SHD: SEJA HOJE DIFERENTE - Coaching Pessoal, Inteligência Emocional, Crescimento Pessoal, Família, Espiritualidade, Ufologia, Mistério, Nostalgia, Como fazer, O que é, Para que Serve, Desenhos para colorir, Curta-Metragem, Curiosidades, Orações, Pets, Saúde e Bem-Estar, Televisão, Séries, Desenhos, Música, Livros e muito mais.

20.4.19

Saiba quais são as refeições ideais para o seu pássaro

Imagem divulgação

Os pássaros, apesar de não serem domésticos, têm sido cada vez mais incorporados ao ambiente domiciliar. É muito frequente vermos passarinhos sendo criados em casas, apartamentos e nos famosos viveiros. 

O que era mais comum no interior do Brasil, tem se tornado cada vez mais popular também nas grandes capitais.

Carinhosos, divertidos e espertos, os pássaros ocupam menos espaço que os cachorros, por exemplo, e são boas opções para quem tem um perímetro mais reduzido mas mesmo assim não quer abrir mão de ter um animal de estimação.

Como todo bichinho, as aves requerem atenção. E cuidar de pássaros nem sempre é fácil. Um dos cuidados mais importantes é quanto à alimentação. Muita gente acha que o pássaro pode comer só semente ou só vegetais, mas não é bem assim.  

Nós levantamos algumas dicas para você não errar na hora de alimentar o seu pássaro.

Problemas na dieta
Antigamente, era muito comum os criadores só darem sementes, alguns vegetais e frutas para as aves. Não é de todo errado já que são estes os alimentos que as aves, geralmente, encontram na natureza. 

Há, no entanto, dois problemas neste tipo de dieta. Um dos mais graves é a falta de variedade que pode gerar algumas deficiências nutricionais. 

O outro é o excesso de alguns alimentos, como, por exemplo, as sementes. Pássaros gostam muito desse tipo de comida. As sementes são muito saborosas para eles. Só que, além de serem bastante calóricas, têm um baixo valor nutricional.

Restringir a alimentação a este tipo de semente, portanto, pode ser problemático já que os pássaros ficam em gaiolas e não podem voar livremente, ou seja, não conseguem queimar as calorias e podem acabar desenvolvendo obesidade. 

Equilíbrio nutricional
A grande dica é propiciar o equilíbrio nutricional, ou seja, variar a alimentação, com os mais diversos tipos de alimento. É muito importante também estar atento às quantidades, para que não haja excesso nem falta de nenhum nutriente.

O que dar
A alimentação que deve ser oferecida para os pássaros pode variar bastante, pois cada espécie tem necessidades nutricionais específicas. Há pássaros que têm maior restrição nutricional e comem preferencialmente vegetais, como é o caso, por exemplo, dos papagaios. 

Por isso, é altamente recomendado sempre consultar um médico veterinário ou um criador especialista para definir a dieta. Porém, uma orientação geral é aliar alimentos naturais a rações.

Ração 
O mercado apresenta uma grande diversidade de rações destinadas aos pássaros. A vantagem é que foram pensadas para atender às necessidades específicas de cada pássaro.  

Ou seja, os donos dos pássaros podem dispensar, inclusive, a suplementação nutricional, já que todos os nutrientes necessários estão presentes nas rações. 

Tipos
Cada espécie precisa mais de um tipo de nutriente. A ração para os canários, por exemplo, tem grandes concentrações de vitamina do complexo B. Os sabiás, em contrapartida, precisam mais de proteínas. Não é o mesmo caso das calopsitas e periquitos, que precisam de uma grande ingestão de iodo, para que a  papada não cresça tanto. 

A indústria já tem desenvolvido inclusive rações vegetarianas para as aves. Algumas delas vêm com alguns pedaços de fruta junto aos outros nutrientes processados.

Como escolher
A escolha da ração vai variar de acordo com a espécie do seu pássaro. Para escolher a ração mais adequada, converse com um médico veterinário ou um criador da espécie. Eles vão indicar qual o melhor tipo e a quantidade mais adequada por dia. 

Sementes
Como dissemos, as rações são projetadas para suprirem todas as necessidades nutricionais dos bichos. Mesmo assim, não é necessário dispensar totalmente as  sementes. 

Inclusive, as aves gostam de brincar com elas. Os pássaros costumam se divertir ao tentar abrir as sementes, então, além de diversificar a alimentação, elas ajudam a entreter os bichos.

Cada espécie gosta mais de um tipo de semente. Os papagaios, por exemplo, preferem as sementes de girassol e abóbora, além de grão de bico, amendoim e castanha do pará. Já as calopsitas gostam de painço, alpiste, arroz com casca e aveia, por exemplo. 

Frutas e verduras
Frutas e verduras também fazem parte de uma dieta equilibrada. Mas um cuidado especial e necessário é quanto à higienização. Procure sempre lavá-los para evitar os riscos de contaminação alimentar. Há muitos vermes nas cascas das frutas, por exemplo, e é preciso estar atento a isso. 

Mamão, maçã, laranja e banana são algumas das frutas mais comuns para dar às aves. Repolho, alface e folhas em geral também são ótimas escolhas.

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário


SHD: SEJA HOJE DIFERENTE - Coaching Pessoal, Inteligência Emocional, Crescimento Pessoal, Família, Espiritualidade, Ufologia, Mistério, Nostalgia, Como fazer, O que é, Para que Serve, Desenhos para colorir, Curta-Metragem, Curiosidades, Orações, Pets, Saúde e Bem-Estar, Televisão, Séries, Desenhos, Música, Livros e muito mais.