Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta ethereum. Ordenar por data Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta ethereum. Ordenar por data Mostrar todas as postagens

3.10.22

Qual a recente mudança promovida pela Ethereum e como beneficiará a criptomoeda?


Você sabe o que é Ethereum e como essa tecnologia funciona no mercado de criptomoedas? De fato é uma revolução que visa mudar para sempre o mercado financeiro.

Para entender melhor como essa mudança ocorrerá pela Ethereum, vamos explicar melhor o que são as criptomoedas e como elas funcionam.

Basicamente, as criptomoedas referem-se a qualquer forma de moeda que existe digitalmente e é negociada usando criptografia. Ou seja, as criptomoedas não possuem um emissor oficial central como os bancos.

Em vez disso, essas moedas usam um sistema como o de controle biometrico de acesso descentralizado para registrar transações e emitir novas unidades.

Ou seja, não uma regulamentação que proteja de fato o valor investido em criptomoedas, no entanto não deixa de ser uma moeda de fato segura, apesar desse detalhe.

Além disso, elas são moedas que podem ser usadas ​​por qualquer pessoa física ou jurídica que queira aumentar os lucros e diversificar seu capital, como uma empresa de cabeamento estruturado de fibra óptica.

Mas há riscos? Ou podem depreciar? E como a Ethereum irá promover benefícios a essa modalidade de moedas digitais? Confira este artigo para mais detalhes!

O que é Ethereum?

Para de fato entender as mudanças que ocorreram no Ethereum, é preciso primeiro saber o que ele é e como ele funciona.

A Ethereum é uma plataforma altamente tecnológica que permite a programação de aplicativos descentralizados, contratos inteligentes e a troca de criptomoedas e vários tokens por pessoas físicas ou uma empresa de antecipação de recebíveis, por exemplo.

Tudo isso é baseado na tecnologia blockchain que veio junto com o Bitcoin. Por causa disso, muitos veem o Ethereum como uma evolução do conceito de tecnologia blockchain.

Mudanças da Ethereum

A segunda maior blockchain por capitalização de mercado está prestes a passar por uma grande transformação que a comunidade de criptomoedas apelidou de “The Merge”, ou “A Fusão” em uma tradução para o português.

Mas apesar de tantas informações e espera, ainda há muito mal-entendido sobre o que realmente aconteceu durante a fusão.

O que é Ethereum Fusion?

Esta atualização do Ethereum ou a chamada "fusão" altera a maneira como as novas transações de criptomoeda acontecem na blockchain.

Anteriormente, a blockchain Ethereum, como a blockchain Bitcoin, funcionava em um modelo de prova de trabalho, que envolve computadores que fazem parte de uma grande rede competindo entre si para resolver problemas matemáticos complexos.

A atualização converte o Ethereum em um modelo de prova de participação, que é um sistema mais eficiente em termos energéticos e ecológicos. Significa selecionar por meio de um algoritmo que prioriza os nós que possuem mais moeda na rede.

Em outras palavras, sua "participação" na rede obtém o poder dos computadores recompensados ​​em um sistema de prova de trabalho.

A fusão melhorará quase todas as métricas da blockchain Ethereum, abrindo caminho para futuras inovações de aplicativos e experimentação, assim como acontece no mercado de serviços eletricos industriais, por exemplo.

Os recursos de contrato inteligente da Ethereum foram usados ​​para criar milhares de DApps (aplicativos descentralizados da blockchain) que atraíram milhões de usuários e geraram bilhões de dólares para investidores e usuários.

Devido às capacidades do Ethereum, houve a criação de muitos projetos significativos, incluindo:

  • Organizações autônomas descentralizadas (DAO);

  • Finanças Descentralizadas (DeFi);

  • Ofertas iniciais de moedas (ICO);

  • Ofertas de token de segurança (STO);

  • Tokens não-fungíveis (NFT);

  • Stablecoins.

Esses são alguns exemplos de apps que de fato contribuem para o grande avanço dessa tecnologia. Veja outras principais mudanças estabelecidas por esse processo de mudança. 

Recalibração da sustentabilidade

Uma das mudanças que trata das criptomoedas é a tão aguardada recalibração da sustentabilidade. É uma atualização há muito esperada em todo o sistema que, segundo especialistas, reduzirá o consumo de energia da blockchain em cerca de 99%.

Além disso, significará uma grande melhoria no sistema de mineração, bem como a eficiência e a segurança do sistema. O impacto ambiental das criptomoedas tem sido um ponto importante para essas novas medidas reguladoras.

Por exemplo, com base em detectores de tensão, uma única transação de Ethereum consome quase tanta energia quanto o suficiente para abastecer uma casa por um dia inteiro.

Ou seja, de acordo com a pesquisa inicial da Cointelegraph Research sobre as blockchains mais eficientes em termos de energia para tokens não-fungíveis (NFTs), a rede Ethereum atualmente usa mais energia do que a Costa Rica por um ano inteiro.

Essa é parte da razão pela qual o fundador mais conhecido da Ethereum, Vitalik Buterin, está preparando as bases para a fusão desde 2014.

A atualização, que deveria acontecer em 2016, continuou a ser adiada pela Ethereum Foundation, uma organização sem fins lucrativos que ajuda a manter a blockchain Ethereum. Parece que finalmente vai acontecer no início deste verão, e então foi adiado.

Ou seja, a fusão finalmente aconteceu em 15 de setembro, e os testes agora estão completos.

Prova de participação

Após a fusão, o Ethereum usará um sistema de "prova de participação", em vez de usar uma loteria algorítmica para determinar quem verificou as transações de um grupo de "jogadores" (e são recompensados ​​com tokens).

O impacto ambiental das criptomoedas tem sido um ponto importante para essas novas medidas reguladoras, mas apesar de tantas informações e espera, ainda há muito mal-entendido sobre o que realmente aconteceu durante a fusão.

Como o mercado de criptomoedas ficou sob pressão nos últimos meses, uma atualização de software muito aguardada para uma das plataformas de criptomoedas mais populares, a Ethereum, foi lançada na semana passada.

A atualização, apelidada de "fusão", sofreu vários atrasos desde que foi anunciada pela primeira vez em 2014, levando muitos a questionar se surgirá uma estratégia de consenso da indústria alternativa e eficiente em termos de energia.

Ou seja, para muitas empresas de consultoria tributária, ainda pode haver dúvidas acerca de como foram essas mudanças.

Maior participação

Essa mudança otimiza não apenas a proposta de valor que as criptomoedas e os aplicativos blockchain apresentam aos usuários de criptomoedas, mas também aos inovadores climáticos da Web3, uma nova geração de defensores do meio ambiente.

Afinal, agora sim eles poderão investir nessas criptomoedas, já que antes não investem devido ao uso intenso de energia.

Essa migração moverá o Ethereum, com milhares de projetos Web3 e 71 milhões de carteiras criptográficas baseadas em Ethereum de seu atual sistema de prova de trabalho (PoW) para um sistema de prova de participação (PoS).

De acordo com a Ethereum Foundation, a mudança reduzirá o uso de energia da rede em 99,95% e preparará o terreno para melhorias adicionais em sua infraestrutura principal.

Em um nível mais alto, uma fusão do Ethereum poderia mudar a narrativa de toda a indústria sobre os potenciais benefícios climáticos.

Considerações finais

Como mencionado acima, após vários atrasos, a fusão finalmente ocorreu nas primeiras horas de 15 de setembro de acordo com um tweet do cofundador da Ethereum, Vitalik Buterin.

Os proponentes dizem que a transição reduz o consumo de energia da rede Ethereum em cerca de 99%. O modelo de prova de trabalho usado pela rede Bitcoin requer mais poder do que o modelo de prova de participação.

O impacto negativo da negociação de criptomoedas tem sido uma grande preocupação para muitos comentaristas e defensores de criptomoedas, e a mudança do Ethereum para a prova de participação com uso intensivo de energia é vista como um grande avanço.

Também estabelecerá as bases para outros aspectos do roteiro da rede, como melhorar a eficiência das transações.

Mesmo com todas essas mudanças que foram esclarecidas acima, é incerto como a blockchain Ethereum se comporta em termos de velocidade e custos de transação e configuração de servidor após a fusão.

Um grande problema com o Ethereum no passado era que as transações eram muito caras, às vezes chegando a milhares de dólares no pico de 2021.

Os desenvolvedores da Ethereum Foundation não esperam que a fusão tenha um impacto significativo nessas mudanças. Talvez mais importante pode ocorrer na mudança da jornada do Ethereum para o “Ethereum 2.0”, o sharding, que deve acontecer em 2023.

Também teremos que esperar e ver se de fato essas mudanças citadas serão bem estabelecidas. Erros de sincronização e atualização de suporte técnico informática podem afastar os investidores por medo da instabilidade.

Mas, no geral, embora a fusão não seja um milagre, pode ajudar a impulsionar o perfil da criptomoeda e atrair investidores institucionais e de varejo.

Em um momento em que o investimento sustentável é cada vez mais uma prioridade, a fusão do Ether e seus retornos atraentes têm o potencial de colocá-lo nos principais investimentos de criptomoedas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


Aqui indico ao meu network de amigos diversos produtos interessantes em conteúdo referente ao gosto de meus seguidores.

10.10.21

O 'desenvolvimento vibrante' do Ethereum pode impulsionar os preços em um futuro próximo


Com o Bitcoin roubando a maior parte da atenção do mercado, a principal altcoin, o Ethereum está fora do quadro geral desde que o Quarto Trimestre decolou. Na frente dos preços, o crescimento do BTC elevou a expectativa do mercado, enquanto o Ethereum adotou uma abordagem desfavorável com seu lado de desenvolvimento parecendo bastante vibrante.

Demanda por Ethereum faz um retorno

Depois de um aumento maciço nos protocolos de Camada-2 no final do terceiro trimestre, a demanda por espaço no ethereum parecia ter se recuperado à medida que o último trimestre do ano começou. Notavelmente, as taxas de transação da Ethereum ultrapassaram US $ 1 bilhão em setembro com uma taxa média de transação de US $ 28.

Após a entrada no ar do EIP-1559, observou-se uma redução líquida impressionante de 55% na emissão de ETH, com mais de 474K ETH (US$ 1,7B) sendo queimado. Isso, por sua vez, deu lugar à narrativa de choque de oferta que foi otimista para a trajetória de longo prazo da ETH.



No entanto, como observado pelo analista SpencerNoon, o Ethereum sustentou altas taxas que dificultavam a experiência do usuário e servia como um vento de cauda para mais adoção de usuários de L2s mais baratos e L1s alternativos.

Essa pode ser uma das razões pelas quais os endereços ativos no Ethereum estavam perto de 577K, o que caiu quase 25% desde as altas de maio. No entanto, um mercado de NFT em expansão ao lado do crescimento da Defi no último trimestre indiretamente permitiu um ecossistema Ethereum mais robusto.

Comportamento saudável do HODLing

As ondas do Ethereum HODL ajudam a rastrear o quão ativa a oferta de ETH atual é baseada no último movimento na cadeia. Notavelmente, 76% da oferta não se moveu em mais de seis meses e cerca de 46% da oferta está em faixas etárias superiores a um ano.



Alguns dos principais fatores que afetam as ondas HODL incluem o domínio do ETH nas reservas Defi, Ethereum e CEX ETH no armazenamento a frio. Dito isto, um fator preocupante foi que 306 milhões de dólares em ETH foram depositados em bolsas, em comparação com 750 milhões de dólares sendo retirados na última semana.

Olhando para os fluxos de câmbio pegando parecia que poderia haver um aumento na pressão do lado da venda a ser absorvido em torno do nível de resistência aos preços.

Desenvolvimento parecendo vibrante

O cientista de dados Daren Matsuoka afirmou que a comunidade de desenvolvedores do Ethereum "está mais vibrante do que nunca". De fato, mais desenvolvedores entraram no ecossistema Ethereum até agora este ano do que os dois anos anteriores juntos.



O crescimento da atividade de desenvolvedores do Ethereum foi analisado olhando para as estrelas do GitHub nos principais repositórios de desenvolvedores, como web3js, trufas, solidez, hardhat, ethersjs, contratos openZeppelin, web3py e andaime-eth, ao longo do tempo.

Notavelmente, havia agora mais de 39K contas do Github que estrelaram pelo menos um dos principais repositórios. Com sua atividade de desenvolvimento em ascensão e a demanda pela recuperação da rede Ethereum, o futuro da ETH parecia bastante brilhante.

8.10.21

Ethereum: um aumento de 7000% até 2022, a história do IF se repete


A mudança do Bitcoin para $ 55,3k encheu o mercado de euforia, parcialmente ofuscando os ganhos de 5% do Ethereum em dois dias. Enquanto o altcoin de topo fazia movimentos mais lentos avançando para o norte, a expectativa de uma recuperação lenta e constante se fortaleceu em todo o mercado.

O Ethereum, até o momento, estava sendo negociado a $ 3.540 com ganhos diários de 1,23% contra ganhos do BTC de 5,73%. No entanto, havia sinais de que a história se repetia. Portanto, parecia provável que o preço da ETH dispararia nas paradas. 

Fractal Ethereum pode abastecer os preços

Fractais são indicadores úteis na identificação de pontos de reversão no mercado. Eles são freqüentemente usados ​​para identificar a direção na qual o preço se desenvolverá. Curiosamente, o Ethereum viu um indicador fractal em 2017, que incluía quatro padrões técnicos que aumentaram o preço da ETH em 7.000%.

O analista de pseudônimos Jaydee_757 primeiro identificou o fractal Etherum e destacou que o mesmo conjunto de indicadores de alta piscaram mais uma vez em 2021. 

Em 2017, uma estrutura de preço de martelo de alta empurrou o RSI mensal da ETH para uma zona de sobrecompra extremamente acima de 94. Isso desencadeou a consolidação lateral de curto prazo, baixou a leitura do RSI e, por sua vez, uma correção no RSI estocástico. 



No entanto, no final de 2017, o RSI estocástico viu um cruzamento e virou de alta, com sua linha azul cruzando acima da linha de açafrão. Este cruzamento entre a linha% K e% D fortaleceu ainda mais a continuação de alta do alt, dando lugar a ganhos de 5x.

Em janeiro de 2018, o valor do altcoin havia subido mais 500%, fechando acima de US $ 1.200. O mesmo coincidiu com o RSI formando um topo duplo. 

Notavelmente, Ethereum parecia estar espelhando os mesmos movimentos do fractal de 2017, uma vez que fez uma entrada no quarto trimestre de 2021. Uma estranha semelhança pode ser vista nas estruturas RSI de 2017 e 2021, pois ambos viram um topo duplo e foram vendidos em excesso no gráfico mensal.

Após o martelo de alta, o preço da ETH teve um aumento de 70 vezes em apenas seis meses. No longo prazo, o alt subiu 3.400% e atingiu $ 4.300, 16 meses depois de pintar um crossover RSI estocástico de alta. 

Aqui está o que as métricas nos dizem

O índice de NVT da Ethereum atingiu seu valor mais alto desde fevereiro de 2020 em 4 de outubro. Esses altos valores de NVT são indicativos do fato de que o valor da rede está ultrapassando o valor que está sendo transferido na rede.

Embora isso muitas vezes implique uma bolha de preços, no caso da ETH, isso pode representar estágios legítimos de crescimento. 



Agora, o baixo número de endereços ativos era uma estatística preocupante para a rede da ETH. No entanto, uma pequena recuperação no mesmo parecia ser um bom sinal, no momento da redação.

Ao todo, as cartas para Ethereum estão definidas para um rali, especialmente se o fractal se desenrolar bem e conforme o esperado. 

4.9.21

O que é Wrapped Bitcoin? - WBTC


Uma coisa em comum no mercado de criptomoedas são alguns fabricantes não tão conhecidos assim associarem suas criações ao nome Bitcoin, levando ao ponto de gerarem mais credibilidade – Em exceção, temos o Wrapped Bitcoin, ou WBTC.

Ele é uma versão um pouco melhorada e tokenizada do Bitcoin na Etherium.

O WBTC é compatível com o ERC 20 que é o padrão de compatibilidade acessível, além disso, foi anunciado em 26 de outubro de 2018, mas só foi lançado mesmo meses depois, no dia 31 de janeiro de 2019.

Significado de WBTC ou Wrapped Bitcoin
De forma simplificada o Wrapped Bitcoin, ou wBTC, são Bitcoins encapsulados na Blockchain do Ethereum, permitindo aproveitar todos os recursos dessa tecnologia, incluindo o uso em DeFi, como empréstimos e  Exchanges Descentralizadas, além de transferências muito mais rápidas.

Para cada Bitcoin depositado junto aos custodiantes do projeto, um wBTC é emitido na rede Ethereum.

De forma mais técnica, o Wrapped Bitcoin (WBTC) é um token ERC-20 que foi ao ar na rede Ethereum em janeiro de 2019. O token surgiu em desenvolvimento conjunto com a Bitgo, Kyber Network e Republic Protocol, tendo como objetivo principal a criação de um token na rede Ethereum com paridade 1:1 com o Bitcoin (BTC).

Como Ter Acesso ao WBTC?
Ao contrário do que muitos pensam, as criptomoedas não são criadas em massa, em especial, o WBTC é desenvolvido em uma escala de um para um.

Ou seja, para cada pessoa que o tiver em suas mãos, ou melhor, em suas carteiras de investimentos é necessário que tenha uma reserva do Bitcoin para que assim se torne acessível.

O problema de liquidez
Na publicação original do Wrapped Bitcoin, o autor Loi Luu dá muita ênfase à liquidez – ou a falta dela, ao negociar em uma exchange descentralizada (DEX) com um token que não seja baseado em Ethereum (ERC-20).

Então, para solucionar o problema de liquidez, o Bitcoin encapsulado foi criado para “trazer a liquidez do Bitcoin para o ecossistema descentralizado no Ethereum e aprimorar todos os aplicativos descentralizados”, de acordo com o comunicado inicial do projeto.

Como o WBTC funciona?
No entanto, o Wrapped Bitcoin tem uma estrutura de governança única e um mecanismo de consenso que difere do Bitcoin e do Ethereum. WBTC é um projeto DAO – Organização Autônoma Descentralizada – que usa um modelo de Governança Federada. Em outras palavras, a comunidade tem voz na tomada de decisões e na direção do projeto.

O consenso sobre a rede Wrapped Bitcoin usa um mecanismo de Prova de Reserva, o que significa que cada WBTC é apoiado por uma quantidade equivalente de Bitcoin, e isso é verificável observando o histórico de transações na cadeia.

Vale a pena comprar o token Wrapped Bitcoin?

Existem uma série de fatores que podem dizer que investir nessa moeda digital não seria a melhor opção e que seria melhor investir em outras.

Portanto, a nossa recomendação mais sincera é que você entenda mais a fundo para que evite falhas desnecessárias.

2.9.21

Ethereum ultrapassa US$ 3.700 após a ativação do Arbitrum


O preço do Ethereum (ETH) ultrapassou a marca de US$ 3.700, nesta quarta-feira (1º), após a entrar em operação a solução de layer2 chamada Arbitrum.

Segundo dados do CoinMarketCap, o preço da ETH passou de US$ 3.790, registrando um aumento de mais de 10% nas últimas 24 horas.

Este é um novo recorde de preço para o Ethereum neste segundo semestre. Afinal, a criptomoeda não atingia esse valor desde o início de maio, quando bateu seu recorde histórico, ultrapassando US$ 4.000.

Poucas informações tenham sido divulgadas antes da ativação da Arbitrum. No entanto, especialistas têm pontuado que o início das atividades foi o grande motivador da escalada de preços recente.

Arbitrum e Ethereum
Arbitrum é uma solução de layer 2 voltada para o Ethereum. Seu objetivo é resolver problemas da blockchain ETH por meio de uma camada 2 que roda “em paralelo” como ETH.

No caso de Arbitrum, a solução “embrulha” várias transações (que podem ser transferências ou assinaturas de contratos inteligentes) em uma segunda camada do Ethereum. Assim, não há necessidade de pagar altas taxas.

Com esta solução, só é necessário pagar comissões para trazer dinheiro para o rollup. Ou então, quando o usuário quiser sacá-lo, o que implica configurar as transações na blockchain principal.

O Arbitrum, assim como outras soluções de dimensionamento aliviam o congestionamento no Ethereum e agregam valor à blockchain.

Entre os benefícios está o programa que recompensará quem encontrar bugs ou erros nos contratos inteligentes. Dependendo do tipo de erro encontrado, os valores pagos podem variar de US$ 1.000 a US$ 1.000.000.

Além disso, Arbitrum recebeu o endosso de várias empresas após conduzir uma rodada de financiamento de US$ 120 milhões.

“Usaremos o capital recém-adquirido para aumentar nossa equipe e continuar a investir pesadamente em pesquisa e desenvolvimento”, disse o cofundador da Offchain Labs, Steven Goldfeder.

A rodada de financiamento foi liderada por Lightspeed Venture Partners, Polychain Capital, Ribbit Capital, Redpoint Ventures, Pantera Capital, Alameda Research e Mark Cuban.

10.1.22

Ano começou terrível para Bitcoin, Ethereum, Polkadot, Avalanche, Solana e Terra


Esse novo ano trouxe, por enquanto, apenas desapontamento para investidores cripto.

Apenas umas das 20 maiores criptomoedas por valor de mercado cresceu nos últimos sete dias. A honra vai para a Chainlink, que está operando em alta de 20% no momento que esta reportagem pe escrita, segundo o Coinmarketcap. Todas as outras moedas apresentam perdas de dois dígitos em 2022.

O líder de mercado Bitcoin, na verdade, tem uma das quedas mais brandas, comparativamente. Está em baixa de 13% nos últimos sete dias, sendo vendido na casa dos US$ 41 mil. Apesar da crise, a rede do Bitcoin estabeleceu um novo recorde no último domingo (2), quando seu hashrate atingiu a marca de 203.5 exahashes por segundo, antes de cai para baixo desse topo alguns dias depois.

Hashrate e á unidade de medida que descreve o total de potência computacional empregado em mineradores em uma blockchain. Mais poder computacional significa mais segurança, já que mais esforço será necessário para capturar 51% da rede e comprometer os valores de uma rede descentralizada.

O breve recorde de hashrate do Bitcoin marca um crescimento de 200% desde julho do ano passado, quando a China proibiu a atividade – o país era o líder de mineração de BTC até então.

Muitos mineradores chineses se realocaram para o Cazaquistão e a rede voltou com mais força do que nunca. Entretanto, as turbulências sociais que o país enfrenta fez com que as autoridades derrubassem os serviços de internet em todo o país, afundando o hashrate de volta para 172 EH/s.

Na terça-feira (4) a Securities and Exchange Commission (CVM dos Estados Unidos) adiou uma decisão sobre se irá aprovar ou não um ETF “spot” de Bitcoin (produto financeiro que leva em conta o preço atual do ativo). Uma nova data foi marcada para 16 de março deste ano.

O Bitcoin foi responsável por uma outra marca histórica na semana, mas essa negativa (pelo menos para ele). Na quarta-feira (5), a dominância de mercado do BTC caiu para 37,28%. Trata-se da menor marca desde 2018, mas ainda significa que uma moeda sozinha domina bem mais que um terço do mercado.

Ethereum e altcoins não foram muito melhores …
Enquanto Chainlink sobe, outras altcoins estão afundando. Ethereum acumulou 19% de baixas, apesar de as vendas de NFT terem voltado a crescer no ano novo.

Nessa semana, a segunda maior criptomoeda se viu com receios vindos de vários cantos.

Na quarta-feira (5), o JPMorgan falou em um relatório que Ethereum pode sofrer forte competição de blockchains rivais como Avalanche, Solana e Terra. Isso em um futuro próximo, já que todas estas fornecem serviços mais escaláveis com menos custos. Desenvolvedores da Ethereum disseram que as críticas são exageradas.

Nesse mesmo dia, um relatório da firma de investimento cripto Eletric Capital concluiu que Polkadot, Avalanche, Solana e Terra tiveram um crescimento inicial mais rápido que Ethereum, em termos de desenvolvedores atuando na rede, vale ressaltar que o Ethereum cresceu em um cenário muito diversos do que seus concorrentes.

Ironicamente, Solana, Avalanche e Terra foram alguns dos ativos que tiveram as maiores perdas nessa semana, cada um tendo desvalorizado mais de 20% no acumulado de sete dias.

Solana acumula 23% de perda na semana e é vendida a US$ 134,50. Avalanche e Luna caíram 29% e estão cotadas em US% 80,27 e 63,69, respectivamente.

Foi um começo sombrio para 2022 para as criptomoedas, mas a empolgação dentro do ecossistema cripto sobre o que está por vir não diminuiu.

14.4.22

Veja as 5 melhores criptomoedas para apostar em 2022


As criptomoedas têm ganhado destaque, principalmente por pessoas interessadas em investir. Entretanto, ainda há dúvidas com relação a essa tecnologia, e é preciso saber quando e onde investir para ter um retorno adequado em seu serviço de contabilidade.

Pensando em te ajudar nessa missão, criamos este artigo. Aqui, vamos abordar mais sobre o conceito de criptomoeda, sua importância, bem como as melhores do mercado. Siga a leitura e confira!

Entenda o conceito de criptomoeda

Em sua origem, uma criptomoeda é uma espécie de dinheiro digital, uma moeda descentralizada que não tem nenhum órgão ou país especificamente cuidando de seu controle ou regulamentação.

Normalmente, uma criptomoeda é criada em uma rede conhecida como blockchain, onde é possível armazenar informações com segurança e garantia de neutralidade, o que inclui tanto as transações financeiras usando as criptomoedas quanto os dados dos participantes.

Um dos grandes trunfos das criptomoedas é a privacidade, elemento que tem sido muito procurado por investidores e outras pessoas interessadas nesse modelo comercial. O valor das criptomoedas é altamente variável.

Esse valor também pode ser trocado por moedas físicas, tornando-se uma moeda de troca para consumir produtos e serviços. Hoje, alguns estabelecimentos já aceitam criptomoedas como forma de pagamento para uma avaliação patrimonial.

Embora a maioria das vantagens seja muito aparente para esse tipo de moeda, o que acaba atraindo muito mais pessoas interessadas no que é possível realizar com ela, ainda existem alguns pontos contra, como a volatilidade.

A descentralização é a maior responsável por isso, fazendo com que os usuários das criptomoedas tenham que tomar cuidado com a alta desvalorização que pode acontecer sem aviso prévio, e rapidamente.

Entretanto, para aqueles que querem investir, a moeda também recebe fortes altas, e costuma ter um valor bastante interessante como forma de investimento, caso você queira se manter atento a esse tipo de mercado.

Existem diversas criptomoedas no mercado atualmente para você investir os ganhos do trabalho como advogado direito do consumidor, e a facilidade de criação delas permite que a cada dia uma nova opção surja no mercado.

Embora algumas pessoas gostem de tentar capturar estas moedas no momento em que são lançadas, isso pode ser bastante arriscado.

Se você deseja investir com qualidade, e ter uma chance de retorno maior, existem algumas moedas já estabelecidas no mercado, que ainda têm um forte potencial de negociação. Escolher uma delas pode ser o melhor caminho.

Não existe uma maneira de prever quais criptomoedas estarão em maior ascensão, podendo gerar o retorno mais satisfatório para você. Entretanto, avaliar o mercado constantemente e estar sempre pronto para alterações nesse mercado é fundamental.

Assim, você consegue identificar maneiras mais efetivas de conseguir resultados em seu investimento, ampliando suas oportunidades de aproveitar melhor as criptomoedas após investir sua renda de controlador de acesso, por exemplo.

Principais criptomoedas para investir

Agora que você entende um pouco melhor sobre o que são criptomoedas, é o momento de identificar como investir com qualidade nesse tipo de tecnologia. Existem diversos modelos para escolher, e é preciso saber onde aplicar.

Vale lembrar que cada moeda tem suas próprias funções, e você deve estar constantemente avaliando a evolução das criptomoedas que decidiu investir. 

Dessa maneira, você consegue uma estrutura de maior qualidade para seu dinheiro conquistado com serviços de informatica, ou com qualquer outro ramo de atuação.

Adaptar esse tipo de investimento a sua realidade é um passo fundamental para você otimizar seus resultados. Avalie o tipo de mudança da moeda, para que você possa acompanhar e não corra o risco de perder dinheiro nessas alterações.

1 - Bitcoin

Uma das mais famosas criptomoedas no mercado, o Bitcoin ainda é o principal modo de investimento entre a maioria das pessoas. Ela é considerada por muitos investidores um dos meios mais sustentáveis.

Ao longo de 2021, a moeda chegou a sessenta e nove mil dólares por moeda, caindo para vinte e nove mil no meio do ano. Entretanto, o bitcoin está em recuperação, e está próximo de atingir seu pico novamente.

O volume de negócios com o bitcoin está reduzido, mas esse é um reflexo esperado para a moeda, que deve ter um novo levante de investimentos em breve. Para isso, os investidores esperam a ação do mercado com relação à moeda.

Especialistas afirmam que, por ser uma estratégia de alto risco, o bitcoin não é recomendado para quem deseja recursos de curto prazo, uma vez que há uma ineficiência do mercado com relação à criptomoeda.

Entretanto, a ótica de quem investe a longo prazo no bitcoin é completamente diferente, uma vez que ela é a moeda mais conhecida do público e pode receber um aumento substancial ao longo dos próximos anos.

Um reflexo dessa mudança é o fato de que grandes players do mercado, como investidores institucionais, estão cada vez mais buscando recursos dentro do bitcoin para validar seus investimentos, criando um destaque da criptomoeda até mesmo em relação ao ouro.

2 - Ethereum

O ethereum é uma outra opção muito procurada por investidores, sendo uma excelente alternativa para quem deseja iniciar o trabalho com criptomoedas. O Ethereum é conhecido como a altcoin mais popular no mercado.

Altcoin é o nome dado ao conjunto de moedas similares ao bitcoin, que surgiram como resposta à primeira criptomoeda. No caso do ethereum, ele vem passando por um longo período de popularização e seu valor pode crescer muito nos próximos anos.

Embora ele seja uma moeda extremamente volátil, tem apresentado resultados satisfatórios, principalmente com relação ao uso de novas ferramentas e aplicativos que tem ganhado mais espaço entre os investidores.

O ethereum tem uma aplicação muito comum em entretenimento, como:

  • Músicas;
  • Jogos;
  • Imagens e fotografias;
  • Conteúdo audiovisual.

Estes elementos acabam tornando-a uma das criptomoedas mais populares do mundo, conseguindo resultados expressivos na hora de negociar. A descentralização da moeda também é um ponto que faz muitos investidores procurarem o ethereum.

Equipes de tecnologia da criptomoeda estão tentando buscar alternativas menos custosas para o ambiente, que utilizem menos energia em sua produção. Esse é um dos elementos que mais chama a atenção de pessoas interessadas em soluções ambientais.

Se atingir este patamar, o ethereum tem grandes chances de tomar a dianteira do mercado, tornando-se uma moeda atraente e disponível para uso generalizado em diversas frentes de atuação.

3 - Cosmos

A rede conhecida como Cosmos é formada de diversas blockchains paralelas e independentes entre si, que levam o nome de zonas. Elas são alimentadas por protocolos de consenso conhecidos como BFT, interoperando com outras zonas diferentes.

Um dos grandes diferenciais dessa criptomoeda é a capacidade de trabalhar em conjunto com outras moedas e outras aplicações, o que muitas vezes não é possível com uma blockchain fechada.

Por conta disso, o Cosmos tem sido pensado para o pagamento de taxas e uma ferramenta com segurança econômica muito maior para empresas de sistemas, o que tem atraído a atenção do mercado e tornado a ferramenta muito mais interessante para investidores.

Além disso, a moeda é um excelente mecanismo de prevenção a spam, sendo ideal para uma série de propostas mais convencionais de utilização, e ganhando recompensas de bloco que permitem uma dificuldade maior para cibercriminosos invadirem este espaço.

4 - Aurory

Criado como um jogo de computador, esta é uma opção diferenciada e interessante, que demanda atenção e cuidado, mas que pode ser uma maneira divertida de investir.

O Aurory usa uma mecânica conhecida como play-to-earn, no qual suas ações dentro do jogo geram benefícios em formato de tokens e NFTs, que podem ser convertidos na criptomoeda que ele utiliza, o Aury.

Depois de conseguir seus benefícios no jogo, você pode ir até o mercado oficial da plataforma, onde oferece os itens conquistados para venda e comercialização de customizáveis dentro do software.

Este tipo de ação gera o mercado de criptomoedas, que está em constante crescimento e oferece uma liquidação rápida para você conseguir dinheiro em outras moedas.

5 - Arweave

Mais uma boa aposta para investimento em criptomoedas, a arweave possui uma arquitetura diferenciada conhecida como blockweave, que é exclusiva do projeto e cria uma camada completamente diferente na rede.

A abordagem da arweave é baseada na concorrência, e oferece diversas opções de rede de armazenamento quando você está fazendo algum tipo de transação de serviço de calibração usando a ferramenta, o que a torna destacada das demais.

Entre as ações que usam o Arweave estão os NFTs, tokens de imagens que têm ganhado muito destaque na internet, principalmente depois da adoção da ferramenta por uma série de artistas e celebridades.

Considerações finais

Trabalhar com criptomoedas pode ser um trabalho complexo, mas os benefícios podem ser enormes se você souber usar a ferramenta com qualidade e conseguir conquistar um espaço adequado para sua carteira.

Além disso, é preciso manter uma certa vigilância sobre esse tipo de ferramenta. Uma vez que as criptomoedas são muito voláteis, você deve sempre que possível estar de olho na movimentação do mercado, para saber se é hora de vender ou comprar uma criptomoeda.

Dessa maneira, sua cartela de investimentos acaba ficando muito mais diversa e com grandes chances de retorno satisfatório.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

GeraLinks - Agregador de links