Mostrando postagens com marcador Viagem e Turismo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Viagem e Turismo. Mostrar todas as postagens

15.10.21

Empresária larga tudo para viver em motorhome: “Eu realmente não estava feliz”


Cíntia Fracalanza resolveu se afastar da rotina de empresária e começou a montar o próprio motorhome

Abandonar as rotinas estressantes do trabalho e da casa pode ser um sonho distante para a maioria da população, no entanto, tem-se observado um número crescente de pessoas que decidiram deixar de residir em moradias consideradas tradicionais para viver em motorhomes, chamados de “nômades modernos”. Este é o caso da empresária Cíntia Fracalanza, 49, que em 2017 decidiu que iria passar a morar sobre rodas.

Ela conta que a morte do pai e um assalto que ocorreu na casa dela foram os motivos iniciais que a levaram a tomar a decisão. “Eu perdi meu pai em 2016, mesmo ano em que minha mãe foi morar com minha irmã na Inglaterra. A partir daí, tive uma série de novas atribuições, como desocupar a casa onde morávamos e reformá-la para venda ou locação. Era uma casa enorme, com oito banheiros. Durante a virada de 2016 para 2017, a edícula ainda estava repleta de pertences da família quando a casa foi invadida”, conta.

O assalto ocorreu nas férias de Cíntia, que se surpreendeu ao retornar e se deparar com os cômodos revirados. Segundo ela, as janelas e portas foram danificadas e vários objetos pessoais estavam quebrados, o que a deixou completamente apavorada. A partir daí, ela começou a reparar os estragos, se mudou para o interior de São Paulo e começou a repensar em uma vida mais minimalista.

“Eu estava exausta de cuidar de coisas, não queria mais ter coisas. Me desfazer de pertences familiares ou cuidar dos que deveriam permanecer estava me custando tempo, dinheiro e um gigantesco estresse emocional. Eu só sabia que eu queria não ter”, explica.

Novas ideias na cabeça

Após assistir uma série na Netflix sobre as “tiny houses”, ou minicasas sobre rodas, a empresária passou a consumir qualquer conteúdo que encontrasse acerca do assunto em canais do Youtube, além de pesquisas no Google, Facebook, Instagram e Pinterest.


“O foco do seriado eram as soluções alternativas de moradia. Seja sobre chassis de caminhões, containers ou até barcos, a fim de que as pessoas pudessem se livrar de prestações de propriedades hipotecadas. Vivendo, portanto, de forma minimalista, com menos, mas com maior qualidade de vida. Com menos pertences para cuidar, o ganho dessa nova experiência seria menos vazão de dinheiro e mais tempo livre para uma vida mais leve”, detalha.

Mas foi apenas após uma conversa com a vizinha que Cíntia se decidiu definitivamente a mudar de vida. Ela se lembrou dos sonhos que o pai tinha, postergou e morreu antes de realizá-los. Por este motivo, deu o primeiro passo para morar em um motorhome.


"Eu não tinha condições de construir minha 'tiny house', mas, sim, eu podia comprar uma Kombi. Nesse ínterim, eu assisti diversos canais sobre Kombihomes e diversos nômades viajantes e tudo que eu queria era me tornar um deles. Fui então até uma oficina mecânica de confiança e conversei com os mecânicos para que eles me ajudassem a comprar uma Kombi”, conta ela que, posteriormente, optou por comprar um furgão que teria mais espaço e segurança.

13.10.21

EUA vão abrir fronteiras com Canadá e México a viajantes vacinados


Os Estados Unidos (EUA) vão abrir, no início de novembro, as fronteiras terrestres com o México e o Canadá aos viajantes vacinados contra a covid-19, em deslocações consideradas não essenciais, anunciou a Casa Branca.

O secretário para a Segurança Interna dos Estados Unidos, Alejandro Mayorkas, disse que a data precisa será conhecida em breve, quer para as viagens por via terrestre e marítima, quer para as viagens internacionais por avião, de acordo com um comunicado oficial.

Em março do ano passado, os Estados Unidos, o país mais atingido no mundo pela covid-19 em número de mortos e casos, fecharam as fronteiras a milhões de visitantes procedentes da União Europeia (UE), do Reino Unido e da China, posteriormente da Índia e do Brasil e também a quem entrava por via terrestre do México e do Canadá.

A abertura das fronteiras vai ter duas fases. Inicialmente, as vacinas serão obrigatórias para viagens não essenciais, como turismo ou visitas a familiares, mas essa obrigação não será aplicada às viagens consideradas essenciais, que foram sempre autorizadas.

Depois, a partir do início de janeiro, todos os viajantes, independentemente do motivo do deslocamento, terão de estar totalmente vacinados.

Os centros de prevenção e controle de doenças norte-americanos já comunicaram às companhias aéreas que "todas as vacinas aprovadas pela agência reguladora de medicamentos norte-americana (FDA) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) serão aceites para as viagens de avião".

9.10.21

Gastronomia, Viagens e Passeios SP | Melhores Dicas no Instagram


Quer dicas sobre gastronomia, viagens e passeios?

No Melhores Dicas através do Instagram você irá conhecer lugares maravilhosos e interessantes como esta Hamburgueria Zumbi por exemplo, confira abaixo:


Interessante não é mesmo? 

Então siga agora mesmo no instagram o Melhores Dicas e conheça muito mais!

6.10.21

Dubai volta a ser procurada por brasileiros após abertura para turismo


Há alguns anos Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, é um destino popular de brasileiros. A ligação afetiva se consolidou em 2007, quando a companhia aérea local de Dubai, a Emirates, começou a voar entre a maior cidade do país árabe e a capital paulista.

Desde então, milhares de turistas do Brasil já conheceram a metrópole localizada às margens do Golfo Pérsico, seja como destino final de viagem, seja como ponto de conexão com outro lugar da Ásia ou Oceania.

A brasileira Natalia Arreguy, que se mudou para Dubai em 2005 a fim de acompanhar o marido, tornou-se guia turística depois da inauguração do voo da Emirates. “As companhias de turismo de Dubai começaram a precisar de guias que falassem português para atender aos brasileiros, porque houve um marketing muito grande em cima desse voo. Pessoas famosas do Brasil começaram a vir para cá, gravar programas de televisão. Começou a vir bastante brasileiro”, conta.

Natalia viu Dubai se tornar um destino conhecido dos brasileiros, mas também viu seus compatriotas sumirem dos pontos turísticos quando, em março de 2020, os Emirados Árabes Unidos fecharam suas fronteiras devido à pandemia de covid-19.

O país só reabriu para o turismo internacional em julho de 2020. E a Emirates só retomou seu voo entre São Paulo e Dubai no mês seguinte. Os brasileiros começaram a voltar ao emirado, mas ainda de forma tímida. “Eu fiquei meses sem trabalho. E isso foi um impacto financeiro muito grande”, revela a guia.

Em fevereiro de 2021, com o aumento dos casos de covid-19 no Brasil, o governo de Dubai decidiu impedir a entrada de brasileiros procedentes de São Paulo. Isso gerou uma situação curiosa, os turistas podiam voar até Dubai, mas não podiam sair do aeroporto.

Portanto, apenas viajantes que tinham outro destino, como as Maldivas, voavam até Dubai a partir de São Paulo. Apenas no voo de volta, brasileiros eram autorizados a entrar nos Emirados Árabes.

Em junho deste ano, Dubai resolveu suspender a medida e voltou a autorizar a entrada de turistas do Brasil. “Foi aí que explodiu, quando o governo reabriu para o brasileiro poder desembarcar aqui direto. Julho, que é o mês de altíssimo verão, ficou lotado de turistas brasileiros aqui, derretendo no calor”, destaca Natalia.

Agora, as guias brasileiras estão com agenda tão lotada que mal conseguiram tempo para conversar com a reportagem da Agência Brasil. Outra guia, Solange Barros, diz que mal tem tempo para dormir. “Só estou dormindo quatro horas por noite, porque ‘deu a louca’, Brasil está invadindo Dubai”, comemora, embora lamente o cansaço.

Com a Expo Dubai 2020, uma feira internacional que começou na semana passada e que apresentará pavilhões com a cultura de mais de 190 países até março de 2022, a expectativa é que ainda mais brasileiros procurem o destino árabe nos próximos meses.

“Aqui pode entrar quem não está vacinado, basta o PCR negativo. Acho que a demanda para o turismo ficou tão reprimida durante essa pandemia, com países do mundo inteiro sem aceitar brasileiro - e aqui aceitando todo mundo -, que as pessoas decidiram vir para Dubai para serem felizes, principalmente aquelas que não aguentavam mais viver em quarentena. As agências brasileiras estão vendendo muito Dubai. Neste momento, por onde eu saio, só dá brasileiro”, afirma Natalia.

Segundo o diretor do órgão de promoção do turismo em Dubai, Issam Kazim, a cidade tem ofertas para todos os perfis de turista e um cardápio de atrações que reúnem cultura, gastronomia, praia, aventuras ao ar livre e entretenimento para as famílias.

“Queremos ser lembrados pelos brasileiros como o destino dos sonhos e que tem uma grande conexão direta de voos”, afirma Kazim. “Reabrimos nossas fronteiras há mais de um ano e esse período foi uma oportunidade para aumentar a exposição das ofertas do destino no Brasil, para mostrar que somos um destino confiável e, acima de tudo, seguro”.

9.8.21

Os melhores museus para visitar no Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro é uma das cidades mais visitadas do Brasil. Sendo considerado um berço da cultura, seus museus estão entre os mais atrativos e ajudam a manter toda a vida e a história carioca em foco. Além disso, muitos desses locais possuem importantes artigos históricos.

Ademais, é importante dizer que o Rio de Janeiro é conhecido como Cidade Maravilhosa por diversos motivos. Suas praias chamam a atenção do mundo inteiro, e monumentos como o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar são imperdíveis.

Milhares de turistas visitam a cidade durante o ano todo, ávidos por conhecer mais do local e de sua cultura e arte, além de festas populares e eventos sazonais como o carnaval e o ano novo.

Inclusive, muitas pessoas se beneficiam desse circuito de museus, principalmente algumas empresas de prestação de serviços de limpeza e conservação, que os mantém em ordem.

Para aqueles que gostam de conhecer mais sobre a história de um local, existem diversos museus que chamam muita atenção dentro do Rio de Janeiro, desde locais com obras de arte até construções modernas e integração com a tecnologia.

Além disso, os museus são um ótimo passeio para fazer em família, servindo como uma atividade que ao mesmo tempo é divertida e cheia de informações úteis, servindo também como uma fonte de aprendizado e de desenvolvimento humano.

Entretanto, é interessante se informar sobre o museu que você está indo visitar, para saber o que esperar, bem como para procurar elementos que são importantes de conhecer em qualquer um destes lugares.

Assim, essa lista com alguns dos museus mais interessantes do Rio vai te ajudar no momento da visitação, seja para saber quais locais contam com tratamento de superfície ou quais obras você encontrará.

Conheça alguns dos museus do Rio de Janeiro

O estado do Rio de Janeiro tem muita influência na história do Brasil. Ponto importante desde o início da jornada do país, e antiga capital, os elementos históricos muitas vezes se misturam com os modernos.

Edifícios e construções clássicas dividem espaço com altos e modernos edifícios, enquanto nos museus se mantém viva a chama da história, apresentando para as gerações um pouco do que o país viveu desde a chegada dos colonizadores portugueses.

Isso não significa que não há espaço para o novo. Até mesmo museus com controle de acesso biométrico já são uma realidade na região.

Assim, os museus de arte moderna e de tecnologia são um espetáculo à parte, repletos de interatividade e ações que permitem que você entre em contato com um mundo do futuro, onde obras inovadoras são expostas.

Para conhecer melhor um pouco de toda essa história e cultura, alguns museus serão listados abaixo. Basta escolher aqueles que mais lhe interessam para iniciar sua jornada de conhecimento, explorando todo o potencial que os museus do Rio têm para proporcionar.

Museu do Amanhã

Este é um dos museus mais novos do Rio de Janeiro, com sua inauguração tendo sido realizada no ano de 2015. O primeiro destaque para o Museu do Amanhã está em sua estrutura ultra moderna, criada pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava.

O local é tão impactante que se tornou um dos principais pontos de turismo, e um dos cartões postais da cidade, atraindo diariamente centenas de pessoas para conhecerem este museu.

A ideia do Museu do Amanhã não é recordar o passado, mas sim olhar para o futuro. Trata-se de um museu de ciência e inovação, que mostra toda a trajetória que o planeta percorreu até o momento, e todas as possibilidades de transformação que ele oferece.

A ideia do museu do amanhã é gerar uma reflexão acerca do ser humano, de onde viemos, como alcançamos o nosso patamar atual e até onde chegaremos, com questões importantes sobre a sustentabilidade, a proteção do ambiente e a preservação do ser humano.

Além das obras do museu, também é possível encontrar no local:

  • Exposições temporárias;

  • Mostras itinerantes;

  • Atividades culturais;

  • Loja de souvenires.

Alguns locais próximos possuem até tratamento acústico para oferecer eventos musicais de qualidade. Ademais, o museu tem um custo de manutenção para a entrada, exceto nos casos de crianças acima de 5 anos e de idosos a partir de 60 anos.

Entretanto, para disseminar a cultura e a arte, às terças-feiras o museu segue aberto gratuitamente, permitindo que qualquer pessoa tenha acesso ao acervo.

Além disso, estudantes e professores da rede pública também se beneficiam de gratuidade de quarta a sexta-feira, garantindo assim uma possibilidade mais extensa de conhecer o local.

Museu de Arte do Rio

O Museu de Arte do Rio de Janeiro possui um dos maiores acervos de arte do país, e sua estrutura se divide entre o novo e o clássico.

Um dos edifícios é moderno e arrojado, com uma estrutura muito diferente de sua contraparte clássica, que foi o antigo palacete de Dom João VI.  

Conhecido popularmente como MAR, o Museu de Arte do Rio possui um andar exclusivo para obras de artistas cariocas, e outro apenas para arte contemporânea. Além disso, o local costuma receber diversas exposições temporárias, atraindo público o ano todo.

Na cobertura do museu fica o Restaurante Mauá, um dos pontos turísticos da gastronomia no Rio de Janeiro, e ainda existe um espaço para empresas de organização de eventos no terraço.

Os valores são similares aos do Museu do Amanhã, tanto em gratuidade quanto em pagamento. Além disso, o acesso ao café no terraço e ao restaurante são gratuitas.

O local ainda oferece uma tarifa promocional para acesso ao MAR e ao Museu do Amanhã em conjunto.

Museu da República

Um dos museus mais importantes da história brasileira, a construção onde ele se encontra foi inaugurada em 1897.

Na época conhecido como Palácio Nova Friburgo, o edifício era do governo federal, que usou-o como sede da presidência da república enquanto o Rio era a capital do país. Nesse período, foi renomeado para Palácio do Catete.

A restauração e manutenção de estrutura, estilo e objetos da época é um dos elementos que mais chama atenção na visitação. Além disso, o local é protegido com tecnologia, como a de transmissor de temperatura para evitar o desgaste.

Além disso, alguns eventos históricos conhecidos, como o suicidio do ex-presidente Getúlio Vargas em 1954, se deram nesse local. Tanto a arma utilizada por ele quanto o pijama ficam expostos no museu, onde é possível ainda ver o furo da bala e manchas de sangue.

O espaço ainda conta com um grande jardim utilizado como área de lazer, com um espaço verde muito grande, uma lanchonete e um cinema de exibições culturais e alternativas. É comum neste espaço acontecerem eventos de músicas e feiras diversas também.

A entrada é gratuita às quartas e aos domingos, e no restante da semana possui uma taxa módica para a entrada. Além disso, há isenção para menores de 10 anos e maiores de 60, sendo que o acesso ao jardim é gratuito.

Importante ressaltar que o contador de fluxo de pessoas desse museu dificilmente fica parado, tamanha é a quantidade de visitantes.

Museu de Arte Urbana do Porto

Este é uma das mais recentes adições ao cenário cultural carioca. O local ficou famoso por conta das Olimpíadas do Rio de Janeiro, que ocorreram no ano de 2016 e teve o Porto Maravilha como Boulevard Olímpico.

Depois do evento ter se encerrado, o local se transformou em um grande museu a céu aberto, que engloba alguns bairros do Rio de Janeiro. Trata-se de um museu com mais de três quilômetros de extensão, e com painéis e grafittes variados.

Estas obras de arte podem ser vistas em dois roteiros diferentes, ambos a pé. Conhecido popularmente como MAUP, a ideia foi uma inspiração do bairro Wynkwook, na cidade de Miami, que possui efeito similar.

O objetivo deste museu é celebrar a arte urbana e a cultura do grafite, além de capacitar jovens moradores da região a encontrarem na arte sua própria voz. Alguns dos grandes nomes do grafite no Brasil e no exterior têm artes expostas no local.

Além disso, existe uma sede física do museu, no edifício Aqwa Corporate, e lá é possível agendar visitas guiadas, visitar uma galeria e até mesmo comprar souvenires em uma lojinha, como bolsas promocionais.

Por se tratar de um museu a céu aberto e na rua, não existe um horário de funcionamento, ficando disponível a todo momento para qualquer pessoa. Entretanto, as visitas guiadas possuem preço sob consulta, que deve ser acordado no momento do agendamento.

Considerações finais

O Rio de Janeiro é um polo cultural Brasileiro, e existe muito mais ainda a se explorar na Cidade Maravilhosa. Dentre os museus escolhidos, que costumam ser os mais populares entre os turistas, há diversas outras opções para todos os gostos.

Por isso, é fundamental identificar este como um dos principais pontos para visitar a cidade e explorar mais do que os pontos já conhecidos da maioria das pessoas. Esteja visitando novamente o Rio ou indo pela primeira vez, estes locais valem a visita.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

GeraLinks - Agregador de links