Mostrando postagens com marcador Livros. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Livros. Mostrar todas as postagens

20.6.22

Quais os cursos mais procurados em 2022?


Após concluir o ensino médio, o sonho de muitos adolescentes é ingressar na universidade. No entanto, muitos ainda têm dificuldades com relação a escolha do curso, que de fato é uma decisão importante. 


Além dos adolescentes, muitos adultos que desejam ter mais uma graduação se pegam pensando em qual curso iniciar, e muitas vezes acaba até desistindo por conta de não ter certeza da escolha. 


Apesar dessa decisão ser importante, é uma decisão individual, onde o adulto e o adolescente devem levar em conta suas áreas de maior destaque na escola. Isso quer dizer que, se uma determinada pessoa tinha um maior domínio na área de ciências da natureza, um curso, como o de biologia, pode ser interessante. 


No entanto, pensando em facilitar o processo de escolha do curso, separamos aqui em nosso artigo, alguns cursos online gratuitos mais procurados para a graduação. Ao continuar a leitura, você pode ter uma luz e pensar com mais clareza em qual área seguir.

Gestão de recursos humanos

O curso de gestão de recursos humanos, sem dúvidas, é um dos mais procurados por diversas pessoas. Nesse curso, o aluno será preparado para trabalhar no RH de organizações públicas ou privadas de qualquer segmento. 


De forma mais abrangente, podemos dizer que o profissional da área de recursos humanos será o responsável por recrutar, selecionar, treinar e administrar as relações trabalhistas, além de prestar auxílio em qualquer tipo de dúvida relacionada ao trabalho. Por fim, vale destacar que é um curso rápido, com duração de apenas 2 anos, ou seja, quatro semestres.

Administração

Outro curso que também está sendo bastante procurado por diversos estudantes é o de administração. Nesse curso, os alunos serão preparados para gerenciar os recursos de uma instituição (privada ou pública) ou de uma empresa, seja por meios materiais, financeiros ou humanos. 


No caso do curso de administração, sua duração é um pouco maior, podendo durar 4 anos, ou seja, oito semestres, no entanto, alguns alunos podem levar mais tempo para concluir o curso, ao optarem fazer menos disciplinas por semestre. 

Marketing

Mais um curso muito procurado por diversas pessoas é o de marketing. O curso, que tem a duração de 4 anos, ou seja, 8 semestres, consiste em um conjunto de atividades, as quais devem ser desenvolvidas com o objetivo de compreender as necessidades dos clientes e do mercado, para atendê-las da melhor forma. 


Nesse caso, apesar do conceito estar bastante relacionado com a questão das vendas, o marketing engloba diferentes etapas que acontecem antes e depois da comercialização de um determinado produto ou serviço. 

Engenharia

Uma área bem clássica, que nunca deixa de ser concorrida, e que está entre uma das mais procuradas é a de engenharia. É um curso bastante longo, podendo durar até 5 anos, no entanto, nessa área, o estudante têm diversas opções de especializações, veja: 


  • Engenharia Civil;
  • Engenharia Florestal;
  • Engenharia Mecânica;
  • Engenharia Elétrica;
  • Engenharia Biomédica;
  • Engenharia Mecatrônica.
  • Engenharia da Computação;
  • Engenharia de Produção;
  • Engenharia Ambiental e Sanitária.
  • Engenharia de Alimentos.

Medicina

Outra área que também é muito procurada pelas pessoas é a área da saúde, ou seja, medicina. Assim como o curso de engenharia, o curso de medicina tem uma duração bem longa, podendo chegar a 6 anos, sendo 2 anos para o ensino básico, 2 anos para os estudos clínicos e 2 anos para o internato. 


Além disso, o curso de medicina oferece ao estudante diversas áreas de especialização: cardiologia, neurologia, radioterapia, pediatria, patologia, oftalmologia, infectologia, homeopatia, endocrinologia, dermatologia, dentre muitas outras. 

Direito

Outro curso bem clássico e que sempre está em alta entre os cursos mais procurados pelos estudantes é o de direito. É um curso com a duração igual ao curso de engenharia, ou seja, de 5 anos, no entanto, de acordo com o Ministério da Educação, o aluno pode colar grau mesmo sem cumprir o prazo mínimo.


Nesse curso, os estudantes são preparados para se tornarem profissionais qualificados, capacitados para cuidar da aplicação de leis e normas jurídicas, no entanto, é um curso que permite ao aluno escolher a área de atuação que mais lhe agrada. 

Publicidade e Propaganda

Em sétimo lugar, um dos cursos mais procurados pelos estudantes é o de Publicidade e Propaganda. É um curso com uma duração de 4 anos, ou seja, 8 semestres, e apesar de ser muito parecido com o curso de marketing, conta com algumas diferenças. 


Nesse curso, os alunos serão instruídos de forma a conseguirem fortalecer a imagem das marcas e empresas, junto com o público, através da criação de campanhas e peças publicitárias, promovendo serviços, produtos e ideias.

Odontologia

Outro curso da área da saúde que também é bastante procurado por diversos estudantes é o de odontologia. É um curso que tem duração mínima de 5 anos, e é uma das áreas essenciais, já que atua na saúde.


Assim, se você tem dúvida em qual curso escolher, considere algumas das dicas mencionadas aqui e seja um profissional de sucesso.

31.5.22

5 ações sociais que se beneficiam com um projeto eficiente de educação



A educação é, sem sombra de dúvidas, um dos pilares de uma civilização. Isso porque, uma nação é construída através de uma série de fatores de organização, que precisam necessariamente ser compreendidos para funcionarem na prática. 


Portanto, é importante entender a educação como uma ferramenta mediadora entre o ser humano para melhorar sua relação com o mundo. E, embora isso pareça muito amplo, é a forma mais prática de se definir essa palavra tão complexa, mas tão importante.


Contudo, engajamento cível, não é nem de longe a única função da educação. Porque, afinal, a partir dela é possível se conseguir uma série de coisas que enriquecem as experiências da sociedade no espectro coletivo. Com a educação é possível: 


  • Integrar ciclos sociais;
  • Socializar-se;
  • Interagir com o mundo; 
  • Comunicar-se. 

É impossível não atrelar a educação à inteligência. Isso porque, a educação é como se fosse a metodologia do conhecimento, já a inteligência a capacidade de absorção do mesmo. Portanto, se você compreende a metodologia, absorver é questão de tempo. 


E tanto a montagem de andaime, quanto a defesa de um PhD, tratam-se de conhecimentos que tangem áreas diferentes, mas que servem para ilustrar que educação não é um recurso de estereótipo, mas sim de diferentes tipos de contextos.


Na prática, alguém que tem cuidado com sua educação, possui compromisso com o conhecimento. Contudo, esse cuidado deveria ser recorrente entre as pessoas, para que a cada dia mais a educação fosse colocada na prateleira de prioridades de uma nação.


Por isso, esse artigo se compromete em listar 5 ações sociais que podem ser maximizadas a partir de uma política de educação bem aplicada. 

  1. Luta contra a pobreza e desigualdade social 

É público e notório a importância das crianças para o futuro de uma sociedade. Sabendo disso, vale destacar, que a educação infantil possui grande participação no combate à pobreza, justamente por agir na base de uma nação, onde tudo começa. 


É nessa fase da vida onde o ser humano absorve suas primeiras experiências e passa a acumular uma série de vivências que vão o moldando para toda a vida. Por isso, é importante aproveitar esse momento para usar a educação em prol da conscientização. 


É importante fazer com que a educação impacte a pobreza, mas na prática ocorre o contrário. A pobreza afeta diretamente o desempenho de pessoas que não têm acesso à informação como outras pessoas.


A implementação de novas políticas públicas de educação ou polimento das existentes, podem ajudar a minimizar esses efeitos, fazendo com que o aluno (especialmente infantil), se sinta amparado para aprender e ter acesso a conteúdos completos desde cedo.


A transição educacional de um jovem adolescente é geralmente muito rica em informações. Nesse processo, muitas escolhas dos jovens são feitas por assimilação. Se um adolescente vê uma palestra de assessoria ambiental, é provável que ele pesquise mais sobre.


É nesse momento onde percebe-se que é comum o jovem questionar seu lugar no mundo e até que ponto ele consegue chegar. A pobreza está ligada à carência e quando essa carência é confrontada, ações e medidas são tomadas para que haja uma mudança.


Isso passa justamente pela educação. Sem um parâmetro do mundo exterior, quem estava dentro da caverna temia o que tinha fora e, portanto, permaneceram presos. O “Mito da Caverna” de Platão funciona como a vida, afinal, é preciso conhecer para não temer.


Na prática, aquele que se prepara e se compromete a qualificar-se a cada dia, possui muito mais chances de conseguir um emprego no comparativo com alguém que não buscou aprender e se atualizar. 

  1. Preservação do meio ambiente 

Educação também é conhecer os pilares da vitalidade e da longevidade e, certamente, ao procurar isso, uma palavra será recorrente: natureza. O mundo é a sua casa, por isso existe a necessidade de cuidar dele assim como você cuida do seu lar. 


Mas esse interesse do ser humano pela natureza não deve ocorrer do zero. Muito pelo contrário, a conscientização no trato com a natureza precisa ser implementada desde cedo com crianças, para que elas cresçam sabendo a importância de cuidar do meio ambiente.


Quem conhece, vende o seu conhecimento. É comum, hoje em dia, uma pessoa contratar uma empresa de consultoria ambiental, antes de fazer uma obra que vai envolver alguma questão com o meio ambiente, por exemplo. Mas quem não tem essa possibilidade? 


Conhecer os impactos do homem na natureza não é uma tarefa difícil, basta olhar ao redor. Entretanto, para saber como você pode agir e se mobilizar a respeito é passível de pesquisas e, sem sombra de dúvidas, esse tipo de análise compete à educação. 


Se comprometer com causas ambientais deve ser algo constante. É importante se atualizar quanto às medidas a serem tomadas e, além de agir, passar adiante informações para que a conscientização seja uma corrente. 

  1. Combate à violência

A violência está completamente ligada à desigualdade social. Isso porque, se um indivíduo não possui alternativas rentáveis para conseguir sobreviver, é comum que ele busque alternativas que possam, em tese, parecer mais fáceis. 


Portanto, nesses casos, a solução é que se tenham soluções empregatícias para que todos tenham a oportunidade de viver sem que precisem viver à margem da sociedade, Com conhecimento adequado, é possível discernir quanto ao que é melhor para si.  


A educação é uma forma de inibir a desigualdade social, dando às pessoas possibilidades de superar qualquer tipo de intolerância, Dessa forma, educar passa a cumprir um papel de elevar uma sociedade ao ponto de torná-la menos agressiva continuamente. 


Por exemplo, o rapaz que antes não via possibilidades de ingressar no mercado de trabalho, ao se qualificar, conseguiu um emprego e hoje faz um diagnóstico eficiência energética. Infelizmente, quem não o conhecia já havia criado um estereótipo negativo sobre ele. 


E isso é comum, principalmente no Brasil, onde a desigualdade social é mais explícita. E, justamente por isso, lutar contra esses estereótipos é tão importante nos dias de hoje. Inclusive, a educação é um facilitador para você ir contra esse tipo de preconceito.

  1. Conhecer seus direitos

Todo mundo possui direitos reservados que impedem que intolerância e abusos sejam feitos. Entretanto, a maioria das pessoas sequer sabem que possui esse direitos e, portanto, se submetem a coisas que não precisam se submeter. 


Conhecer seus direitos é ampliar sua concepção de liberdade e por isso é tão importante buscar conhecimentos nesse campo.  Trata-se de algo que visa proteger e amparar, tudo com base no que é garantido por lei. 


Por exemplo, um funcionário de uma empresa de construção civil sofreu um acidente, pois a construtora não forneceu os sensores de segurança para máquinas. Se o funcionário souber que possui direitos quanto a essa negligência, ele poderia ser devidamente amparado. 


Contudo, se ele não souber, a probabilidade do seu caso ser escanteado e esquecido, é grande. Por isso é importante procurar aprender sobre seus direitos, porque, afinal, nunca se sabe quando a ausência deles poderá afetar sua vida de alguma forma. 

  1. Ampliar a visão sobre o mundo

Conhecimento é essencial para quem pretende entender o mundo de maneira maximizada, isto é, se deparar com a diversidade de possibilidades e saber lidar com cada uma delas. É compreender o externo tanto no campo do micro, quanto do macro. 


Um projeto de arquitetura, por exemplo, só pode ser interpretado e executado por quem reuniu uma série de conhecimentos acerca do assunto, ao ponto de estar devidamente qualificado para exercer essa função em específico. Isso é bagagem! 


O mundo é mais complexo do que parece e saber lidar com ele é uma tarefa que depende exclusivamente da educação. Além dela abrir portas, ainda faz com que você consiga explorar vertentes que antes você julgava impossível de serem exploradas.

Educação é o caminho das oportunidades

Ficou evidente que a educação é indispensável para o convívio em sociedade e para participar ativamente de uma civilização. Mas de nada serve o conhecimento, se você não utilizá-lo para gerar possibilidades para si durante a vida. 


Educar-se é uma forma de estar sempre um passo à frente quanto às adversidades da vida. Pense num cenário hipotético: você precisa de um serviço de engenharia, mas não possui nenhum conhecimento na área, o que seria correto fazer? 


O ideal seria se informar para que tenha munição teórica na hora de começar a fazer a cotação. Quem estuda, portanto, tem bem menos possibilidade de sofrer financeiramente, pois consegue sempre se antecipar quanto a complicações rotineiras.


A ação faz toda a diferença na hora de aproveitar as oportunidades. Porque, afinal, se você acumula conhecimentos sobre gerenciamento de processos, por exemplo, somente dando um passo além do óbvio, você poderá fazer usufruto de todo esse aprofundamento. 


Portanto, use a educação em prol da sua eficiência, mas também de modo que você tenha embasamento o suficiente para fazer do mundo um lugar melhor.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

25.4.22

5 dicas para escolher a melhor estante para livros


Quando se trata de uma boa estante, ela pode vir em todos os tipos de formas, tamanhos, cores e qualidade, e não existe um tamanho único. Portanto, para garantir que você compre uma estante de boa qualidade, reserve um tempo para refletir sobre esses fatores.

Estamos falando não apenas de escolher o tamanho, a cor ou o material de uma peça, mas também de elevar seu espaço de vida. Um espaço bom, organizado e bem distribuído pode otimizar suas tarefas e elevar sua qualidade de vida. 

Um espaço visualmente atraente, seja sua sala de estar, seu quarto ou qualquer outro cômodo, chama a atenção para diferentes pontos: sejam eles localizados na altura dos olhos, abaixo ou acima. Isso pode facilitar a venda de sua casa em uma avaliação de bens imóveis.

Nesse sentido, uma das maneiras mais fáceis e eficazes de criar um belo espaço de vida é com a ajuda de uma estante. Combinando forma e função, uma estante não serve apenas como uma excelente opção de armazenamento para suas obras favoritas de literatura. 

Ela poderá exibir algumas de suas peças mais valiosas, como livros que mais gostou de ler em sua juventude e que há um valor emocional ou livros técnicos que precisou ler durante a faculdade.

Com a ajuda de um projeto de arquitetura, você poderá destacar seus interesses e ter um pouco de auto expressão, quer os seus gostos sejam modernos e minimalistas ou tradicionais e rústicos.

Isso poderá refletir a sua personalidade e o seu espírito de design não só em uma estante que tem uma funcionalidade, mas também em seus elementos decorativos. Muitas coisas podem influenciar na escolha de uma estante: 

  • Valor monetário disponível para investir;
  • Espaço disponível em seu imóvel para colocar o móvel;
  • Quantidade de livros a ser exposto;
  • Material da estante;
  • Flexibilidade em ajustar prateleiras.

Aqui estão cinco dicas para lhe ajudar na busca para escolher e estilizar sua estante, seja ela grande ou pequena.

  1. Espaço disponível

A primeira coisa que você precisa decidir ao comprar uma estante é qual tamanho comprar. Para resolver isso, será necessário começar medindo o espaço que você pretende colocar a estante.

Certifique-se de medir o espaço do piso e da parede. Faça uma higienização de carpetes se necessário. Isso garantirá que, qualquer que seja a estante que você decida comprar, ela se encaixará na área pretendida.

Ou talvez você não tenha muito espaço no chão, mas muito espaço na parede, então uma estante alta e estreita ou estante montada na parede funcionará melhor. Hoje, o mercado tem diversas opções para você escolher a melhor para suas necessidades e gosto pessoal.

Anote essas medidas para saber a quantidade máxima de espaço que você tem para trabalhar. Isso ajudará você a ter em vista o que procurar na loja online ou física na hora da compra.

  1. Tamanho da estante

Agora que você conhece o espaço com o qual precisa trabalhar, precisará considerar o que pretende guardar na estante. Isso irá ajudá-lo a decidir sobre o tamanho da estante que você precisa comprar.

Considere se são apenas livros que você deseja armazenar na estante ou se você armazenará outras coisas também. Será necessário avaliar se você precisará de uma estante com portas para manter as coisas fora de vista ou se prefere preenchê-la de livros mais pesados.

Uma dica é priorizar comprar uma estante um pouco maior do que você acha que precisará para permitir livros adicionais que você reúne ao longo do tempo. Alguns modelos têm iluminação profissional disponível caso precise procurar algum título à noite.

Seria interessante também procurar uma estante com prateleiras ajustáveis, pois isso é ideal para permitir livros de tamanhos diferentes. Assim, você poderá ajustá-la conforme suas necessidades ou se simplesmente você enjoar da disposição dos objetos.

Uma estante com prateleiras ajustáveis ​​permite maximizar o espaço disponível na estante, pois você pode alterar as alturas das prateleiras para atender às suas necessidades, que podem até mudar com o tempo. 

Certifique-se apenas de que o material da estante é de boa qualidade. 

  1. Material

As estantes são feitas de uma variedade de materiais, desde madeiras de boa qualidade, compensados ​​baratos e até metal. Existem vantagens e desvantagens de cada tipo de material e o que você escolhe é realmente de acordo com suas necessidades individuais.

As estantes de boa qualidade que durarão a vida inteira são feitas de madeira, como pinho ou carvalho. As melhores estantes de madeira maciça são fortes e resistentes e perfeitas se você precisar de uma estante resistente.

A desvantagem dessas boas estantes é que elas são caras e volumosas, dificultando sua movimentação caso você more em um espaço pequeno e limitado, mas uma empresa de jardinagem e paisagismo seria uma alternativa para ajudá-lo nessa busca.

Uma estante barata feita de compensado ou folheado de madeira, por outro lado, é barata e fácil de movimentar. Também tende a haver mais opções em termos de cores e designs diferentes. Então, você certamente encontrará algo que atenderá a decoração da sua casa.

No entanto, essas estantes baratas tendem a ceder e não são ideais se você estiver procurando as melhores estantes para muitos livros ou uma estante pesada. Para isso, existem estantes de materiais mais resistentes.

As estantes também podem ser construídas a partir de metais, como ferro. Elas podem vir com forro acústico para evitar barulhos indesejados. Muitas vezes, essas estantes são abertas e não têm suporte, então considere se esse estilo combina com o que você está procurando.

  1. Considere a colocação

O posicionamento da estante também é fundamental para se ter em mente. Acrescentar um pouco de imponência quando usado em pares, acentua a arquitetura do espaço. 

Se uma sala está um pouco vazia ou “sem vida”, um par de estantes pode adicionar uma imensa quantidade de interesse visual. Quem sabe, adicionar algumas plantas trepadeiras para ornar com as prateleiras e suportes do móvel.

Claro, escolher uma estante é apenas metade da batalha. Será necessário garantir que ela esteja bem equipada. Para tornar uma estante visualmente agradável, você precisa organizar as prateleiras com itens altos e baixos, empilhados e solitários. 

Você pode acrescentar pequenas peças de arte emolduradas e procurar trabalhar com diferentes tipos de materiais. Isso faz com que suas prateleiras pareçam instantaneamente especiais e originais. 

Também adicione uma textura necessária a um espaço que pode parecer muito rico apesar de com apenas prateleiras e livros.

Certifique-se de manter o equilíbrio e não desordenar ou colocar as coisas uma ao lado da outra. Certifique-se de manter uma paleta de cores consistente para um acabamento elegante.

Ao selecionar uma estante, você deve prestar muita atenção à paleta de cores do espaço. As estantes devem parecer fáceis, portanto, garanta que não haja elementos visuais que o tirem da história de cores da sala.

Seria interessante trabalhar com diferentes tipos de texturas em sua estante. Ou seja, se você optar por uma estante de madeira, adicione metais, ossos ou miçangas à mistura para criar variedade. 

Muitas vezes também adicionamos pequenos elementos esculturais ou pequenos painéis elétricos. A criação de variações de altura pode ser alcançada adicionando diferentes tipos de peças de arte ou combinando vasos e castiçais com livros e caixas. 

Agrupar a decoração em números ímpares e adicionar um pouco de vegetação também para manter os olhos interessados. Quem sabe, você também não pode adicionar na estante uma impressora com impressão digital a laser?

  1. Preço

Assim como as estantes vêm em uma variedade de formas e tamanhos, elas também variam muito em preços. 

Algumas das melhores estantes podem custar centenas e centenas de reais, enquanto você também pode encontrar algumas estantes baratas que são perfeitas para suas necessidades. 

Isso dependerá da marca, da qualidade e do material. Você pode encontrar no mercado, por exemplo, estantes em um valor elevado, mas de qualidade média a depender da marca. Ou também muito baratas e de qualidade duvidosa.

Nesse sentido, ter um orçamento em mente será fundamental para encontrar uma estante que atenda a todos os seus requisitos, tanto de espaço quanto de gosto pessoal. 

Pesquisar preços, marcas e materiais é essencial nessa jornada. Caso prefira, poderá utilizar o “do it yourself”, ou “faça você mesmo”, na versão em portugues. Não se preocupe, pois existem diversos tutoriais disponíveis para montar sua estante. 

Não se esqueça de comparar se vale mais a pena comprar material da estante, material para montar (pregos, buchas e porcas) uma estante ou simplesmente comprá-la pronta em uma loja grande ou pequena.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

5.10.21

PRETOS EM CONTOS – Volume 2


Este é o nome da antologia literária que o organizador, Plínio Camillo, define como “uma experiência narrativa que tem uma gama de olhares negros e diversificados. 

Não se trata de um olhar uno e, sim, aquilombado. São diversas facetas, luminosidades, reminiscências, sinais; são escritores e narradores pretos que têm influência e buscam o merecido protagonismo”, destaca. 

Plínio Camillo que além de escritor, é ator, roteirista, palestrante, oficineiro, diretor teatral, educador social e tem uma vivência também longa, diversa e resistente no movimento negro, em áreas diversas, também ressalta que falta aos pretos brasileiros a ocupação destes lugares, de ‘influência e protagonismo’, daí a importância de um projeto literário inteiramente dedicado às narrativas negras, às suas vivências e saberes. 

“Ainda não temos esses lugares, não temos nada além de vontade…” reforça o autor. E esta vontade foi, segundo Camillo, impulsionada pelo ‘esquisito tempo pandêmico’ que impôs certas urgências aos projetos engavetados. 

Também acredita que a força da coletividade que fundamenta o livro e fez com que a ideia do projeto ganhasse ainda mais ânimo e, por isso, a intenção agora é “trabalhar o financiamento coletivo, buscar este apoio para que o livro seja publicado ainda este ano”, destaca.


A meta é arrecadar vinte e cinco (R$25.000,00) mil reais para que seja possível imprimir trezentos (300) exemplares desta primeira edição da preta coletânea negra de contos curto. O livro físico será publicado pela Editora Aldeia de Palavras, de Cristiane Sobral. 

Mas para além das questões práticas que envolvem o projeto, é preciso destacar que há muitas inspirações orientando este ‘PRETOS EM CONTOS - Volume 2’, entre as quais Camillo cita personalidades pretas de tempos e profissões diversas como Conceição Evaristo; Esmeralda Ribeiro; Ruth de Souza; Elaine Marcelino; Cristiane Sobral; Machado de Assis; Carolina de Jesus, entre outras.

LITERATURA NEGRO-BRASILEIRA é o negro na primeira pessoa, escrevendo e sendo o narrando as suas histórias. “Estamos fazendo Literatura”, finaliza Camillo. 

Os autores participantes da antologia “PRETOS EM CONTOS - Volume 2” são Cristiane Sobral, Débora M. Andrade, Denise Nascimento, Diogo Nogue, Gabriel Messias, Ifè Oadq, Kátia Moraes, Luana Levy, Maza Dia Mpungo, Negro Du, Plínio Camillo, Shirley Maia, Suedi Fernandes, Thiago Pedroso e Vinicius Henrique.

RETRIBUIÇÕES

Confira as retribuições no Site de Ajuda Coletiva clicando aqui.

11.9.21

Se você não gosta de ler, veja esse vídeo


Conheça os 10 benefícios da leitura.

1.  A leitura estimula a memória, expandindo a capacidade de nossa mente.

2. A leitura é combustível inesgotável para a imaginação.

3. A leitura nos dá as palavras, instrumento para expressar nossos sentimentos.

4. A leitura nos aproxima da compreensão de mundo e da auto-compreensão.

5. Ao ler, nos deparamos com aquilo que pensamos: com nossas crenças.

6. É possível experimentar com a leitura, sem de fato experimentar fisicamente.

7. O ato de ler naturalmente leva a escrever e a escutar.

8. Ler eleva a autoestima.

9. A leitura desconhece a solidão, nos permite estar sempre acompanhados.

10. A leitura constrói sonhos e nos empurra à realização.

GeraLinks - Agregador de links