Blog Diferente Para Ser Diferente
Seja Uma Pessoa Melhor, Diferente Você já é ! - Junte-se ao Grupo de Amigos do Seja Hoje Diferente - Bem Vindo (a).

Seja Diferente, Junte-se ao Seja Hoje Diferente.

João Migue morreu em outubro deste ano - Foto: Reprodução/Facebook

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) condenou, nesta segunda-feira (09), Matheus Henrique Leroy Alves, acusado de desviar verba de uma vaquinha organizada para arrecadar dinheiro para a compra de medicamento para o seu próprio filho. 

As informações são do portal R7.

Alves foi preso em julho deste ano, em Salvador, depois de ter aplicado um golpe milionário, já que a vaquinha de seu filho, João Miguel, arrecadou R$ 1 milhão em doações para o tratamento de uma doença conhecida como Amiotrofia Muscular Espinhal (AME).

O pai de João Miguel foi indiciado por estelionato, apropriação e desvio de valores de pessoa portadora de deficiência, abandono material e falsa comunicação do crime.

Além da pena de sete anos e seis meses, Alves terá que pagar uma multa no valor de um de um terço de salário mínimo. O pai de João Miguel está na prisão de Conselheiro Lafaiete, a 100 km de Belo Horizonte.

João Miguel morreu em outubro deste ano. O caso ficou conhecido depois que os pais promoveram fundos para pagar o tratamento do garoto. Devido a doença degenerativa, que causa perda dos neurônios motores, o menino precisava tomar uma medicação cuja caixa tinha valor aproximado de R$ 375 mil.

Fonte: Yahoo Noticias

#sejahojediferente #sejadiferente #correntedobem #heroisdoslacres #sejavoce #fuscadobem #fusquinhadobem #unidosdobem #ermelinomatarazzo
Postagem Anterior Próxima Postagem

Veja abaixo mais um artigo do Seja Hoje Diferente!