Blog Diferente Para Ser Diferente
Seja Uma Pessoa Melhor, Diferente Você já é ! - Junte-se ao Grupo de Amigos do Seja Hoje Diferente - Bem Vindo (a).


Medida para a valer a partir da próxima segunda-feira (4) para passageiros de todo o transporte público, incluindo táxis e passageiros de aplicativos.

A partir da próxima segunda-feira (4), o uso de máscaras no transporte público será obrigatório na cidade de São Paulo. O decreto será publicado amanhã (30) no Diário Oficial do Município, com o objetivo de diminuir a transmissão da covid-19 (doença provocada pelo novo coronavírus) na capital. Com a nova regra, todos os passageiros, motoristas e cobradores deverão usar as máscaras desde o momento do embarque.

O anúncio da medida foi feito nesta quarta-feira (29) pelo prefeito Bruno Covas e pelo governador João Doria, que também aplicará a obrigatoriedade em todo o estado de São Paulo. Por isso, a medida deve ser seguida para os passageiros que precisarem utilizar o sistema de ônibus da SPTrans, além dos trens da CPTM, Metrô, ônibus intermunicipais da EMTU, táxis e transporte por aplicativo.

A fiscalização, que já é realizada pela SPTrans, será intensificada nos terminais para orientar sobre a obrigatoriedade e assegurar o cumprimento à medida para reduzir o risco de contaminação por coronavírus. Motoristas de táxi e de carros de aplicativos também serão obrigados a usar máscaras e a fiscalização será feita pelo Departamento de Transportes Públicos (DTP), que também será reforçada.

“Com o agravamento da crise, a Secretaria de Saúde e a Vigilância Sanitária têm passado novas medidas para que a Prefeitura possa efetivar. Uma delas foi tornar obrigatório o uso de máscara no transporte público municipal a partir do dia 4 de maio, da mesma forma que faz o Governo de São Paulo”, disse o prefeito Bruno Covas, durante coletiva realizada no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado.

Caberá às empresas e aos prestadores de serviços a responsabilidade de não permitir a entrada e a permanência de pessoas sem máscaras no interior das estações, dos vagões e dos ônibus.

“Muitas vezes as pessoas podem reclamar do incômodo de utilizar uma máscara, mas é um incômodo pequeno em relação ao benefício que ela traz, do ponto de vista sanitário, de dificultar a propagação do vírus aqui na cidade de São Paulo e no Estado. É uma questão humanitária, já adotada como prática comum em muitos países asiáticos e agora em muitos países europeus”, afirmou o prefeito Bruno Covas.

“Tenho certeza que essa medida será seguida também por decretos municipais dos demais prefeitos do Estado de São Paulo para tornar obrigatório o uso de máscaras no transporte coletivo. A obrigatoriedade é válida também para táxis e aplicativos, e a especificação será feita pelas prefeituras municipais”, ressaltou Doria.

Fonte: Cidade de São Paulo
Postagem Anterior Próxima Postagem

Veja abaixo mais um artigo do Seja Hoje Diferente!