Mostrando postagens com marcador Saúde e bem-estar. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Saúde e bem-estar. Mostrar todas as postagens

25.3.22

Como a rinoplastia pode contribuir para a harmonização facial?

Harmonização facial: veja como a plástica no nariz pode contribuir para alcançá-la

De acordo com as informações levantadas pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), a plástica do nariz é uma das cirurgias estéticas mais procuradas em todo o país, sendo realizadas milhares de vezes anualmente.

Essa demanda é facilmente justificada, considerando-se que o nariz é uma das partes que mais se destaca no rosto, ocupando a posição central.

Os formatos, conforme os variados ângulos de vista, podem equilibrar ou comprometer por completo o formato do rosto, interferindo negativamente na autoestima das pessoas.

Dessa forma, a plástica no nariz é uma possibilidade viável para ajudar na harmonização de seu rosto. Confira a seguir.

Um pouco sobre a plástica no nariz

A plástica no nariz é uma cirurgia não somente estética, que visa alterar o formato e as proporções indesejadas do órgão, como também reparadora de alguns tipos de defeitos congênitos e minimizadora de problemas respiratórios.

Os pacientes afirmam que após realizá-la, tanto a autoestima tem uma incrível melhora, quanto a qualidade de vida, tendo em vista a melhora na respiração.

Entre as cirurgias estéticas disponíveis atualmente, esta, sem dúvidas, é a mais complexa de ser realizada com excelência, por se tratar de um trabalho praticamente artesanal.

Como ela modela e harmoniza o rosto?

O cirurgião plástico especialista, a princípio, faz uma avaliação individual do paciente, a fim de averiguar quais os alcances e os limites do procedimento. Entre os exames feitos em clínica, incluem-se:

· Inspeção do interior do nariz, com e sem aplicação de spray descongestionante, com um endoscópio, checando as condições do septo, a parte que separa as narinas, e dos cornetos, aquela mucosa por onde o ar passa;

· Afastamento das narinas, para averiguar se a válvula nasal está causando algum tipo de obstrução;

· Aferição das medidas antropométricas faciais, tanto no plano horizontal, como também vertical e transversal, utilizando um paquímetro ou um projetômetro;

· Tiragem de fotos de vários ângulos e planos, para visualização dos problemas e alinhamento com o paciente sobre as expectativas plausíveis.

Dentro dessa análise inicial, pode-se determinar quais serão as técnicas utilizadas em conjunto e quais serão os aspectos do nariz que poderão ser mudados. No geral, a cirurgia proporciona:

· Mudança de tamanho do nariz, correção de assimetrias e afinamento da ponta nasal bulbosa, popularmente conhecida como “nariz de batata”;

Correção da giba, ou seja, aquele osso preponderante no dorso nasal, bem como a largura do dorso;

· Reconstrução de áreas que sofreram algum trauma;

· Correção de desvios funcionais, como o desvio de septo e a hipertrofia dos cornetos, visando uma melhor respiração;

· Desobstrução dos seios da fase e restabelecimento da função do aparelho mucociliar, que influenciam na rinossinusite crônica;

· Correção de defeitos congênitos, como é o caso da fenda labial, que atinge não só o nariz, mas também o lábio;

· Remoção de pólipos nasais, que são um tipo de tumor benigno.

Após alinhar com o paciente as possibilidades que se enquadram dentro das suas condições pessoais, o cirurgião deve esclarecer que não se pode criar expectativas quanto a ter um nariz igual ao de outra pessoa.

A plástica, na verdade, busca aprimorar os traços hereditários e étnicos de cada um, a fim de garantir uma harmonização facial, que não ocorre simplesmente copiando as características dos outros.

A título de exemplo, em narizes caucasianos, a plástica aperfeiçoa o dorso, deixando-o o mais reto possível e melhorando o bulbo, ou seja, a ponta, além de diminuir a largura das cartilagens e reforçando as estruturas nasais, se for esta a necessidade.

Em narizes orientais, a intenção é aumentar a projeção nasal, estreitando a base do nariz e corrigindo possíveis asas mais abertas.

Já em narizes negroides, a cirurgia visa definir o dorso e o bulbo, realizando enxertos. Também podem ser feitas incisões nas asas do nariz, para diminuir o tamanho e a base nasal.

Como o procedimento é feito?

A cirurgia, como regra, é feita a partir da aplicação de anestesia geral. Porém, dependendo do caso, pode ser feita somente com anestesia local.

Após as substâncias anestésicas surtirem efeito, o procedimento em si pode ser realizado. Ele pode ser realizado através de duas técnicas: aberta ou fechada.

Na técnica aberta, é feita uma incisão através da columela, que é aquela faixa de tecido que separa as duas narinas e, por ela, a pele que cobre todos os ossos do nariz e as cartilagens é elevada, possibilitando o acesso a todo a estrutura do órgão.

Já no procedimento fechado, não se eleva a pele e todas as incisões são feitas internamente, escondidas dentro do nariz.

Nos casos em que o nariz tem um tamanho muito grande, pode ser feita a correção redutora através de uma remoção do osso ou da cartilagem. Há, ainda, hipóteses de ser necessário adicionar enxertos de cartilagem.

Independentemente de qual for o tipo, a cirurgia tem duração média que varia entre uma hora e meia e duas horas.

Como é a recuperação?

Para que os resultados sejam alcançados, é essencial se atentar quanto ao pós-operatório e segui-lo à risca.

Assim que terminada a cirurgia, são colocados tampões de gaze interna e externamente, que devem permanecer por até três dias.

Pode ser colocada, ainda, uma tala por fora do nariz, que serve de apoio e proteção a nova estrutura, durante a fase inicial do processo de cicatrização.

É crucial o repouso absoluto durante a primeira semana. Após esse período, as atividades cotidianas leves podem ser retomadas. Por outro lado, os exercícios físicos só podem voltar depois de passadas três semanas.

Entretanto, é necessário esclarecer que este período pode ser revisto e aumentado pelo cirurgião responsável pelo procedimento, de acordo com cada caso específico.

O inchaço começa a diminuir durante algumas semanas, mas só sai por completo após alguns meses. Os resultados começam a ser visualizados gradualmente, mas a aparência definitiva só é visualizada com o final do inchaço.

Muitos têm procurado a rinoplastia durante o período de pandemia, devido o trabalho remoto, propício para a recuperação, aliado a outros fatores, como por exemplo o desconforto causado por vídeo chamadas de reuniões.

Esteja ciente de quais são suas motivações e procure um cirurgião plástico renomado para realizar a cirurgia de seus sonhos, garantindo bons resultados.

22.2.22

Tenha uma alimentação equilibrada para que seus dentes agradeçam


O cuidado com a alimentação é imprescindível não só para a saúde do corpo, mas também para a sua saúde bucal. Isso porque uma alimentação rica em açúcares pode comprometer não só a estética do seu sorriso, mas também o seu bem-estar.

A boca é a porta de entrada para todos os nutrientes que o nosso corpo precisa. Entretanto, quando não realizamos uma dieta balanceada, ela também pode ser a porta principal para a entrada de problemas orais.

Como a má alimentação pode afetar os dentes?

Não é segredo que quando não consumimos os nutrientes necessários para manter o nosso corpo saudável, o organismo pode reagir apresentando deficiências, inclusive para a parte oral.


A má alimentação não está diretamente ligada a origem raíz da maioria dos problemas bucais, porém, ela pode contribuir para o agravamento desses problemas ou ainda ser a responsável por prolongar o tempo de tratamento.


Afinal, quando o corpo não está fortalecido o suficiente pelos nutrientes certos, ele pode ficar fraco e incapaz de lutar contra os agentes causadores das doenças.


Um dos problemas bucais causados por uma má alimentação é a desmineralização dos dentes. Essa condição ocorre devido ao alto consumo de carboidratos e açúcares, podendo danificar o esmalte nas dentições.


Além disso, ao danificar o esmalte dos dentes, ela favorece o surgimento de cáries. Ou seja, é causado uma série de problemas que poderiam ser evitados com uma boa alimentação e uma visita ao dentista através de um plano odontologico para mei


Outro fator que pode ocorrer devido a má alimentação é o escurecimento e o desgaste dos dentes. 


Entre os alimentos e bebidas que podem ocasionar esse problema, podemos destacar: 


  • Café;
  • Refrigerantes;
  • Vinho;
  • Ketchup.

Esses alimentos, a longo prazo, podem interferir na cavidade oral e ocasionar o desgaste do esmalte do dente, além de contribuir para uma aparência menos saudável para o seu sorriso.

6 alimentos que são bons para os dentes

Em contrapartida, existem diversos alimentos que podem contribuir para a saúde do seu corpo e, consequentemente, oferecerem benefícios para manter os seus dentes saudáveis.


Porém, lembre-se que realizar consultas periódicas com um dentista no seu plano empresarial odontologico é essencial para evitar o surgimento de problemas mais graves.


Confira a seguir 6 alimentos que contribuem para a sua saúde bucal.

  1. Iogurte

O iogurte é um alimento rico em cálcio e proteínas,o que o torna um ótimo aliado para a saúde do seu sorriso. 


Além do cálcio contribuir para melhorar a força dos dentes, os probióticos (bactérias do bem) são capazes de expulsar os microorganismos que causam as cáries, o que também beneficia a saúde da gengiva.


Se tiver dúvidas sobre qual o melhor tipo de iogurte consumir nesse caso, é possível entender conversando com um dentista de confiança através de um plano odontologico para empresas

  1. Maçã

Apesar da maçã ser uma fruta doce, ela é rica em água e fibras.


Comer uma maçã por dia pode aumentar a produção de saliva, que por sua vez, é a responsável por remover bactérias e partículas de alimentos. Ela funciona como um agente natural de limpeza. 


Uma maçã após o almoço pode ajudar a limpar os dentes até que você tenha a chance de realizar a escovação.


Porém, é importante frisar que ela não substitui a escovação ou o uso do fio dental.

  1. Folhas verdes

As folhas verdes - como o espinafre e a couve -, são ricas em cálcio, principal composição do esmalte dos dentes, e em ácido fólico, que oferece diversos benefícios para a saúde, como o tratamento da doença gengival em grávidas.

  1. Linhaça

A linhaça é rica em ômega 3 e por isso proporciona diversos benefícios para o organismo, entre eles, a ação contra inflamações e infecções, inclusive as que ocorrem na cavidade bucal.

  1. Amêndoas

As amêndoas são uma ótima fonte de cálcio e proteína para os dentes. Além disso, elas possuem um baixo teor de açúcar.


Incluir um punhado de amêndoas na dieta pode trazer uma série de benefícios para a sua saúde bucal.

  1. Cenoura

Assim como a maçã, a cenoura também é um alimento rico em fibras. 


Seu consumo também aumenta a produção de saliva, o que reduz as chances da formação de cáries, além de hidratar toda a cavidade bucal - o que previne o mau hálito.

A alimentação é a raiz para uma saúde balanceada

Os vegetais, laticínios e as folhas verdes são ótimas opções para incluir na dieta. Além de melhorar a alimentação, lembre-se dos benefícios plano odontologico empresas e marque consultas regulares com um dentista.


Apesar da alimentação ser parte essencial para a saúde bucal, a higienização oral também é parte fundamental. Portanto, não se esqueça de utilizar o fio dental e um creme dental com flúor, assim prevenindo diversos outros possíveis problemas.


Por fim, contratar um plano odonto pme é outra excelente tática para cuidar da sua saúde, pois assim sempre terá profissionais qualificados à sua disposição para tirar dúvidas e oferecer os tratamentos adequados.


Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

16.2.22

5 problemas causados pelo uso em excesso do celular


O uso dos celulares, assim como de qualquer outro produto, não traz apenas

benefícios para a vida das pessoas. Em alguns casos, o abuso do celular pode gerar transtornos e sérias dificuldades pessoais e sociais.

 

Isso faz com que uma tecnologia facilitadora acabe se tornando algo maléfico para as

pessoas, o que acaba acarretando diversos problemas que podem ter reflexos durante toda a vida.

 

Entre os problemas recorrentes que o uso do celular em excesso causa, podemos destacar:


  • Problemas psicológicos;
  • Complicações oculares;
  • Distúrbios do sono;
  • Alterações estéticas;
  • Problemas de postura.

Em alguns casos como tendinite e outras lesões corporais, pode ser que a pessoa tenha até mesmo que realizar fisioterapia no ombro para tentar reverter o problema.

 

O uso do celular para acessar a internet cresceu no Brasil, pois os aparelhos são o principal

meio de acesso à rede no país. 


O aparelho se tornou presente em praticamente todos os momentos, fazendo com que as pessoas se tornassem totalmente dependentes das suas funcionalidades e aplicativos.

 

Através dele é possível realizar várias tarefas, como a tradução de sites, uso das redes sociais, jogar online e diversas outras funções que o aparelho carrega consigo, gerando a dependência e necessidade do seu uso.

 

Segundo as informações coletadas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em 2018, três em cada quatro brasileiros tinham acesso à internet e, entre eles, o celular era o equipamento mais usado. 


Esse é um número considerável, pois levando em conta as informações coletadas, é possível identificar os sinais de dependência causados pelo aparelho celular.

 

Por isso, é necessário que se tenha atenção quando surgirem os reflexos que esta dependência ao aparelho está trazendo para a vida das pessoas, fazendo com que diversos

problemas possam surgir.

 

Entre 2017 e 2018, o percentual de pessoas de 10 anos ou mais que acessaram a internet

pelo celular passou de 97% para 98,1%. O aparelho é usado tanto na área rural,

por 97,9% daqueles que acessam a internet, quanto nas cidades, por 98,1% das pessoas.


Os celulares são utilizados, inclusive, para realizar pesquisas de produtos ou serviços, como a calibração de equipamentos médicos, produtos de beleza e até mesmo serviços de entrega de comida.


Além disso, o uso excessivo do telefone celular também já foi relacionado a problemas com álcool, notas baixas, ansiedade e depressão.

 

Gerando uma série de malefícios através do uso excessivo do aparelho eletrônico, gerando

uma dependência totalmente prejudicial que acarreta problemas que tornam as

pessoas reféns do que estão passando. 

Uso excessivo dos celulares 

A maioria das pessoas não percebe a quantidade de equipamentos que usa, ou quando se dá conta, já está nos estágios finais do vício. 


Embora possa parecer inofensivo, objetos que fazem parte da vida brasileira podem causar algumas complicações de imediato ou a longo prazo, o que pode ocasionar uma série de problemas, gerando complicações e vícios que só são notados após uma série de fatores já terem acontecido. 

A seguir, confira os 5 problemas mais recorrentes causados pelo uso excessivo do celular.

Problemas psicológicos

Algumas pessoas param de viver a realidade e se apegam ao mundo virtual para fugir dos problemas e estresses do dia a dia. Eles passam a ser reféns de tudo relacionado ao mundo digital e suas interações dentro dele, como curtidas e comentários.

 

Essa fuga do sentimento e da solidão pode levar à dependência, depressão e ansiedade,

fazendo com que esses problemas ganhem cada vez mais espaço, principalmente

pela busca constante pela aceitação. 

Insônia

Ficar exposto às luzes e aos sons do seu telefone alguns minutos antes de dormir ou enquanto você dorme podem colocar seu corpo em estado de alerta. 


Essa interação não permite que o usuário se desligue completamente, ficando com os sentidos em alerta, o que acaba  interferindo em uma boa noite de sono e descanso.

 

Uma noite de sono ruim também pode interferir nas atividades durante o  dia, devido a

falta de descanso e das horas de sono necessárias, fazendo com que se tenha esta indisposição durante vários momentos do dia.

 

Esse tipo de situação pode acabar ocasionando problemas de segurança biológica, fazendo com que esta indisposição acabe gerando doenças, enfraquecendo o sistema imunológico da pessoa.

Estética

Além dos problemas psicológicos, o uso prolongado do celular também pode trazer algumas alterações físicas, isso porque manter o pescoço inclinado para frente e para baixo pode

alterar os contornos do rosto e causar perda de elasticidade.

 

Esse tipo de alteração aumenta a probabilidade de desenvolver rugas e queixo duplo, alteração que muitas vezes só são percebidas depois de já estarem em um estado avançado.

 

Diante disso, o processo para melhora dessa condição pode se estender, requerendo uma atenção maior e o acompanhamento de profissionais para reverter a situação.

Problemas Oculares

Os telefones celulares podem causar problemas de visão devido às letras pequenas e

ao uso do aparelho no escuro, que muitas vezes resulta na necessidade de óculos.


Outro problema que pode ocorrer é devido ao acesso de luz e foco do aparelho que fica muito perto do rosto, o que pode levar à secura e inflamação dos olhos.

 

Esse tipo de situação acaba deixando os olhos cansados, gerando cada vez mais riscos diante de todo o cenário apresentado, além de aumentar o desconforto e problemas frequentes relacionados à visão.


Para evitar o agravamento desse quadro, busque diminuir o tempo de tela e se atentar aos sinais que seu corpo dá. Se precisar, utilize um aparelho para medir pressao manual e monitore os sinais para evitar uma situação de risco. 

Problemas de postura 

Quando usamos nossos telefones, temos o hábito de inclinar o pescoço para a frente e não prestar atenção à nossa postura, o que gera  desconforto e uma postura ruim, hábitos que geram reflexos negativos para o futuro.

 

Ficar muito tempo parado com uma postura errada pode levar a dores no pescoço, nos ombros e até mesmo a dores de cabeça. 


Em casos mais graves, esse tipo de postura pode levar a problemas mais sérios, como uma

condição chamada neuralgia, caracterizada por causar dores nos nervos.

 

Por isso, estudo uma possibilidade de desenho e melhoria de processos para que esses problemas possam ser resolvidos, além de procurar um profissional qualificado para realizar o acompanhamento e tratamento da maneira correta diante deste malefício.

Como diminuir o uso excessivo do celular 

Estabelecer limites, identificar gatilhos e motivações é um dos segredos dos especialistas

para tirar os olhos da tela, fazendo com que o foco não seja totalmente no aparelho eletrônico, desviando um pouco da atenção para outros objetivos e metas.


É preciso estabelecer uma rotina com atividades e tarefas, dividindo o seu tempo e fazendo com que o uso de telas seja o menos possível.

 

Ignorar qualquer uma dessas possíveis consequências negativas ou alertas sobre os riscos de pessoas próximas a você sobre o uso excessivo do telefone também é indicativo de um

problema.

 

Abaixo será mostrado algumas dicas para que se tenha controle durante o uso dos celulares, não gerando essa dependência e vício no aparelho.

 

Motivação 

Você provavelmente não quer reduzir o uso do telefone porque ele oferece melhores

distrações do que outras atividades. 


Então planeje uma forma para que se faça o que é necessário diante das situações, trazendo as atividades do dia de uma forma mais atrativa.  

Anote o tempo 

Também é importante saber quanto tempo você passa no telefone. Controle isso gravando manualmente ou usando o cronômetro do próprio dispositivo. Estabelecendo limites e metas a serem alcançadas através destas anotações, é possível ter um controle diante disso.

Estabelecer Limites 

Pense principalmente nas fraquezas e nos pontos positivos que os celulares podem proporcionar, após ter ideia de todos os pontos e realmente entender o seu uso, filtre e estabeleça limites, conseguindo realmente utilizar para o benefício.

 

Utilize seu tempo de tela também para fazer trabalhos escolares, pesquisas e cursos, acumulando conhecimentos diversos que são benéficos para o desenvolvimento e conhecimento, como pesquisas sobre cama hospitalar manual ou outros produtos. 

Desativar as notificações

Os sons que as notificações das redes sociais despertam atrai toda atenção e curiosidade para que o uso do celular aconteça, um dos principais meios para a diminuição disso é desativar as notificações para que realmente se corte esta curiosidade pela raiz.

Horários para o uso do celular

Estabeleça os horários para que o uso do celular de forma despretensiosa aconteça, tendo um controle maior e fazendo com que realmente não se torne refém do aparelho eletrônico.

Estabelecendo estes horários para todas as finalidades em que utiliza o aparelho, como para pesquisas sobre suplemento mineral, uso das redes sociais e de vídeos para diversão.

Portanto, tenha atenção, estabeleça limites e horários para que o uso aconteça, e não vire refém do seu aparelho celular, somente o usando para benefícios, melhores experiências e bons momentos com as coisas que mais gosta. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

9.2.22

Aveia: Confira os maiores benefícios para a saúde


Sendo um alimento muito comum nas refeições de diversas pessoas ao redor do país, a aveia compõe muitos tipos de pratos ao redor do mundo e possui grande valor nutricional, fazendo com que diversas receitas ganhem um charme especial graças a ela.


O texto de hoje abordará as características e benefícios da aveia, mostrando a vantagem de ter uma alimentação composta por ela, explorando os diferentes tipos, o quão bem ela pode fazer para a saúde, além de algumas receitas únicas.


Desde pessoas que buscam emagrecimento até aqueles que apenas querem um almoço ou lanche balanceado no momento de almoço em sua empresa de segurança biológica, a aveia compõe diversos pratos e possui grande fama ao redor do país.


Por ser um cereal muito rico em proteínas, são diversas as pessoas que buscam incluí-lo em suas dietas, principalmente para se ter uma alimentação mais saudável, sendo inclusive, muito recomendado por diversos nutricionistas ao redor do país e do mundo.


Assim como acontece com produtos sem glúten, sempre é interessante consumi-lo, mas existem diversas maneiras de se fazer isso e sempre é bom pesquisar e estudar um pouco sobre as mais eficazes ou simplesmente saborosas, até para não exagerar na quantidade.


Normalmente, é inserida no café da manhã junto com alguns outros complementos, afinal, a aveia ainda é um cereal, mas nada impede de ser misturada junto a outros alimentos e compor uma interessante e deliciosa receita.


Outra característica interessante é que não só para o emagrecimento que ela é utilizada, mas também para aquelas pessoas que desejam ganhar mais massa muscular. Ou seja, exatamente como um sistema de entrega, ela nos oferece diversas possibilidades.


Com essa linha de raciocínio, vamos nos aprofundar um pouco mais sobre o assunto e compreender quais são as principais características, maneiras de consumo e porque a aveia faz bem para o corpo. Sem mais delongas, confira tudo nos tópicos a seguir.

A importância da aveia no dia a dia

Primeiro, vamos contextualizar as propriedades da aveia e provar como ela pode ser essencial tanto para uma dieta equilibrada quanto para manter a sua saúde em dia, evitando que desenvolva problemas futuramente, afinal, ninguém gosta de usar aparelhos médicos ou um coletor de urina.


A aveia é um cereal com muita fibra e esse é o seu principal atrativo, já que essa característica aumenta a sensação de saciedade do seu organismo e ajuda a sentir menos fome, sendo muito boa, novamente, para pessoas que buscam emagrecimento.


Embora não seja o cereal que mais contém fibra, a qualidade dela é extremamente alta e consegue trazer diversos benefícios ao nosso organismo. Com isso, assim como durante a sua escolha sobre desenho e melhoria de processos, alguns dos benefícios da aveia são:


  • Auxilia no emagrecimento;
  • Melhor regeneração muscular;
  • Sensação de bem-estar;
  • Mantém o intestino em ordem;
  • Aumenta a sensação de saciedade;
  • Faz bem para a pele.

Tentando entender um pouco mais sobre o assunto, vamos comentar um pouco sobre a maneira de consumo e como esses benefícios e vantagens podem ser o diferencial para o nosso corpo.


A aveia possui diversas funções que fazem bem ao nosso organismo e, como mencionado acima, uma dessas funções é regularizar o intestino e mantê-lo em ordem, assim como um aparelho de pressão arterial te deixa mais calmo sabendo que tudo está como deveria.


Em outras palavras, ela é muito recomendada para pessoas que possuem problemas de evacuação ou de constipação.


Para aumentar e muito a sensação de saciedade, o emagrecimento é o que mais chama a atenção das pessoas quando pensamos na aveia e, quando junta com um iogurte natural, por exemplo, é um ótimo café da manhã. Isso que nem falamos ainda de receitas, que será assunto para outro tópico.


Por ser um alimento rico em proteínas e de silício, consumir a aveia também é muito recomendado para melhorar a saúde da sua pele, aumentando a regeneração de tecido e deixando-a mais bonita.

Os diferentes tipos de aveia

Da mesma forma que existe diferença na hora de comprar suplemento mineral e vitaminico, quando o assunto é aveia, algumas são mais recomendadas do que outras e podem ajudar melhor o seu corpo dependendo do seu objetivo. 


Com isso, confira alguns exemplos e decida qual é a que melhor reflete a sua busca. Lembre-se sempre que o acompanhamento de um nutricionista para casos extremos é bem indicado.

01 - Aveia em flocos

As aveias em forma de flocos são basicamente os grãos inteiros que, após serem muito prensados, ganham uma característica achadas, tornando-se o que conhecemos mais comumente e encontramos em diversas lojas ao redor do país.


Podendo ser ingerida a qualquer momento do dia e sendo muito bem-vinda com sua máquina de café para comércio, ela pode ser consumida tanto da forma grossa quanto da fina, sendo comida de forma natural ou colocada em iogurtes e leite. A decisão cabe a pessoa que irá ingerir.

02 - Farelo de aveia

Obtido através da casca dos grãos de aveia, possuindo diversos nutrientes que fazem bem ao nosso organismo, principalmente por possuir a fibra beta-glucana, encontrada somente nesta casca. 


Ou seja, é bastante visível de como é trabalhoso conseguir essa forma, mas vale a pena o resultado.


O lado positivo é que é bastante utilizado nas mais diferentes receitas, podendo ser aplicada nos exemplos dados no tópico acima, além de expandir e compor diversas receitas, algumas delas muito caseiras como bolo de banana, mingau e até mesmo pão.

03 - Farinha de aveia

Esse tipo de aveia é produzida quando os grãos são moídos, descartando então as fibras e nutrientes que a casca possui. 


Em contrapartida, os sais, as proteínas e carboidratos permanecem na farinha, sendo uma ótima substituição da tão conhecida farinha de trigo que tantos estão acostumados ao redor do mundo.


Isso significa que a farinha de aveia pode ser muito boa na confecção de bolos ou massas com mais fibras e menos calóricas, podendo ajudar a fazer biscoitos e até mesmo, para aqueles que não ligam tanto para o quesito emagrecimento, pizzas.

04 - Leite de Aveia

Falando sobre o leite, mais especificamente tendo como foco o grão de aveia, acaba sendo uma alternativa muito boa ao leite de vaca que comumente consumimos.

Receitas com aveia

A aveia possui como vantagem a possibilidade de ser consumida das mais variadas formas, dentro ainda dos quatro tipos mencionados ao longo dos tópicos. Claro que algumas formas são mais fáceis do que outras, sem mencionar que depende também da receita.


Um dos mais utilizados é junto de vitaminas, sendo as principais as de abacate e banana. Elas são misturadas e dão um pouco mais de rigidez e gosto para os alimentos que, quando compõem uma salada de frutas, por exemplo, podem fazer total diferença.


Ainda falando sobre vitaminas, é bastante normal que pessoas que buscam um estilo de vida mais saudável misturem diversas dessas frutas para compor sua vitamina e dar um gosto melhor. 


Se esse for o seu caso, não tenha medo e utilize aveia, recebendo todos os seus benefícios como listados e deixando a bebida melhor e mais saborosa.


Outro exemplo é utilizando, como mencionado brevemente antes, a aveia em massas para criar bolos bastante diferentes e com um gosto único, fazendo com que seu paladar experimente algo diferente do que a tradicional, e industrializada, farinha de trigo comum no dia a dia dos brasileiros.


Tortas também são muito bem-vindas quando pensamos na aveia e, caso esteja buscando algo mais leve e que se equilibre com a massa, invista em uma torta de frango para o seu almoço. Além de ser muito gostosa, quando quente, se transformará em um dos seus pratos favoritos.


Outros preferem utilizar a aveia para fazer os conhecidos Cookies, que são extremamente deliciosos e, dependendo da maneira como é confeccionado, é possível sentir a aveia muito forte, mesmo com os diversos sabores que podem ser implementados.

Considerações finais

O texto de hoje abordou e mostrou como a aveia pode ser utilizada de maneira que destaque suas características e benefícios, explorando como pode fazer bem para o nosso organismo e melhorar a nossa saúde.


Pensando nisso, utilize as dicas e orientações ao longo do texto como forma de aprendizado e reflita sobre as tantas maneiras diferentes de utilizá-la nos dias atuais, mostrando como a sua vida pode mudar positivamente com essa simples adição nela.


Através dos diferentes tipos de aveia, é possível compor os mais diversificados pratos. Em outras palavras, basta apenas um pouquinho de criatividade e tentativa para fazer com que o ingrediente entre em suas receitas e, muito provavelmente, nunca mais saia.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

GeraLinks - Agregador de links