Blog Diferente Para Ser Diferente
Blog Diferente Para Ser Diferente, Vem Com a Gente!

Ministra diz que no novo governo "menina pode ser princesa" e compara a esquerda ao "cão". "Eu sei o que vi naquela goiabeira", diz ela sobre ter visto Jesus Cristo.

A ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, avançou nas discussões sobre reeleição e afirmou a uma plateia de bolsonaristas que precisa de três mandatos para realizar seu projeto.

As informações são do BuzzFeed confira

"Vou precisar de 12 anos para mudar o Brasil", avisou a ministra durante palestra para ativistas de direita no CPAC Brasil, evento conservador dos Estados Unidos trazido ao país pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), neste sábado (12).

"Esperei 20 anos por isso [um evento conservador de grande porte]", disse ela à plateia, sendo a mais ovacionada pelos bolsonaristas. Ela orientou os participantes a se organizarem para manter a orientação conservadora no governo e "lotar as câmaras e prefeituras" na eleição do ano que vem.

A ministra disse que a vitória de Jair Bolsonaro "não tem explicação científica, não tem explicação humana, não tem explicação nenhuma, a não ser divina". Segundo ela, Bolsonaro foi eleito por Tupã (deus em tupi) para salvar os curumins (crianças indígenas) da morte.

As afirmações foram feitas para se contraporem ao Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Segundo ela, no Sínodo negaram que exista um infanticídio nas etnias indígenas. "Quarenta povos [indígenas] matam suas crianças", afirmou ela.

"Eles estão lá no Sínodo agora dizendo que nós é que violamos os direitos dos índios. Este governo veio para proteger todos", disse ela.

O tom religioso também foi usado quando a ministra, pastora evangélica, comparou a esquerda com o demônio. "Nós não podemos subestimar o cão, subestimar o mal", disse ela, para quem a esquerda quer "voltar a usurpar o poder".

A ministra voltou a falar do episódio da goiabeira, dizendo ter sido ridicularizada quando contava ter sido vítima de abuso infantil.

"Eu sei o que eu vi naquela goiabeira", disse a ministra, referindo-se a Jesus Cristo. "Foram muito malvados comigo. Não respeitaram a minha dor e riram de mim".

Rosa de princesa
Damares falou à plateia que havia um projeto no Ministério da Cultura no governo petista de "desprincesamento" e que por isso disse que menina veste rosa e menino, azul.

Segundo ela, "o governo Bolsonaro veio para dizer: chega de confusão no Brasil. Deixe menino ser menino e menina ser menina". "Menina pode ser princesa e menino pode ser príncipe".

A ministra chamou o presidente de "macho" ao falar de seu envolvimento, quando ainda deputado federal, para barrar a pauta de descriminalização do aborto.


Reprodução Divulgação

Olavistas
Organizado por Eduardo Bolsonaro, o CPAC reuniu entre sexta e sábado ministros indicados pelo escritor Olavo de Carvalho, guru bolsonarista exaltado a todo momento pelos palestrantes, incluindo Eduardo. Entre os palestrantes, estavam o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, que chegou a fazer citação em chinês, e da Educação. Abraham Weintraub, que fará o encerramento à noite.
Postagem Anterior Próxima Postagem
Lembre-se todas palavras ou frases na cor laranja são links especiais relacionados ao assunto do artigo ou da palavra, não deixe de clicar neles.

GeraLinks - Agregador de links | Agregador de conteúdo TrendsTops

Não esqueça: Você pode ser diferente e nos ajudar? Clique aqui