haveria? O que faziam as pessoas em seu tempo livre antes da invenção dos vídeo games?

Leia um bom livro: Leia livros capazes de elevar a mente, inspirar a alma e fortalecer a vontade.

Visite lugares com sua família ou amigos: Procure visitar um parque federal ou regional, locais de interesse tais como museus, bibliotecas, aquários, ou locais históricos. Vá ver o mar e outros lugares bonitos.

Atividades físicas: Caçar, pescar, nadar, fazer camping, caminhadas, esqui ou patinagem. Experimente uma atividade de aventura: escalada, jangada, pesca de alto mar ou mountain bike. Cronometre seu de tempo de jogging e a distância percorrida. Bata o seu recorde anterior de flexões ou pull-ups. Melhor ainda, procure competir com um amigo.

Experimente jogos fora de moda, hobbies ou passatempos: Risco, Monopoly, Corações, Pás, Xadrez, Damas, Go Fish, Charadas, Poker – e a lista continua. Experimente esculpir em madeira, desenhar (se tiver talento), escrever, fotografar, praticar culinária, panificação, tiro ao arco, produzir de cerveja ou tiro ao alvo desportivo.

Desenvolva a arte da conversa: Passe algum tempo com amigos e familiares; converse e desfrute de sua companhia. Peça a um membro mais velho da família ou a um conhecido, por exemplo um veterano de guerra, que lhe conte histórias de seu passado.

Arranje alguém que lhe ajude: Encoraje outros a ajudá-lo ou a juntar-se a você evitando jogos de vídeo. É muito mais fácil manter-se ocupado sem jogos de vídeo quando se tem a ajuda de um amigo.

Reze. Desenvolva uma vida espiritual dinâmica. Reze o terço diariamente com sua família e procure assistir Missa diariamente. Passe algum tempo em adoração diante do Santíssimo Sacramento.

Na fonte de Frente Estudantil e Universitária.

Sobre Jogos de Vídeo Game - SHD
Por Alessandro Turci

Amados amigos (as).

Acredito que tudo que é demais prejudica, também concordo que jogos são sim viciantes e muitas vezes perdemos horas e horas na tentativa de salvar o jogo. 

Hoje os games são totalmente diferente da minha época, sou careta em falar desses jogos ainda mais que continuo jogando os jogos da minha época em emuladores no computador.

Minhas filhas jogam vídeo game, a mais nova então puxou aos tios que até hoje estão totalmente atualizados em jogos e consoles.



Minha filha Mylena Jogando Emulador em Nosso Humilde Lar

Eu não sou contra jogos de vídeo-game, pelo contrário sou a favor, mas para tudo tem que haver disciplina, regras e distribuição e separação de tempo.

Não queira estipular para seu filho ou filha apenas uma hora de jogo por dia por exemplo pois, dependendo do jogo uma hora não deu nem se quer para o aquecimento ou é quando a coisa esta começando a ficar boa. 

A maioria dos jogos de hoje tem como salvar de onde parou, no meu caso por exemplo imagino o tempo de dois filmes de duração média o que daria ai em torno de três horas a três horas e vinte minutos.

Como a minha filha que mais gosta de jogar é pequena tendo hoje apenas 06 anos de idade ela mesmo as vezes, somente as vezes não consegue ficar mais de duas horas jogando vídeo-game.

Mas cada um cada um não estou aqui para criticar a quem joga games ou a quem é contra games.

Um forte abraço!

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!

19.10.21

Compreendendo a GameFi: uma introdução ao universo P2E e aos jogos de OVNIs


O termo GameFi é uma combinação de duas palavras: jogos e finanças descentralizadas (DeFi). Mais popularmente conhecido como jogo play-to-gain (P2E), o termo foi usado pela primeira vez pelo fundador do DeFi Andre Cronje em 2020 e se popularizou rapidamente. UFO Gaming  é apenas um exemplo do potencial infinito da GameFi.

Os princípios básicos da GameFi permitem que seus usuários ganhem criptomoedas e tokens não fungíveis (NFTs), enquanto jogam jogos online. Seu caso de uso provou ser profundo: um mercado crescente de jogadores em todo o mundo agora depende desses jogos para ganhar seu salário vitalício em tempo integral.

Estudo de caso de sucesso da GameFi: UFO Gaming  

Auditado por  Hacken , o UFO Gaming é uma plataforma de jogo social totalmente descentralizada construída sobre a blockchain Ethereum, mas utilizando um ecossistema multichain para seus jogos internos. Sua jogabilidade coloca os jogadores dentro do 'Dark Metaverse', um ecossistema de loop fechado que consiste em diferentes jogos P2E.

Super Galactic é seu primeiro lançamento - os jogadores podem formar clãs, criar personagens e completar missões em um jogo espacial no estilo RPG. UFO Gaming tem recebido muito interesse como um projeto de blockchain porque, ao contrário de outros modelos, o Dark Metaverse não está confinado a apenas uma cadeia.

Apelidado de 'agnosticismo em cadeia', UFO cobrirá um amplo gênero de jogos e diferentes nichos de L1 e L2s. O token UFO ($ UFO) tem vários usos no ecossistema Dark Metaverse. É o token principal usado para recompensar os jogadores por seu sucesso e envolvimento no jogo.

$ UFO dá aos jogadores o direito de ganhar pontos de plasma, resgatar Genesis UFOeps, que são necessários para jogar Super Galactic, e ganhar UAP, que pode ser usado para comprar, trocar e fundir (criar) NFTs dentro do jogo. O OVNI também é usado para participar da governança do jogo por meio da organização autônoma descentralizada UFO (DAO).

Como funciona o UFO Gaming?

Embora o UFO Gaming possa conter alguns elementos de blockchain, sua missão principal é fornecer um universo de jogos que explora o verdadeiro potencial da indústria P2E. É suportado por meio de uma variedade de aplicativos DeFi, que incluem oportunidades de piquetagem e agricultura.

Os jogadores podem percorrer o Dark Metaverse, gerar recursos no jogo, como skins, armaduras e armas, que podem então ser usados ​​no jogo para completar missões diferentes. Os jogadores podem comprar Virtual Land, tratados como NFTs no jogo, apostados para ganhar recompensas da receita do jogo.

Os maiores proprietários de terras de cada planeta dentro do Metaverso Negro são conhecidos como 'Eternais', e têm direito a voto na direção do metaverso e ganham a maior parte das recompensas por lote de terra.

O que torna o UFO Gaming único?

Ao contrário da maioria das plataformas da GameFi, a UFO Gaming está procurando construir um mundo virtual 3D com uma economia de jogar para ganhar que incluirá vários jogos P2E diferentes dentro de seu universo. O UFO Gaming oferece aos jogadores uma alternativa complexa e visualmente envolvente da oferta P2E típica como um ecossistema colaborativo.

Ao contrário dos jogos tradicionais, nenhuma autoridade centralizada governa o ecossistema da GameFi. Opera por meio de transações de baixo custo, redefinindo o conceito de propriedade e capacitando os usuários que mantêm a plataforma funcionando.

A GameFi está redefinindo a maneira como pensamos sobre o blockchain hoje, e o UFO Gaming está ajudando a avançar com a revolução. Traga o Metaverso Escuro.

26.10.19

Festas de criança: Quais os melhores presentes para dar

Veja opções para diferentes faixas etárias e não erre na hora da compra.

Festa de Criança
Divulgação Reprodução

Comprar presente para a criançada é uma tarefa que pode ser muito legal! Entrar em uma grande loja com opções divertidas para todas as idades e gostos é realmente uma aventura.

Mas na hora de escolher o presente ideal é preciso estar atento em alguns pontos. O primeiro deles é conferir se o produto possui certificação do INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), responsável por avaliar e cobrar um bom nível de qualidade dos brinquedos.

Feito isso, é importante olhar a indicação de faixa etária do brinquedo ou jogo que você está considerando comprar. Afinal, o que pode parecer fácil para os adultos, pode ser um tremendo desafio para os pequenos. Por isso, a faixa etária ajuda a orientar a escolha, e você não corre o risco de comprar algo fácil ou difícil demais.

Os brinquedos e jogos são muito importantes para o desenvolvimento cognitivo e são uma ferramenta essencial no processo de aprendizagem das crianças. Elas aprendem brincando, o que deixa o processo natural e divertido. E isso pode fazer diferença no futuro, quando abordamos assuntos como pensamento lógico, estratégico e resiliência.

No entanto, para que todos esses resultados sejam atingidos, é preciso escolher as ferramentas certas. Por isso, separamos algumas dicas para ajudar na hora de comprar o presente ideal para crianças de diferentes idades.

De zero a dois anos

Nessa fase, eles estão descobrindo o mundo, os barulhos, as texturas e as cores. Em muitos casos, vão querer levar as coisas até a boca para experimentar também. Então, mantenha-se próximo aos pequenos para evitar que algum acidente aconteça. E, principalmente,  evite peças pequenas e objetos que possam ser engolidos.

Escolha brinquedos coloridos e com texturas diferentes, isso vai estimular as percepções psicomotoras da criança. Assim, objetos como móbiles, mordedores e itens com reações sonoras estimulam a parte sensorial e a coordenação motora dos pequenos.

De dois a quatro anos

Com essa idade, as crianças estão na fase de aprender por imitação. Pensando nisso, jogos simbólicos e brincadeiras de faz de conta são ideais! 

Escolha opções que permitem desenvolver uma história, como kit de ferramentas, bonecas e kits de panelas. Jogos de encaixe e blocos de montar também costumam fazer sucesso.

De quatro a seis anos

Nessa fase, eles provavelmente já têm os personagens e filmes favoritos e conseguem expressar suas opiniões e gostos com clareza. Princesas, bonecos e esportes já fazem parte da vida das crianças, e elas começam a perceber suas preferências.

Os brinquedos atuam como facilitador do aprendizado, e jogos que estimulam a memória, o raciocínio lógico e a criatividade são bem-vindos. Quebra-cabeça, massinha, tintas e fantasias são presentes que, com certeza, deixarão as crianças felizes e realizadas.

A partir de seis anos

Nesse momento, a brincadeira do faz de conta deixa de acontecer no individual e passa a ser em grupo, com colegas de idades semelhantes. É possível analisar contextos e diferentes papéis que as crianças assumem nas brincadeiras.

Por isso, é importante que os brinquedos para essa idade possam ser utilizados em grupo. Jogos de tabuleiro, bolas, cordas e opções que estimulem a relação “ganhar e perder” são escolhas interessantes.

A partir de oito anos

Depois de completar oito anos, eles já expressam os desejos claramente, e é possível conhecer seus gostos e direcionar esforços para encontrar aquele presente que eles tanto querem.

Boa parte das habilidades motoras e cognitivas já terão se desenvolvido, mas jogos que as estimulem são sempre uma boa opção. O quebra-cabeça, por exemplo, possui diversos níveis de dificuldade, e é possível encontrar opções para todas as idades.

Para não errar

Se você é próximo da criança para quem o presente é destinado, observe seus gostos. Dessa forma, é mais fácil encontrar a lembrancinha ideal e colocar um sorriso no rosto dela.

Evite reafirmar padrões de presente como carrinhos para os meninos e bonecas para as meninas, principalmente, se as crianças em questão formarem um casal de irmãos. 

Aproveite para dar opções com as quais elas possam brincar juntas, sem a categorização de feminino e masculino. Jogos e acessórios para atividades esportivas são um bom caminho! 

Brinquedos tecnológicos também chamam a atenção das novas gerações, e eles podem desvendar o caminho para usar o novo objeto juntos, por exemplo. Robôs e videogames são algumas opções.

12.8.21

Presidente assina nova redução de impostos para jogos eletrônicos

O presidente Jair Bolsonaro editou um novo decreto reduzindo as alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) incidente sobre jogos eletrônicos e acessórios. 


A medida efetiva a redução das alíquotas do IPI de 30% para 20% para consoles e máquinas de jogos de vídeo. No caso de partes e acessórios dos consoles e das máquinas de jogos de vídeo cujas imagens são reproduzidas numa tela, a redução será de 22% para 12%. A medida abrange ainda máquinas de jogos de vídeo com tela incorporada, portáteis ou não, e suas partes, passando de 6% para zero. No início do governo, essas alíquotas eram de 50%, 40% e 20% respectivamente.

A medida, de acordo com a Secretaria Geral da Presidência da República, tem o objetivo de incentivar o desenvolvimento do segmento no país. 

Essa é a terceira redução de impostos no setor de jogos eletrônicos desde o início do governo. Em dois decretos anteriores, em 2019 e 2020, Bolsonaro já havia reduzido as tarifas.  

O governo informou que essa desoneração implicará uma redução de arrecadação de R$ 82,9 milhões em 2021. Para 2022, a estimativa da redução de tributação é de R$ 119,5 milhões. Como se trata de decreto, não precisa ser aprovada pelo Legislativo e entrará em vigor imediatamente.

25.9.20

Os jogos de videogame mais inusitados de todos os tempos

Curte jogos bizarros? Então, confira essa lista!

Gosta de relaxar jogando videogame? Então, vamos lhe apresentar os jogos mais inusitados de todos os tempos. Se você se interessa por games bizarros, com certeza, algum dos seus jogos preferidos estarão presentes aqui.

Quem está à procura de variedade na hora de jogar videogame vai adorar a nossa lista. Frequentemente, aparecem jogos cada vez mais inusitados e criativos no mundo dos games. Confira alguns deles a seguir.

Goat Simulator

Se você gosta de animais, pode virar um ao jogar o Goat Simulator. Nesse jogo, você vira uma cabra e pode dar cabeçadas nas peças, nos carros e em outros objetos.

O Goat Simulator está disponível em quase todas as plataformas. Basicamente, como cabra, você poderá explorar uma cidade e fazer todas as ações que conseguir. Iniciado como uma brincadeira, o jogo viralizou e ganhou uma versão completa.

Octodad

O Octodad é um game que possui dois jogos distintos e bastante divertidos. Nele, você vira um polvo. Vivendo entre humanos, adota hábitos de gente, tem até emprego e usa terno.

O jogo popularizou-se no mercado alternativo e está disponível em diversas plataformas. O que não falta no YouTube são memes dele. 

Granny Simulator

Você ama suas avós? Então, em Granny Simulator, você tem a chance de encarná-las. Nesse jogo, você vira uma senhora idosa, que tem que cuidar de um netinho durante o dia.

O problema é que ele é sempre muito levado e faz de tudo para provocar a avó. Assim, você terá que cuidar do seu neto como uma avó zelosa, tentando controlá-lo.

I Am Bread

Você sabe como uma torrada se sente quando você vai comê-la? Pois, jogando I Am Bread, você saberá. Nesse jogo, o usuário vira uma fatia de torrada fria, na espera de cair na torradeira para ficar quentinha.

O jogo tem semelhanças com o Octodad, já que encena uma rotina familiar. Como uma torrada, você deve se livrar de obstáculos comuns em sua casa.

Mister Mosquito

O game Mister Mosquito é exclusivo para PS2. Nele, você vira um pernilongo e precisa picar uma família para poder se alimentar, sem que eles te percebam. O objetivo é estocar sangue suficiente para que você consiga sobreviver no inverno.

My Zombie Wife

O My Zombie Wife é um game beta público para Android. Basicamente, o jogo consiste em um marido que leva ao pé da letra os votos do casamento. Ele casou com a sua amada, mas ela foi infectada por um vírus que transformou parte da população da cidade em zumbi.

Agora, ele terá que seguir respeitando a esposa, mesmo que ela se comporte como um zumbi. O objetivo do jogo é que você venda o que conseguir reunir para conseguir dinheiro e criar uma máquina para curar a esposa.

Não seja demitido!

O título desse game já mostra qual é o objetivo dele. Em Não seja demitido!, você precisa arrumar um emprego qualquer e fazer de tudo para se manter nele.

Assim, você precisa obedecer tudo o que seu chefe manda para que não seja demitido, conseguindo progredir na empresa para chegar até o topo. O objetivo principal é dar conta de todo o seu trabalho, além das funções de outros funcionários folgados.

Para não ser demitido, você precisa realizar todas as atividades, gerenciando sua energia diária e investindo o seu salário em habilidades para se tornar um profissional mais preparado no jogo.

O game segue essa mecânica de recursos graduais: a cada ação, você aprende novas habilidades para não ser demitido dentro do jogo.

26.6.20

Será que Deu Ruim o Mini Vídeo Game Jogos Retro Clássico 500 Jogos

Saudações amados amigos do Youtube e do Blog SHD Brasil.

Hoje, recebemos o Mini Vídeo Game Jogos Retro Clássicos 500 Jogos!

E advinha, será que deu ruim? Confira no Vídeo!


Não esqueça de inscrever-se no Canal da Família SHD, contamos com seu like.

E você também curte jogos retrô? Deixe seu comentário!
Lá no Youtube - Clique Aqui


Aproveite e conheça nossas listas especiais Aqui no SHD!
Clique Aqui

12.12.20

Jogando Raystorm Taito Arcade - Emulador Multjogos

Saudações Amados do Seja Hoje Diferente!

Tudo bem com você? 

Espero que sim e que Seja Cada Dia Melhor afinal que Seja Hoje Diferente em tudo de Bom para nossas Vidas!

Amados olha só que maravilha, nesta sexta feira, 11 de dezembro de 2020 - Eu, Alessandro Turci, tirei uma hora para nostalgiar com o jogo Raystorm na qual fazia um bom tempo que não jogava.

Após vários "Continue" graças a opção de crédito no emulador (Vida Infinitas) consegui concluir o jogo e pelo tempo da ação constatei que embora tenha abusado dos "Continue" até que não estou tão ruim como imaginei.

Quero lembrar a todos os amigos  e visitantes do Seja Hoje Diferente, que não sou um "Gamer" raramente jogo video game devido ao tempo que é curto e, quando estou a jogar são sempre clássicos antigos variados de 8 Bits a 64 Bits e, quem sabe em breve mostra mais um pouco dos jogos que gosto aqui no Blog Seja Hoje Diferente com apoio de vídeos hospedados no Canal Família SHD.

Confira abaixo o sufoco que passei:


RayStorm é um atirador de rolagem desenvolvido pela Taito Corporation. Originalmente lançado no Japão como um jogo de arcade em 1996, ele foi posteriormente transportado para o console de jogos PlayStation da Sony em 1997, para o Sega Saturn (sob o nome de Layer Section II) no mesmo ano e para computadores pessoais baseados em Windows em 2001 Na América do Norte, foi lançado para PlayStation pela Working Designs em junho de 1997. A versão para PlayStation também foi lançada na Europa pela SCE Europe. Foi relançado em 2010 com gráficos aprimorados, como RayStorm HD, para o Xbox 360.

O jogo se passa centenas de anos no futuro. Os jogadores devem pilotar sua espaçonave "R-Gray" por oito estágios de rolagem vertical e derrubar naves e veículos inimigos para evitar que as forças da Federação Secilia, um grupo rebelde de colônias, destruam a Terra. As versões de arcade permitem que cada jogador escolha uma das duas naves; as portas domésticas incluem navios e recursos adicionais.

RayStorm é um dos três jogos "Ray", todos com jogabilidade semelhante, lançados pela Taito. RayForce foi lançado antes de RayStorm, e a prequela de RayForce, RayCrisis, foi lançada após as outras. O enredo de RayStorm, que é minimamente revelado no próprio jogo, mas descrito posteriormente no manual de instruções do jogo e no "Modo Extra" nos lançamentos caseiros, não está conectado ao enredo "Con-Humano" dos outros dois jogos

RayStorm consiste em oito estágios ocorrendo entre 4 de agosto e 7 de agosto de 2219 DC; os três primeiros estágios acontecem na Terra, os três últimos no planeta ficcional Secilia, e dois entre eles nas órbitas da Terra e Secilia, respectivamente. Enquanto os jogadores do RayForce devem ir em direção à Terra para destruí-la, os jogadores do RayStorm começam e se afastam do planeta. O enredo do jogo é minimamente exposto durante o jogo, com apenas datas e nomes de lugares dados no início de cada uma das primeiras sete fases. Um "Modo Extra" incluído nas versões caseiras do jogo exibe mapas antes dos primeiros sete estágios e um rastreamento final após a conclusão do jogo, que ilustram ainda mais o enredo; o mapa do quinto estágio, por exemplo, mostra que uma "catapulta gravitacional" na Lua é usada para viajar da órbita da Terra à órbita de Secilia.

O manual do jogo para o lançamento do RayStorm na América do Norte descreve o enredo ainda mais, descrevendo um futuro onde as viagens espaciais existiram desde 2119. Os humanos exploraram o espaço e, em 100 anos, a Terra estabeleceu uma Federação Estelar de vinte colônias estendendo-se até Orion, com cada colônia mantida sob a lei marcial. As colônias então se amotinaram contra a Federação: eles assumiram o controle da grande colônia Secilia, formaram a Federação Secilia e derrotaram as forças da Terra após muitas batalhas. Após a rendição da Terra, todos os seus habitantes foram transferidos para as colônias. A Federação Secilia suprimiu a oposição colonial e enviou uma força para destruir completamente o planeta. No entanto, a essa altura, o R-Gray, uma nave feita com peças recuperadas de 13 naves Secilia diferentes, é concluída e implantada para realizar "OPERATION RAYSTORM", uma tentativa desesperada de defender a Terra da Federação. O RayStorm é um jogo de tiro . O jogador vê sua nave de uma perspectiva distante enquanto atira em inimigos nos estágios de rolagem vertical do jogo. No início do jogo, o jogador deve escolher um dos dois navios; um terceiro navio secreto está disponível em versões portadas.

O jogador usa uma arma a laser semelhante à vulcan como sua ofensa primária e uma arma de míssil que pode travar em vários alvos e ganhar um multiplicador de combo, acumulando em um total de pontos. Além disso, cada navio possui duas manobras especiais. O Ataque Especial é iniciado quando o jogador preenche uma barra ao máximo, envolvendo-se em vários bloqueios. Quando cheio, o jogador pode desencadear um ataque massivo em toda a tela com um breve período de invencibilidade depois. O segundo, o Hyper Laser Assault, executa um ataque especial exclusivo para cada nave e é executado definindo todos os ataques lock-on disponíveis em um único alvo e disparando.

Antes de sair, que tal da uma olhada no artigo da primeira live da minha filha Mylena Turci no facebook com jogos do Sonic, confira clicando aqui.

12.5.20

Saiba quais são as melhores opções de brinquedos para cada fase da criança


Muitos pais já passaram por dificuldades ao terem que escolher os brinquedos certos para os seus filhos. Isto porque cada criança é única, possui preferências. Mas, também, porque deve-se oferecer à elas brinquedos que sejam condizentes com a sua idade. Desta forma, a criança poderá se desenvolver de forma mais ampla, interagindo com objetos que irão proporcionar o seu desenvolvimento.

Os brinquedos são essenciais para o desenvolvimento da criança, uma vez que eles estão presentes, geralmente, em todos os âmbitos da vida do infante. 

Um brinquedo pode, por exemplo, proporcionar a socialização, quando a criança opta por compartilhá-lo com colegas.Também, auxilia no surgimento do senso de coletivo, partilha, organização e criatividade. 

Parece exagero, mas um simples brinquedo pode sim afetar todas estas áreas. Ainda, é importante mencionar que um brinquedo também pode contribuir para que o infante desenvolve emoções, como de apego, carinho, dentre outras.

Porém, é preciso que as crianças interajam com os brinquedos certos para sua idade. Desta forma, elas poderão se relacionar corretamente com o objeto e cumprir a proposta deste, desenvolvendo suas habilidades e compreensão. 

Abaixo, saiba mais sobre a importância de escolher um brinquedo correspondente à fase da criança e entenda quais são os melhores, para cada etapa.

Por que tenho que ter atenção na escolha do brinquedo?

Muitos pais não se atentam à idade recomendada, na hora de comprar um brinquedo para o seu filho. Por isso, acabam comprando objetos que não são tão adequados. 
Por exemplo, podem adquirir um brinquedo voltado para crianças de quatro anos, enquanto o seu filho tem um. Isto também pode ocorrer com tios, educadores, dentre outras pessoas que possuem contato constante com os infantes.

Mas, será que realmente é maléfico fazer tal confusão? E, a resposta é sim. As crianças possuem fases de desenvolvimento, e é preciso que elas interajam com objetos, incluindo brinquedos, que beneficiem tais fases. 

Podemos tomar com exemplo os recém-nascidos e os que possuem até cinco meses. Nesta fase, os bebês estão desenvolvendo o tato e a percepção. Desta forma, é indicado adquirir brinquedos que irão incentivar tais sentidos.

Caso um bebê de três meses seja apresentado a um brinquedo mais complexo, como um jogo de montar ou encaixar, ele não irá entender qual a função daquele objeto. As peças, comumente lisas, não irão proporcionar um desenvolvimento do tato. E, possivelmente, a criança ficará confusa com a funcionalidade daquele brinquedo, e rapidamente irá se desinteressar.

Por isto, na hora de adquirir um brinquedo, o indicado é analisar se ele é realmente adequado para a criança e fase em que ela está vivendo. Faça perguntas simples para si mesmo, como: Ela irá entender a função deste brinquedo? Ela conseguirá interagir com ele sem problemas?

Ademais, é importante mencionar que deve-se tomar este cuidado, escolhendo brinquedos apropriados, devido também à segurança das crianças. Estes passatempos são elaborados levando-se em conta possíveis acidentes que podem ocorrer. Por isto, brinquedos para bebês não terão peças soltas ou pequenas, que podem facilmente ser engolidas.

Brinquedos apropriados para cada fase de desenvolvimento
0 a 5 meses

Nesta fase, a criança começará a reagir a sons e também começará a seguir os objetos com os olhos. Ou seja, é hora do desenvolvimento da percepção e observação. E, algo muito importante é que o bebê, nesses primeiros meses, começa a desenvolver o tato, e por isso reage muito bem a objetos com texturas. Invista em brinquedos de borracha, que apresentam relevos.

Os melhores brinquedos são os chocalhos, brinquedos musicais que não emitam sons extremamente altos e cansativos, mordedores de silicone, móbiles, bonecos de pano, etc. Porém, antes de entregar o brinquedo ao seu bebê, se certifique se ele pode ser colocado na boca, pois, nesta fase, isto será inevitável.

6 meses a 1 ano 

Os bebês de 6 meses a 1 ano comumente estão engatinhando e começando a se sentar. Por isto, podem ser apresentados brinquedos mais interativos, que estimulam esta movimentação. Por exemplo, brinquedos com caixas para montar, encaixar ou empilhar, pirâmides de argolas, pequenos tambores, dentre outros instrumentos musicais.

Também, nesta idade as crianças começam a reconhecer o seu próprio reflexo e as cores, por isso invista em objetos bem coloridos e que emitem diferentes sons quando as cores são acionadas. Desta forma, o bebê começará a diferenciá-las.

1 a 2 anos

Esta é uma fase essencial para que a criança aprenda a ter mais noção de espaço, pois ela começa a andar. Por isso, invista em brinquedos para empurrar e puxar, para montar e desmontar, blocos, carros grandes, etc. Um grande aliado das crianças nesta fase é o tapete quebra-cabeças, comumente feito de EVA. Isto porque os tapetes, além de serem coloridos e proporcionarem a brincadeira de encaixar as peças, também são uma proteção caso a criança caia ao tentar andar.

2 a 3 anos

Agora, é hora de incentivar a aprendizagem dos formatos e das cores. Antes, eles eram apenas conhecidos, mas agora serão realmente memorizados. Compre bolas, bonecas, carrinhos, caixas de música, blocos para montar e desmontar, giz de cera, tela de pintura, dentre outros.

Nesta fase, é muito interessante adquirir brinquedos educativos com peças de diferentes formas, em que as crianças devem encaixá-las nos locais corretos.

De 3 a 4 anos

Opte pelos mesmos jogos que foram citados anteriormente, mas que sejam para crianças de 3 a 4 anos. Geralmente, eles se tornam mais complexos. Aumente o número de peças dos jogos de montar e encaixar, por exemplo. Ainda, insere na rotina da criança os jogos que introduzem os elementos cotidianos, como frutas, objetos, etc. Isto por ser feito, por exemplo, por meio de um jogo da memória.
Também, como a criança terá mais coordenação e raciocínio lógico, compre carrinhos de puxar, trenzinhos, brinquedos infláveis, caixas de areia com pás, ferramentas de plástico, massinha, tambores, quadros para desenho, mesas interativas, dentre outros brinquedos.

4 a 6 anos

Estes serão os brinquedos que estimulam o raciocínio, mas também as boas maneiras, como partilha, empatia, etc. Ofereça objetos que irão ao encontro destas necessidades, como bonecas para que sejam cuidadas, jogos musicais e eletrônicos, livros que proporcionem a interação, jogos, fantasias, caixas registradoras, dinheiro de mentirinha, etc.

Gostou das dicas? Seguindo-as, você irá proporcionar o desenvolvimento da criança, ainda que com muita brincadeira e diversão.

30.6.20

Unboxing e teste do Portátil SUP AT com controle adicional para dois jogadores


Descrição do Produto em um dos vendedores no Mercado Livre:

Sup De Vídeo Portátil Handheld Game Console Retro Clássico Máquina de Jogo Duplo 400 em Jogo Unduplicated 1 PLUS Embutido 400 Clássico

400 em 1 PLUS Console Handheld Do Jogo Clássico Retro Mini Máquina de Jogo de Vídeo Portátil Embutido 400 Clássico Jogo Unduplicated player para Crianças

Descrição:

Alguns jogos: super mario, mario 14,dr mario,mario bros,turtles 1, turtles 4, contra 1, contra forc, contra 7, kage,jackal,mortal kombat, snow bros, dragon,duck,hokuto no ken,jum jump, mario 3, donkey kong 1, robocop ..

1. O melhor presente para as crianças ou adultos. 400 em jogos clássicos

2. Classic 8 bits jogos do jogador.

3. alta qualidade de vídeo game console portátil.

4. suporta 8-bit cartão de jogo FC.

5. With livre criada em 400 jogos clássicos para você escolher.

6. pode se conectar à TV, Suporte a saída AV.

7. 2.9 polegada tela de LCD.

8. 800 mah recarregável Li-ion bateria de alimentação.

Especificações:

Modelo: GBA

Material: Plástico

Cor: por favor escolher o modelo que você precisa.

Hospedar o tamanho: 11.7*7.8*2.4 cm

Embalagem tamanho da caixa: 14*10*5.8 cm

O pacote inclui:
1 x Game Console
1 x Cabo AV
1 x Mini Cabo de Carregamento USB
1 x Bateria De Lítio Recarregável
1 x Manual Do Usuário

19.6.20

Coisas legais que você pode fazer com o Google Assistente em português

Coisas legais que você pode fazer com o Google Assistente em português

Finalmente o Google Assistente em português já está disponível para todos os Androids compatíveis, ou seja, smartphones com versão Android 6.0 Marshmallow ou superior. Um dos diferenciais do assistente do Google é que ele entende melhor o que você fala e consegue manter uma conversa baseada em contexto.

Fora os clássicos recursos de um bom assistente de voz (definir alarmes, lembretes, pedir direções no GPS ou perguntar alguma coisa), o Google Assistente também tem adicionais divertidos, especialmente no nosso idioma. Pode servir para passar o tempo. 

1. Jogar

Além de jogos de doodles e jogos clássicos (como jogo da velha e paciência), o Google Assistente oferece jogos de perguntas e jogos de bate-papo. Os de perguntas são feitos para testar o seu conhecimento, de geografia, entretenimento, matemática e de vocabulário no inglês.

2. Contar piadas

Qual o vinho que não tem álcool? Ovinho de codorna. Essa é uma das pérolas que o Google Assistente pode falar para você se você pedir para ele te contar uma piada.

3. Contar curiosidades ou fatos interessantes

Além de piadas, ele consegue ser útil e contar coisas que você provavelmente não sabe. Basta falar “Conte-me uma curiosidade” ou “Conte-me um fato interessante” que a produção do filme Titanic custou US$ 200 milhões, mais caro do que o próprio valor da construção do navio.

4. Mostrar fotos de alguma coisa (ou suas)

Tá, pode ser mais fácil pesquisar na internet por texto, mas é legal que o Assistente mostre imagens de gatos siameses e tenha abaixo informações sobre a raça, origem e tudo mais. Você também consegue pedir para ele mostrar fotos do seu Google Fotos, como selfies ou fotos que você tirou.

5. Mostrar as notícias de hoje

Esse é outro recurso que você consegue acessando o Google Now, mas o Assistente mostra as últimas notícias mais importantes com direito a botões para você ler mais sobre cada veículo que ele cita.

6. Saber mais sobre futebol

O meu vô vai gostar bastante dessa: você pode perguntar muita coisa sobre futebol, como classificação, programação do campeonato e mais informações sobre um time, como seu atacante, estádio ou mascote.

7. “Me ajude a passear”

Essa parte mostra o que você pode fazer quando estiver na cidade, como ver os filmes que estão em cartaz no seu bairro, achar restaurantes, bares e até hotéis próximos.

8. “Eu sou seu pai”

Sim, também tem como você falar a frase icônica de Star Wars para o Assistente: “eu sou seu pai”. Ele vai responder de um jeito engraçado.

9. Cantar Evidências

Também tem como fazer ele cantar Evidências, de Chitãozinho e Xororó. É só falar “Vou negando as aparências…” que ele continua.

(…disfarçando as evidências…)


10. “Você gosta de novela?”

Ruth ou Raquel? Quem matou Odete Roitman? Essas são perguntas divertidas para quem é das antigas e quer ver o que o Assistente sabe de novelas.

11. “Você é amiga da Siri?”

Pergunte e descubra.

E, claro, também tem como você perguntar o que o Assistente acha da concorrência. Por que não?

5.1.20

Fliperama Túnel do Tempo - Ermelino Matarazzo

Seja Diferente, Junte-se ao Seja Hoje Diferente.



Saudações amados do Seja Hoje Diferente.

Neste sábado 04 de janeiro de 2020 dei uma parada nas atividades do Seja Hoje Diferente, para rever alguns amigos das antigas e brincar um pouquinho no Fliperama Túnel do Tempo do meu amado amigo Ivan.

Todos já sabem que o Fliperama Túnel do Tempo é Point Clube do Seja Hoje Diferente lá você encontra nosso humilde adesivo com o Escudo do SHD que a propósito ainda estamos bolando um que combine com a decoração maravilhosa e retrô do Fliperama.



Você só não me encontra lá todos os dias ou todos os finais de semana porque infelizmente ou felizmente todos sabem que não paro estou graças a Deus em constante atividade seja profissional e nos trabalhos sociais do Seja Hoje Diferente.

Já falamos aqui no SHD sobre o Fliperama e inclusive o mesmo possui destaque em banner em todas as páginas.

Além de ser um ambiente retrô que curto muito, contando com máquinas de pinball que marcaram minha juventude o proprietário é um amado amigo e a maioria dos jogadores do bairro são amigos e colegas de juventude.

Sendo de Ermelino Matarazzo ou não, se você jogou pinball ou até mesmo games em fliperama é uma oportunidade incrível de reviver esta época em um ambiente de amigos e família.

Só de escutar o som das máquinas antigas já é uma viagem, este mês de Janeiro o Ivan ainda esta segurando o preço das fichas a R$ 1,00 (Um real); Na casa você também pode tomar a cerveja do seu gosto a preço de amigo mesmo ou refrigerante.

Lá também tem máquinas multi-jogos onde você também pode matar saudades dos jogos de época ou tirar um contra com os amigos.

Neste dia, apostei minhas fichas mesmo na clássica máquina "Cavaleiro Negro" mas existem diversas outras máquinas clássicas lá e também a máquinas novas que envolve tecnologia atual com retro muito show mesmo.

Vou deixar abaixo mais informações para você:

O Fliperama esta localizado - Rua Domingos Scarpel 64 Jardim Belém / Ermelino Matarazzo.

Neste mês de janeiro o Fliperama estará aberto:

Segunda-feira a Sexta-feira 
14:00 às 22:00

Sábado 
11:00 às 21:00

Ambiente familiar você pode levar seus filhos tranquilamente para conhecer as máquinas da sua juventude e curtir os jogos com eles.

Vou deixar também o link perfil/amigos do facebook do Ivan/Fliperama para que você possa ver mais fotos, vídeos e saber mais das máquinas, jogos e do ambiente maravilhoso.

Clique aqui!

Um forte abraço! E, quem sabe não nos encontramos por lá!

#sejahojediferente #sejadiferente #correntedobem #heroisdoslacres #sejavoce #fuscadobem #fusquinhadobem #unidosdobem #ermelinomatarazzo

9.1.20

Brincadeiras para Gato - Divirta-se com seu gatinho (a)

Seja Diferente, Junte-se ao Seja Hoje Diferente.


Brincar com o seu gato é tão importante como mantê-lo bem alimentado e garantir que ele tem um sítio confortável para dormir, já que sem diversão o felino acaba por sofrer de estresse, ansiedade ou depressão. 

Para isso, recomendamos que você defina um horário diário de brincadeiras e seguir sempre com a mesma rotina para que ele se acostume.

Se você não sabe como brincar com o seu companheiro peludo ou que jogos pode fazer com ele, continue lendo este artigo do PeritoAnimal e descubra 10 brincadeiras para gato em casa, fáceis e muito divertidas!

A importância de brincar com o seu gato

Os gatos são animais curiosos por natureza e, por isso, garantir que são estimulados mentalmente é quase obrigatório para os tutores que querem ter um animal saudável e feliz. Um bom jeito de conseguir esse estímulo é apostar na brincadeira, já que cobre a necessidade felina de diversão e o seu instinto de caça em simultâneo. A falta de momentos lúdicos faz com o que gato se aborreça, o que pode dar origem a estresse e outros problemas derivados como a destruição do mobiliário.

Como você já deve ter notado se vive com um gato, perseguir presas para caçar é uma das atividades favoritas dele. Este instinto é substituído por objetos, o que quase sempre implica a destruição de coisas relevantes para nós, como roupa interior, sapatos, etc. O problema surge quando as presas somos nós ou outros animais e eles tentam atacar as nossas mãos ou pés ou quando trazem animais mortos para casa. Isso faz parte do seu instinto e não é um problema de conduta, mas sim de uma educação errada da parte do tutor. Quando decidimos brincar com um filhote, mexendo constantemente as mãos, não nos apercebemos de que estamos indicando que elas são um brinquedo para ele morder, o que resulta em ataques na idade adulta. Desse jeito, é possível notar como a brincadeira é essencial para o gato, mas como o jeito de brincar e educar corretamente também é relevante.

Recomendamos que você ofereça brinquedos ao felino que garantam a segurança dele, evitando objetos com peças pequenas que possam se soltar facilmente e acabar presas na garganta do pet. Você também deve evitar brinquedos que provoquem frustração no animal, como jogos que não podem ganhar ou que não podem "caçar" (um exemplo claro desse é o laser). Embora nos possa parecer divertido ver o felino perseguir uma luz que nunca conseguirá apanhar, essa brincadeira acaba por criar frustração no gato, assim como estresse e ansiedade, condições que podem gerar problemas grabes de saúde.

Opte por brinquedos que permitem entreter o gato e deixar que brinque sozinho, assim como alguns que exigem interação da sua parte para reforçar o vínculo entre ambos e melhorar a comunicação. No geral, os gatos são animais seletivos, pelo que comprar um brinquedo caro não garante que ele vá gostar dele. Conhecer o seu pet e os gostos e preferências dele é essencial para garantir que ele tem exatamente o que necessita.

Brinquedos para gatos sozinhos

Alguns gatos são mais independentes que outros e preferem se divertir sozinhos que dedicar tempo a brincar unicamente com o seu tutor humano. Por isso, o ideal é combinar os dois tipos de brincadeiras e dedicar horas do dia a entreter o gato sozinho e outras a brincar com ele. Para a primeira opção, devemos ter claro que os felinos são animais que se cansam facilmente das coisas. Isso quer dizer que é provável que, em algumas semanas ou até mesmo dias, o fato deixe de brincar com o brinquedo novo que amou no início. Isso acontece porque o objeto deixa de ser novo e curioso. Não esqueça que os gatos são animais curiosos por natureza e necessitam descobrir novos cheiros, texturas, etc., constantemente. Para ajudar com isto, recomendamos que você tenha uma caixa com vários brinquedos e jogos, oferecendo alternadamente. Assim, em algum tempo o brinquedo aborrecido voltará a parecer interessante.

Uma caixa de cartão, infinitas possibilidades

Algo tão simples como uma caixa vazia de cartão pode ser a melhor forma de entreter o seu gato em casa, já que é sinônimo de infinitas possibilidades para ele. Você pode deixar a caixa ao alcance dele para que seja ele quem decide quando entrar e brincar ou introduzir alguns elementos estimulantes como brinquedos e guloseimas no interior da caixa. Assim, você não só captará a atenção dele para iniciar o jogo, mas também conseguirá que ele associe a caixa a estímulos positivos.

E, se você quer tornar a brincadeira para entreter o seu gato ainda mais divertida, arrume 3 ou 4 caixas e crie um labirinto com elas para que ele possa entrar e sair. Não esqueça de distribuir guloseimas e brinquedos no labirinto para guiar o felino. Se você está pensando em sair algumas horas e deixar o gato sozinho, esse jogo vai deixá-lo entretido por algum tempo.

Arranhador com vários andares e brinquedos

Todo o mundo sabe que os gatos amam afiar as unhas, pois que melhor sítio para isso que um arranhador divertido? Você pode oferecer o ranhar adicionar que é apenas uma lâmina para limar as unhas, ou fazer um que possua mais do que um piso e tenha até uma pequena casinha, plumas que representam as presas e outros brinquedos para entreter o gato. Para isso, não perca este artigo que ensina como fazer um arranhador caseiro, fácil e econômico: arranhador caseiro para gatos.

Saco de papel com surpresa

Dito assim, pode nem parecer uma brincadeira muito estimulante para entreter o seu gato mas, sabendo que os felinos amam se esconder e entrar em qualquer buraco vazio, ele pode ser bastante interessante. Um saco de papel pode ser um brinquedo muito divertido para o animal se você souber como motivar o pet. Assim, recomendamos que você introduza várias guloseimas ou brinquedos favoritos dentro do saco e rapidamente ele ficará entretido. Se você deixar o saco de papel como surpresa dentro de uma caixa de cartão... a diversão é garantida!

Kong, perfeito para entreter o gato

O kong é um brinquedo dispensador de comida perfeito para entreter o gato quando ele está sozinho. É um método muito eficaz para tratar a ansiedade por separação, pelo que é altamente recomendado. Para que ele inicie a brincadeira, você apenas necessita colocar comida ou guloseimas no seu interior, pressionando ligeiramente para dificultar a extração. Em seguida, ofereça o kong ao pet e ele cheirará rapidamente o alimento e iniciará a brincadeira tentando sacá-lo, o que vai entreter e motivar o gato.

Atualmente, existem muitas marcas que apostam em brinquedos dispensadores de comida, não sendo necessário obter a marca kong em particular. Contudo, recomendamos que você avalie bem o material e opte por um resistente.

Encontre a guloseima - um jogo com tubos de papelão

Você costuma jogar os rolos de papel higiênico fora? Então pare já! Eles são perfeitos para fazer jogos divertidos, fáceis e econômicos para gatos. Um deles pode ser feito com rolos e com a tampa de uma caixa de papelão. Para fazer esse brinquedo caseiro para gato, siga os seguintes passos:

Pegue a tampa de uma caixa de cartão média-pequena, com cerca de 20 cm de largura.

Corte os tubos pela metade, já que colocará as guloseimas no seu interior no final.

Encha o interior da tampa com os tubos colocados na vertical e cole na base com uma cola resistente.

Deixe a cola secar bem.

Coloque guloseimas no interior de alguns rolos e fixe o jogo na parede, à altura do gato, para que ele sinta o cheiro da comida e tente retirá-la.

Como você pode ver, fazer este brinquedo é fácil e rápido e garante que a mente do seu gato continua ativa. Confira mais brinquedos como este no artigo Como fazer brinquedos para gatos com papelão.

Brincadeiras para fazer com meu gato

É bom deixar o gato brincar sozinho, mas é ainda melhor que o tutor participe nas brincadeiras. Brincar com o seu felino vai manter o pet entretido enquanto reforça o seu vínculo com ele, incrementando a confiança e prevenindo transtornos e condições como o estresse, o aborrecimento, a solidão ou a ansiedade. Em seguida, indicamos as brincadeiras para fazer com gato mais divertidas, fáceis e econômicas:

Caça a presa!

Como você já sabe, os gatos são caçadores naturais e, por isso, o tutor deve cobrir essa necessidade para evitar que ele persiga presas sozinho. Um bom jeito de conseguir isso são as chamadas "canas de pesca para gatos". No mercado, podem ser encontradas com diferentes cores e formatos, com plumas, ratos de brincadeira e outros animais que simulam as presas, captando a atenção do felino. Escolha a que o seu companheiro peludo gosta mais, defina uma horário para a brincadeira e desfrute de um bom momento com ele, movendo a cana e fazendo com que ele a persiga.

Não esqueça que não ganhar pode gerar frustração nos gatos, por isso deixe que ele capture a presa de vez em quando para evitar que isso aconteça e não dificulte muito o jogo.

Pegar a bolinha

Buscar e trazer a bolinha não é apenas um jogo de cachorros, os gatos também desfrutam destes brinquedos. Para ensinar este jogo ao felino, siga os seguintes passos:

Encontre a bola que o seu felino gosta mais e lance ela para que ele a pegue.

Ao mesmo tempo, fale "pegue" para que ele associe o ato de pegar a bola com a ordem. Quando ele pegar a bolinha, recompense o pet com uma guloseima.

Depois de conseguir isso, você pode ensinar o gato a trazer o brinquedo. Para isso, quando ele tiver a bolinha na boca, chame o gato para perto de você, retire o brinquedo com suavidade e volte a oferecer uma guloseima - isso fará com que ele entenda que o ato de entrega da bolinha fará com que receba um prêmio.

Pouco a pouco, introduza o comando "solta" quando ele entregar a bolinha e pratique até que o seu pet o faça sozinho.

Dica: Se você gosta de fazer brinquedos caseiros, você pode fazer um você mesmo com uma bolinha com corda que também permite que o seu gato afie as unhas.

Esconde-esconde - um clássico infalível

Você ainda se lembra de se divertir brincando de esconde-esconde quando era criança? Você pode voltar a brincar com o seu gato! Para iniciar este jogo e entreter o seu gato, você só necessita se esconder, chamar o seu companheiro e deixar que ele te encontre. Nesse momento, corra, volte a se esconder e repita o ritual. Se é o seu gato quem se esconde, pergunte "Onde está o (nome do seu gato)?", para que ele associe essas palavras ao início do jogo.

Outro jogo simples para brincar com o seu gato e que nos faz lembrar nossa infância é o chamado "pega-pega". É provável que nem sequer seja necessário ensinar o seu gato a brincar, já que ele o faz naturalmente. Você nunca viu o seu felino correr como louco na sua frente? Nesse momento, corra também e inicie a perseguição. Quando você alcançar ele, é provável que ele saia correndo de novo para que você o persiga.

Estes jogos para gatos não só entretêm os pets, como também faz com que pratiquem exercício, o que é necessário para evitar o sobrepeso.

Brincadeiras com meias velhas

Pegue um par de meias velhas, una as duas com um nó bem forte e faça alguns cortes em cada extremidade para criar uma espécie de franja. Depois de fazer o brinquedo, capte a atenção do gato e comece o jogo. Para isso, mova as meias energicamente pelo chão para que o gato as persiga, deixando que ele as capture de vez em quando.

Em que copo está a recompensa?

O famoso jogo de encontrar o prêmio também pode ser jogado com animais. É tão simples como pegar 3 copos de plástico ou cartão e uma guloseima com odor intenso. Coloque um dos copos sobre a guloseima os restantes copos do lado dele. Mova os copos e deixe o gato escolher o copo que tem o prêmio através do faro. Este jogo é perfeito para entreter o gato, reforçar os laços entre felino e tutor e passar um bom momento juntos.

#sejahojediferente #sejadiferente #correntedobem #heroisdoslacres #sejavoce #fuscadobem #fusquinhadobem #unidosdobem #ermelinomatarazzo

8.12.20

Gameflix: Jogos do Sonic - Live teste Gamer Mylena

Saudações Amados do Seja Hoje Diferente!

Tudo bem com você?

Espero que sim e que Seja Cada Dia Melhor afinal que Seja Hoje Diferente em tudo de Bom para nossas Vidas!

Amados olha só que maravilha:


É isso ai amigos da Família Seja Hoje Diferente, fizemos um live teste no perfil do Facebook da Mylena que todos sabem adora jogos de vídeo game

De modo simples e humilde, nesta live teste a Mylena Turci, mostra um pouquinho sobre alguns jogos do Sonic que ela gosta de jogar. 

Não esqueça de dar aquele like e se puder deixe seu comentário de incentivo a nossa gamer e caso ainda não seja inscrito no Canal da Familia SHD, deixamos o convide para inscrever-se, se você quiser. 

Muito Obrigado.

21.9.20

6 presentes lúdicos e educativos para crianças

Brinquedos “antigos” ajudam a desenvolver diversas habilidades na turminha. Confira algumas sugestões de como estimulá-las

Quando o assunto é presentear o público infantil, muita gente acaba optando por comprar bonecos de personagens da moda ou jogos extremamente comerciais, e não há problema nessas escolhas.

Contudo, na hora de buscar um presente para crianças entre dois e oito anos, é importante saber que, por meio dos brinquedos, podemos estimular o desenvolvimento cognitivo, espacial e emocional delas. Por isso, escolher bem o que será dado a esta turminha é uma tarefa importante.


Importância do brincar

A brincadeira é um treino para a vida adulta e uma forma importante de desenvolver diferentes capacidades da criança, como percepção espacial, coordenação motora, agilidade e flexibilidade.

Por meio do brincar, a criança aprende a dividir tanto o espaço, quanto o brinquedo, estimular a imaginação e a afetividade, socializar, expressar seus sentimentos, fixar memórias, ter atenção/concentração e até imitar.

A brincadeira é, portanto, uma ferramenta de educação e deve ser sempre estimulada por pais e professores. A criança jamais deve ser privada desse recurso tão fundamental para a vida, e os brinquedos não precisam ser caros ou tecnológicos, pelo contrário!

Muitos brinquedos “antigos”, simples e coloridos, são importantes auxiliares do processo educativo. Confira algumas opções e entenda como eles colaboram com o desenvolvimento infantil.

Quebra-cabeça

A criança precisa de atenção, foco e coordenação para montar um quebra-cabeça. É preciso adequar a quantidade de peças à faixa etária e, sob a supervisão dos pais ou educadores, este brinquedo se torna uma ferramenta importante de desenvolvimento cognitivo.

O quebra-cabeça ajuda, indiretamente, no desenvolvimento da autoestima infantil, pois dá à criança a satisfação de montar algo difícil sozinha. É um estímulo bacana para a personalidade.

Dominó

O jogo de dominó ajuda na socialização e até na aprendizagem de matemática. Há estudos de caso de como o brinquedo ajudou alunos dos ensinos fundamental e médio na aprendizagem de fração e potenciação dos múltiplos e divisores.

Com o contexto lúdico, fica mais fácil para a criança compreender e memorizar o que está aprendendo. Muitas vezes, ela vai levar consigo o aprendizado para sempre, justamente porque aprendeu de uma forma incomum.

Jogos de encaixar

Para as crianças pequenas, este é um brinquedo ótimo, em diferentes formatos, cores e contextos de aplicação, que proporciona o desenvolvimento cognitivo e a coordenação motora.

Os jogos de encaixar ainda possibilitam que a criança compreenda que os itens podem ser colocados dentro e fora, em cima e embaixo, além de outras peculiaridades simples, mas que ajudam a criar sua visão de mundo, em especial, aos menores de três anos.

Frutas de velcro

Meninos e meninas podem se divertir e aprender muito com esse brinquedo educativo e colorido. Frutas e verduras de madeira ou plástico, coladas com velcro, possibilitam que a criança aprenda o nome dos vegetais e sua importância nutricional.

Também dá para ensinar um pouco de matemática simples com esse brinquedo, mostrando o que é fração e divisão. Ainda é possível estimular a socialização ao pedir para as crianças compartilharem o brinquedo ou motivá-las a colocar o elemento lúdico dentro do contexto da brincadeira (mercadinho, casinha, etc).

Jogo da memória

Por meio de cartas ou peças de madeira, este brinquedo demanda atenção da criança e ajuda sua memória a ser fixada. O jogo pode ser usado sozinho ou em grupos de pessoas, facilitando a socialização.

A brincadeira ainda pode trazer informações educativas, como antônimos, sinônimos, animais, frutas e muito mais, e fazer parte de um momento familiar, fortalecendo o vínculo afetivo com a criança.

Fantoches

Simples, esse brinquedo estimula a imaginação, a memória e a criação de estórias e narrativas. A criança pode ser a narradora da brincadeira, o que ajuda na socialização, na oratória e na desinibição, ou a espectadora, desenvolvendo foco e memória.

O fantoche pode ser usado sozinho ou fazer parte de um momento com o outro, um amigo, irmão, pais e cuidadores, por exemplo. Feitos de tecidos, eles podem aparecer em diferentes personagens e modelos.


GeraLinks - Agregador de links