Mostrando postagens com marcador Alessandro Turci. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Alessandro Turci. Mostrar todas as postagens

1.1.22

Não tenha medo de recomeçar


Nunca desista de recomeçar, pois sempre que algo chega ao fim, uma nova estrada se abre à nossa frente. Viva na esperança de dias melhores e persista até algo de bom acontecer.

Às vezes perdemos a motivação de buscar o que nos faz mais felizes, ou simplesmente temos medo de falhar novamente. 

Mas um recomeço traz sempre algo positivo e nós nunca devemos parar de tentar.

13.12.21

Saia do palco e veja a vida com o olhar da plateia


Saia do palco e veja a vida com o olhar da plateia, corrija seus erros e assim poderá reconstruir uma nova história.

Aprenda a enxergar com outros olhos que não sejam os seus, e você verá um novo mundo. Agora estou aqui, Aprendendo a ver o mundo com outros olhos. Procuro ver o mundo, a vida, com outros olhos; Com o olhos de outras pessoas.

Tente olhar a vida por todos os ângulos, quem sabe um deles não te surpreende?

"Não importa o que você seja, quem você seja, ou que deseja na vida, a ousadia em ser diferente reflete na sua personalidade, no seu caráter, naquilo que você é. E é assim que as pessoas lembrarão de você um dia.

"A verdade é que todo mundo vai te machucar, você só tem que escolher por quem vale a pena sofrer."

Um dia a tristeza vai embora... Aprendemos a sorrir novamente... Fazemos novas amizades... E vemos que todo aquele sofrimento do passado, não valeu tanto a pena... Pois se a vida fez as coisas andarem dessa forma... Foi porque não era pra ser... Pois se era para ser o que pensávamos que era, não teríamos tomado rumos diferentes... Teríamos continuado caminhando na mesma direção".

Ayton Senna

23.11.21

Casais que são felizes DE VERDADE não se expõem nas redes sociais porque são…


Ocupados demais vivendo o seu amor!

Em tempos de vida online, a realidade vivida no nosso dia a dia se cruza com aquela construída nas redes sociais.
 
Depositamos muito tempo no mundo virtual!

Facebook, Instagram, Twitter, Snapchat, Tinder, entre outras redes nos proporcionam a possibilidade de abrir uma janela para a nossa vida e espiar a janelinha dos outros também.

É claro que a internet e as relações que são estabelecidas por meio dessas conexões podem proporcionar inúmeros benefícios, como manter contato com amigos distantes, conhecer novas pessoas, ajudar e ser ajudado, promover campanhas e até compartilhar textos como este.

No entanto, no meio de todas as ‘personalidades’ que permeiam esse universo digital, ganha destaque a exibição da vida de casais.

Eles podem ser jovens, contar com vários anos de relacionamento, serem mais românticos ou divertidos, mais ou menos conceituais, conservadores ou não…

Mas isso não importa!

Expor a vida (muitas vezes idealizada) do casal nessas redes pode ser um indício muito forte de que, talvez, esse relacionamento seja mais fachada do que amor, respeito e doação.

Não somos nós que afirmamos isso, pesquisadores analisam esses comportamentos e entendem que os casais mais inseguros têm uma tendência a fortalecer o relacionamento tornando-o mais visível.

Mas, antes de se posicionar sobre o assunto, que tal refletir com a gente sobre as questões a seguir?


Casais felizes apenas vivem, não se mostram

Se tudo vai bem na vida e no namoro/casamento/noivado/lance, as pessoas não veem sentido em desperdiçar seu tempo para provar isso aos outros.

Não é que elas nunca tirem fotos ou chequem seus feeds, mas suas vidas já são tão intensas que elas não sentem essa necessidade.

Expor os problemas do relacionamento na internet não ajuda a resolvê-los.

Muito pelo contrário, revelar seus problemas pessoais pode fazer com que eles se agravem e ainda fragilizar sua relação com o/a companheiro(a) que pode se sentir exposto(a) e traído(a) (e quem sou eu pra tirar a razão dele, né?)

A felicidade de um casal é o viver todos os dias
…e não em provar para os outros que você é feliz nesse relacionamento.

Se você precisa constantemente de curtidas para se certificar de que está tudo bem, pode ser que exista um vazio tão grande dentro de si mesmo do qual você precisa parar de fugir… agora!

Ninguém tem de provar nada a ninguém

O que Renato Russo mais queria “era provar para todo mundo que ele não precisava provar nada para ninguém”. Essa necessidade de aprovação é cultivada na nossa sociedade desde que nascemos e é um desafio gigantesco lutar contra ela.

No entanto, quando nos tornamos conscientes de que é possível ser uma pessoa realizada e viver um relacionamento saudável sem que as outras pessoas reconheçam isso, passamos a ser mais livres para viver nossas relações com mais verdade e amor genuíno.

A questão aqui não é julgar quem se expõe, mas incentivar uma reflexão em cada um de nós, porque, em algum momento, todos nós já nos sentimos escravos da aprovação do outro, não é mesmo?

Vale lembrar ainda que…

Os casais que não se exibem nas redes normalmente são verdadeiramente felizes porque não se colocam em uma posição de se comparar com amigos e colegas no mundo virtual.

Não é uma questão de “inteligência”, mas sim, mais uma vez, de consciência.

Quando percebemos que o que faz cada um feliz podem ser coisas diferentes, entendemos que o que realmente importa são as nossas experiências, o nosso autoconhecimento e o tempo que dedicamos a compreender o ser humano que amamos incondicionalmente.

24.10.21

Passos para Mudança


O facto de decidir mudar de direção pode criar-nos uma tensão interna entre o que temos feito e o que queremos estar a fazer. E, por vezes, o não reconhecimento desta tensão resulta numa frustração em relação aos esforços que depositamos para alcançar o pretendido.

Neste sentido, convido-o a experimentar os seguintes passos, para que possa melhorar a forma de obter a mudança que pretende.

1. Registe o seu conflito interno. Pode acontecer que este conflito não seja tão claro se a mudança que quer fazer é tão óbvia para si. Por exemplo, quando quer perder peso e sente-se frustrado consigo mesmo por não adotar outras medidas no seu plano alimentar. Ao olhar um pouco para si, poderá perceber que existe um “mix” de sentimentos, como quando sente que precisa de comer para lidar melhor com o stress.

2. Uma vez que está ciente desta ambivalência, pode olhar mais de perto para este conflito. Continuando com o exemplo, se quiser perder peso, a tomada de consciência de que depende do comer para lidar com o stress é essencial. Este fator permite-lhe perceber que poderá desenvolver outras estratégias para lidar com o stress que o ajudarão na perda de peso.

3. Use uma maior auto-consciência para reduzir a autocrítica e dar passos em direção à sua meta. Ao invés de punir-se por não manter uma dieta, concentre-se em compreender o problema e realmente “entendê-lo” – por outras palavras, ter mais empatia pelo seu dilema. Para ajudar-se a si próprio para fazer isso, olhe para si mesmo nesta situação como olharia para um amigo. Sinta como é difícil. Permita-se sentir o desejo de fazer algo melhor para si mesmo. Este desejo é um sentimento de compaixão e irá ajudá-lo a sentir-se mais calmo para deixar de lado a sua dura autocrítica. Assim, sentir-se-á mais livre para voltar a focar-se no problema e decidir a melhor forma de proceder.

4. Trabalhe para aumentar a sua motivação. Preste atenção aos pontos negativos de continuar como está. Não mudar os seus hábitos alimentares significa que não vai perder peso… e pode até ganhar mais. Além disso, esteja ciente das razões positivas para mudar. Pense como vai ser mais saudável e sentir-se melhor consigo mesmo se alcançar a sua meta. Opte por escrever os efeitos negativos de não mudar e as razões positivas para mudar.

Quando se trata de fazer mudanças pessoais, uma maior auto-consciência pode ser a sua maior aliada. Quanto mais estiver consciente do comportamento que deseja alterar e dos motivos pelos quais deseja alterá-lo, o mais provável é que se altere, efetivamente. Então, comece por refletir sobre o que o faz querer fazer esta mudança. Depois, é hora de continuar o caminho para a mudança e tornar-se numa versão ainda melhor de si mesmo!

14.10.21

Algumas pessoas não mudam, elas se revelam pelos detalhes


Nada muda se você não mudar porém, cuidado! algumas pessoas não mudam, elas se revelam...

"O tempo mostra quem é raso e quem é profundo. Quem é de verdade e quem é de mentira. O tempo é verdadeiro. O tempo é infalível. Não tenha pressa, só observe."

Há muito tempo atrás ouvi a frase "as pessoas não mudam, revelam-se". O fato de uma pessoa mudar ou não, seja o seu comportamento, atitudes, forma de lidar com os outros, sempre despertou a atenção por parte do ser humano. Quando as pessoas têm tendência para nos magoar, elas revelam-se e, aparentemente, revelam o seu pior. 

Passamos a vida inteira achando que conhecemos as pessoas com quem nos relacionamos. Aprendemos a confiar nelas desde criança, quando dependemos dos adultos para tudo, de andar a comer.

O tempo passa, as coisas mudam, as pessoas mudam. É inevitável aprendermos com as experiências e aprimorarmos nossas atitudes e comportamentos, de modo a não repetir os mesmos erros. Ficamos mais fortes após as perdas e os ganhos, mudamos também, mas mantemos a essência e os valores; do contrário, não é mudança, mas máscara que cai.

Me pergunto, por que o ser humano é tão complicado? Muitas vezes tiro uma parcela do meu tempo me fazendo essa pergunta e confesso que não chego a uma resposta. Ainda vou encontrar um cientista, um pesquisador ou até trocar uma ideia com Deus pra ver se Ele me esclarece a respeito da personalidade humana porque, juro, não consigo entender!

Frequentemente, convivemos com pessoas, nos diversos setores de nossas vidas, que acabam nos surpreendendo de forma negativa, com a passagem do tempo. É o caso do chefe que se torna autoritário, do colega que se distancia de uma hora para outra, do parceiro que se torna mais agressivo, enfim, de pessoas que mudam de comportamento, mostrando um lado que parecia adormecido até então.

A máscara cai ou a nossa venda cai? Ah, porque nós também temos culpa nisso, sabia? Vivemos nos iludindo, criando expectativas, vendo as pessoas através de nossos próprios olhos e nunca através delas e do que realmente são! Dessa forma, é fácil nos enganarmos. Afinal, estávamos cegos!

Então pensamos: por que essa pessoa mudou tanto de uma hora para outra? Na verdade, as pessoas não mudam, elas se revelam. Ninguém consegue manter as aparências por muito tempo, visto que não se foge ao que se é, por mais que se tente. 

O que temos de características e que é tão nosso não cede ao poder, ao dinheiro, à fama, ou a qualquer tentação lá de fora. 

As pessoas sempre mostram quem são, somos nós quem não captamos os sinais. De maneira geral, não somos muito bons em lidar com decepções. Temos uma grande dificuldade em acreditar que as pessoas que estão ao nosso redor são capazes de nos magoar, de querer o nosso mal ou de tornar nossas vidas mais complicadas. 

Queremos sempre acreditar no bem, e é por isso que muitas vezes acabamos sofrendo tantos reveses da vida, especialmente das pessoas que consideramos especiais para nós.

Algumas pessoas, como se vê, não mudam, apenas deixam de interpretar papéis que não condizem com seus vícios e princípios de vida. Cada um acaba dando o que tem, seja amor ou ódio. Sejamos então nós o amor, pois assim jamais sairemos perdendo.

Mas é isso aí, o jeito é irmos levando, criando menos expectativas sobre as pessoas, não se achar vítima de uma situação já que também somos culpados por ver o que queremos, da forma que queremos.

"O problema das pessoas sinceras é que elas pensam que os outros também o são. Por isso é tão difícil ver o que os outros escondem sob a suas máscaras."

Informações:
Rede Catarinense de Notícias

GeraLinks - Agregador de links