Mostrando postagens com marcador Motive-se. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Motive-se. Mostrar todas as postagens

24.10.21

Passos para Mudança


O facto de decidir mudar de direção pode criar-nos uma tensão interna entre o que temos feito e o que queremos estar a fazer. E, por vezes, o não reconhecimento desta tensão resulta numa frustração em relação aos esforços que depositamos para alcançar o pretendido.

Neste sentido, convido-o a experimentar os seguintes passos, para que possa melhorar a forma de obter a mudança que pretende.

1. Registe o seu conflito interno. Pode acontecer que este conflito não seja tão claro se a mudança que quer fazer é tão óbvia para si. Por exemplo, quando quer perder peso e sente-se frustrado consigo mesmo por não adotar outras medidas no seu plano alimentar. Ao olhar um pouco para si, poderá perceber que existe um “mix” de sentimentos, como quando sente que precisa de comer para lidar melhor com o stress.

2. Uma vez que está ciente desta ambivalência, pode olhar mais de perto para este conflito. Continuando com o exemplo, se quiser perder peso, a tomada de consciência de que depende do comer para lidar com o stress é essencial. Este fator permite-lhe perceber que poderá desenvolver outras estratégias para lidar com o stress que o ajudarão na perda de peso.

3. Use uma maior auto-consciência para reduzir a autocrítica e dar passos em direção à sua meta. Ao invés de punir-se por não manter uma dieta, concentre-se em compreender o problema e realmente “entendê-lo” – por outras palavras, ter mais empatia pelo seu dilema. Para ajudar-se a si próprio para fazer isso, olhe para si mesmo nesta situação como olharia para um amigo. Sinta como é difícil. Permita-se sentir o desejo de fazer algo melhor para si mesmo. Este desejo é um sentimento de compaixão e irá ajudá-lo a sentir-se mais calmo para deixar de lado a sua dura autocrítica. Assim, sentir-se-á mais livre para voltar a focar-se no problema e decidir a melhor forma de proceder.

4. Trabalhe para aumentar a sua motivação. Preste atenção aos pontos negativos de continuar como está. Não mudar os seus hábitos alimentares significa que não vai perder peso… e pode até ganhar mais. Além disso, esteja ciente das razões positivas para mudar. Pense como vai ser mais saudável e sentir-se melhor consigo mesmo se alcançar a sua meta. Opte por escrever os efeitos negativos de não mudar e as razões positivas para mudar.

Quando se trata de fazer mudanças pessoais, uma maior auto-consciência pode ser a sua maior aliada. Quanto mais estiver consciente do comportamento que deseja alterar e dos motivos pelos quais deseja alterá-lo, o mais provável é que se altere, efetivamente. Então, comece por refletir sobre o que o faz querer fazer esta mudança. Depois, é hora de continuar o caminho para a mudança e tornar-se numa versão ainda melhor de si mesmo!

22.10.21

Paulinho Siqueira | Vamos criar uma corrente do bem? !


Já percebeu que, quando alguém lhe dá a vez no trânsito, é grande a chance de você fazer o mesmo por outro motorista pouco depois?

Claro que não é sempre e também o intervalo entre essas ações podem influenciar.
 
Quer entender melhor como criar uma corrente do bem?
 
Vamos juntos?!


14.10.21

Algumas pessoas não mudam, elas se revelam pelos detalhes


Nada muda se você não mudar porém, cuidado! algumas pessoas não mudam, elas se revelam...

"O tempo mostra quem é raso e quem é profundo. Quem é de verdade e quem é de mentira. O tempo é verdadeiro. O tempo é infalível. Não tenha pressa, só observe."

Há muito tempo atrás ouvi a frase "as pessoas não mudam, revelam-se". O fato de uma pessoa mudar ou não, seja o seu comportamento, atitudes, forma de lidar com os outros, sempre despertou a atenção por parte do ser humano. Quando as pessoas têm tendência para nos magoar, elas revelam-se e, aparentemente, revelam o seu pior. 

Passamos a vida inteira achando que conhecemos as pessoas com quem nos relacionamos. Aprendemos a confiar nelas desde criança, quando dependemos dos adultos para tudo, de andar a comer.

O tempo passa, as coisas mudam, as pessoas mudam. É inevitável aprendermos com as experiências e aprimorarmos nossas atitudes e comportamentos, de modo a não repetir os mesmos erros. Ficamos mais fortes após as perdas e os ganhos, mudamos também, mas mantemos a essência e os valores; do contrário, não é mudança, mas máscara que cai.

Me pergunto, por que o ser humano é tão complicado? Muitas vezes tiro uma parcela do meu tempo me fazendo essa pergunta e confesso que não chego a uma resposta. Ainda vou encontrar um cientista, um pesquisador ou até trocar uma ideia com Deus pra ver se Ele me esclarece a respeito da personalidade humana porque, juro, não consigo entender!

Frequentemente, convivemos com pessoas, nos diversos setores de nossas vidas, que acabam nos surpreendendo de forma negativa, com a passagem do tempo. É o caso do chefe que se torna autoritário, do colega que se distancia de uma hora para outra, do parceiro que se torna mais agressivo, enfim, de pessoas que mudam de comportamento, mostrando um lado que parecia adormecido até então.

A máscara cai ou a nossa venda cai? Ah, porque nós também temos culpa nisso, sabia? Vivemos nos iludindo, criando expectativas, vendo as pessoas através de nossos próprios olhos e nunca através delas e do que realmente são! Dessa forma, é fácil nos enganarmos. Afinal, estávamos cegos!

Então pensamos: por que essa pessoa mudou tanto de uma hora para outra? Na verdade, as pessoas não mudam, elas se revelam. Ninguém consegue manter as aparências por muito tempo, visto que não se foge ao que se é, por mais que se tente. 

O que temos de características e que é tão nosso não cede ao poder, ao dinheiro, à fama, ou a qualquer tentação lá de fora. 

As pessoas sempre mostram quem são, somos nós quem não captamos os sinais. De maneira geral, não somos muito bons em lidar com decepções. Temos uma grande dificuldade em acreditar que as pessoas que estão ao nosso redor são capazes de nos magoar, de querer o nosso mal ou de tornar nossas vidas mais complicadas. 

Queremos sempre acreditar no bem, e é por isso que muitas vezes acabamos sofrendo tantos reveses da vida, especialmente das pessoas que consideramos especiais para nós.

Algumas pessoas, como se vê, não mudam, apenas deixam de interpretar papéis que não condizem com seus vícios e princípios de vida. Cada um acaba dando o que tem, seja amor ou ódio. Sejamos então nós o amor, pois assim jamais sairemos perdendo.

Mas é isso aí, o jeito é irmos levando, criando menos expectativas sobre as pessoas, não se achar vítima de uma situação já que também somos culpados por ver o que queremos, da forma que queremos.

"O problema das pessoas sinceras é que elas pensam que os outros também o são. Por isso é tão difícil ver o que os outros escondem sob a suas máscaras."

Informações:
Rede Catarinense de Notícias

9.10.21

Você recebe aquilo que oferece | A Lei da doação


Saudações Amados do Seja Hoje Diferente!

Tudo bem com você? 

Espero que sim e que Seja Cada Dia Melhor afinal que Seja Hoje Diferente em tudo de Bom para nossas Vidas!

A regra é simples e já conhecida: é dando que se recebe. Tudo aquilo que você oferece retorna para você. 

Mas como realmente aplicar este princípio para atrair coisas boas para as nossas vidas?

A Lei da doação é a resposta.

Li pela primeira vez sobre o assunto no livro “As Sete Leis Espirituais do Sucesso”, do Deepak Chopra. Dentre as leis que ele expõe no livro, esta foi a que mais me chamou a atenção.

Em primeiro lugar, é preciso saber que a Lei da doação funciona para todas as pessoas e age em todas as áreas da vida: relacionamentos, dinheiro, trabalho, felicidade, sentimentos, bem-estar etc. Você já deve ter percebido que, quando alimenta sentimentos negativos em si e os transmite aos outros, sua vida torna-se cada vez mais pesada e difícil de suportar. E provavelmente também já sentiu que, quando está bem e alimenta e distribui positividade, coisas boas começam a acontecer. 

A Lei da doação trata do segundo caso: oferecer coisas boas para recebê-las de volta.

Você quer ser amado? Então primeiro ame.

Quer ter sucesso? Ensine outras pessoas a terem sucesso.

Quer ser feliz? Faça os outros felizes.

Quer receber atenção de alguém? Dê atenção a esta pessoa.

Quer ter paz? Transmita paz.

Quer ser valorizado? Valorize.

Quer alegria? Dê alegria aos outros.

Quer bens materiais? Ajude os outros a conquistarem suas riquezas.

Quer energias positivas na sua vida? Transmita positividade por onde passar.

Praticar a lei da doação é muito simples. 

Se quer alegria, faça os outros sentirem-se alegres. Se deseja amor, comece a dar amor. Se procura atenção e apreço aprenda a dar atenção e apreço. Se quer bens materiais, ajude outros a tornarem-se ricos. A maneira mais fácil de se obter o que se deseja é ajudar os outros a conseguirem o que querem.

O universo opera por meio de trocas. O fluxo da vida nada mais é do que a interação de todos os elementos e forças que existem, e essa interação acontece por meio da Lei da doação. O que você dá, você recebe. O que oferece, retorna a você. Esta troca é o que mantém a vida fluindo. Sem ela, tudo se estagna.

Se você quer que alguém te trate de determinada forma e isso não está acontecendo, a solução não é tratar mal esta pessoa ou ignorá-lá, e sim comportar-se em relação a ela como você gostaria que ela fizesse com você. Sempre que deseja algo, seja uma situação melhor, a maior presença de um sentimento ou uma mudança em sua vida, é preciso sair da individualidade e procurar formar de oferecer o que você tem de bom aos outros. Quanto mais você espalha as coisas boas que deseja para si, mais delas passarão a existir no universo e virão até você. Toda a energia que oferecemos volta para nós. Tudo o que você doa retorna para você. É Lei.

Se as coisas que deseja não estão acontecendo e sua vida parece “travada”, observe se você não está sendo individualista demais, se tem pensado apenas em você mesmo, como se a sua realização fosse tudo o que importa. Se perceber que sim, experimente uma mudança de atitude: abra sua visão, enxergue além de si mesmo e descubra o que você pode fazer para benefício das pessoas e do mundo, para melhorar a energia que existe à sua volta. É claro que essa mudança acontece de dentro para fora, e para isso é preciso que haja vontade verdadeira em seu interior. Mas quando conseguir colocar esta energia para fora, procure espalhá-la o máximo possível.

"Quando queremos tudo só para nós mesmos a nossa energia estagna e junto com ela, a nossa vida."

Porém, se no ato de dar, você sente que está perdendo algo, o objetivo real da doação não existe. Ele deixa de ser uma doação para tornar-se apenas uma perda e a Lei não atua como esperado, porque não há energia por trás do seu ato. A intenção é muito importante, até porque ela vem de dentro de você, onde a energia tem mais força. Se você o faz com prazer e felicidade, é isso que receberá de volta.

Mesmo que não deseje nada específico, doar-se positivamente é uma maneira de manter sua vida fluindo de forma feliz. Acredite ou não que tudo isso realmente funcione, agir de acordo com a Lei da doação trará apenas coisas boas e felicidade para a sua vida. Portanto, ofereça diariamente alguma coisa positiva ao máximo de pessoas que puder. 

Dê sorrisos, elogios, atenção, o desejo silencioso da felicidade do outro, uma palavra amiga. 

Ofereça o que você tem de melhor ao mundo para manter a circulação de coisas boas fluindo. 

Tudo voltará para você!

Nada Muda se Você Não Mudar | Futebol X Sucesso


GeraLinks - Agregador de links