6.12.18

Quem Tem Pressão Alta Pode Tomar Chá de Gengibre?

Imagem divulgação internet

O uso de ervas ou plantas medicinais no tratamento de doenças em todo o mundo remonta aos tempos pré-históricos. O Zingiber officinale, que é popularmente conhecido, como “gengibre” é originário do sul da China, de onde se espalhou para as Ilhas das Especiarias – Ilhas Molucas, e outras partes da Ásia e, posteriormente para a África Ocidental e Caribe.

O gengibre tem sido usado tanto como tempero culinário como na medicina tradicional. Os usos medicinais mais notáveis desta planta são para diabetes, hemorroidas, varíola, paralisia, disenteria e hipertensão, e é por isso que várias pesquisas ao redor do mundo afirmam que quem tem pressão alta pode tomar chá de gengibre sim.

Ele contém muitos cátions e ânions, como o cálcio, magnésio e fósforo, que funcionam na formação óssea, na contração muscular e na transmissão nervosa. O alto conteúdo desses minerais o torna uma ótima opção para tratar espasmos musculares, depressão, hipertensão, fraqueza muscular, convulsões, alterações de personalidade, náusea, falta de coordenação e distúrbios gastrointestinais de acordo com uma pesquisa publicada pela Universidade de Ilorin, Nigéria.

O alto teor de potássio presente no gengibre pode proteger o corpo contra a fragilidade óssea, paralisia e esterilidade, além do seu papel na regulação da pressão arterial. Ele também regula os batimentos cardíacos, de acordo com uma pesquisa publicada no Journal of Economic Entomology.

Causas da pressão alta

A pressão alta, também conhecida como hipertensão, geralmente não apresenta sinais ou sintomas, mas pode ser diagnosticada com a monitoração da pressão arterial. As leituras de pressão arterial que permanecem consistentemente entre 14×9 ou mais indicam hipertensão e um risco maior de ataque cardíaco, acidente vascular cerebral e até doença cardíaca e renal.

Não existe uma única causa específica para que alguém tenha pressão alta, mas o seu estilo de vida pode ter um enorme impacto na sua probabilidade de desenvolvê-lo. A seguir, estão os fatores de risco para o desenvolvimento de pressão alta:

Comer muito sal;
Não comer frutas e legumes suficientes;
Estar acima do peso;
Falta de exercício físico;
Consumir muita bebida alcoólica.
A hipertensão arterial também pode ter causas genéricas ou até ser um efeito colateral de certos medicamentos prescritos.

Efeitos do gengibre na pressão arterial

O gengibre pode ser usado para melhorar a circulação sanguínea e relaxar os músculos que envolvem os vasos sanguíneos. Em pesquisas realizadas com animais, foi descoberto que os efeitos de redução da pressão arterial do gengibre são mediados por canais de cálcio dependentes de voltagem.

Por exemplo, certas doses de extrato de gengibre foram associadas a uma queda na pressão arterial, bem como com uma diminuição das contrações musculares; no entanto, os estudos são inconclusivos e mais pesquisas são necessárias para corroborar esse benefício do gengibre.

Consumir gengibre para pressão arterial

É importante considerar os efeitos colaterais e as interações do gengibre antes de começar a consumi-lo com fins medicinais. Como o gengibre pode baixar a pressão arterial, não é recomendado tomá-lo com medicamentos para pressão alta, pois pode aumentar o risco de desenvolver pressão baixa e batimentos cardíacos irregulares.

Comer gengibre fresco, cru, bem como consumir gengibre seco, tomar suplementos ou chá de gengibre, são formas eficazes de usufruir das suas propriedades hipotensoras do gengibre, no entanto, não é recomendado que os adultos consumam mais de 4 gramas por dia, enquanto as mulheres grávidas não devem consumir mais de um grama de gengibre por dia.

Gengibre x Outras ervas para pressão arterial

Embora o gengibre tenha vários usos medicinais que são benéficos, e pesquisas sugerem que ele pode ter efeitos hipotensores, outros alimentos como o alho por exemplo, são mais adequadas para quem procura reduzir a pressão arterial.

Acredita-se que o alho ajuda na produção de óxido nítrico, o que resulta em relaxamento muscular e vasodilatação. Ele tem sido associado a uma diminuição da pressão arterial em pacientes com aumento da pressão sistólica. Muitas pesquisas mostraram que este alimento tem usos cardioprotetores benéficos, além de seus efeitos hipotensores.

Muitas vezes a pressão alta é o resultado de escolhas de estilo de vida pouco saudáveis, e simplesmente ao mudar a sua alimentação e quantidade de exercícios físicos, sua pressão arterial pode ser reduzida.

Além de todo interesse e pesquisa científica, há um crescente interesse em usar remédios naturais para tratar a hipertensão, e embora pesquisas científicas tenham começado a expor os efeitos do gengibre na pressão sanguínea, ainda há muita coisa desconhecida sobre o mecanismo de ação que permite que o gengibre realmente controle a hipertensão.


Portanto, mesmo ainda não se sabendo muito sobre os efeitos, o que se sabe é que quem tem pressão alta pode tomar chá de gengibre, e inseri-lo em sua dieta saudável em combinação com outras ervas com propriedades hipotensoras pode melhorar a sua saúde cardiovascular.

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário