3.12.18

Gases intestinais: o que é, principais sintomas e como tratar



Gases intestinais: o que é, principais sintomas e como tratar

Os gases são involuntários, sendo produzidos naturalmente pelo organismo, e, na maioria das vezes, não cheira muito mal. No entanto, quando a pessoa come muito depressa, faz uso de antibióticos ou possui uma dieta rica em proteínas, principalmente com o consumo regular de carne de porco, há maior produção e maior concentração de gases, podendo cheirar muito mal.

Principais causas de gases

A formação de gases é muito influenciada pelos hábitos e estilo de vida da pessoa. Assim, as principais causas de gases intestinais são:

1. Engolir ar durante as refeições

Quando se come muito rápido, devido ao estresse ou a ansiedade, por exemplo, pode haver a entrada de ar no organismo, o que provoca a formação de gases, sendo chamada esta condição de meteorismo intestinal. Além disso, engolir ar durante as refeições deixa a barriga inchada e promova arrotos. Entenda mais sobre o meteorismo intestinal.

2. Comer alimentos de difícil digestão

Alguns alimentos, principalmente carboidratos, proteínas e gorduras, possuem digestão um pouco mais lenta e aumentam a fermentação no intestino, havendo a formação de gases. Os principais alimentos responsáveis pelo excesso de gases intestinais são:

Repolho, brócolis, couve-flor, milho, leite;
Grão de bico, ervilhas, lentilha, batata;
Feijão, batata doce, iogurte, ovos, farelo de trigo;
Bebidas com gás, cerveja preta, cebola, aspargos.

A combinação de alimentos ricos em fibras com alimentos que possuem muita gordura também favorecem a formação de gases, por isso deve-se evitar comer um pão integral com queijo cheddar, por exemplo.

Contudo, um alimento que pode causar gases num indivíduo pode não causar em outro, e portanto, se notar o aparecimento de gases tente saber qual foi o alimento que o causou e evite-o. Saiba como a dieta pode diminuir a produção de gases.

3. Tomar antiácidos ou antibióticos

O uso de antiácidos e de antibióticos podem alterar a flora intestinal e, assim, o processo de fermentação dos microrganismos. Dessa forma, ocorre uma maior produção de gases intestinais.

4. Não praticar atividades físicas

A falta de atividades físicas faz com que o processo de digestão se torne mais lento, aumentando a fermentação dos alimentos. Além disso, pessoas sedentárias tendem a ter prisão de ventre, o que também favorece a formação de gases intestinais devido à permanência das fezes no intestino por mais tempo. Saiba quais são as consequências do sedentarismo.

5. Bebidas com gás

Elas facilitam a deglutição de mais ar e, por isso, eliminar as bebidas com gás pode melhorar bastante a necessidade de arrotar e de eliminar gases.

6. Prisão de ventre

Como as fezes permanecem mais tempo no intestino elas aumentam a fermentação e dificultam a saída dos gases, por isso, recomenda-se acabar com a prisão de ventre fazendo alterações na alimentação.



Principais sintomas

Os principais sintomas de gases intestinais são:

Distensão abdominal, barriga inchada ou estufada;
Mal estar geral;
Dor abdominal em forma de pontadas;
Flatulência.
Se estes sintomas estiverem causando grande incômodo, o que se pode fazer é tomar um chá para gases ou tomar um remédio para gases que se compra na farmácia, mesmo sem receita médica. Veja como pode ser feito o tratamento para gases.

Remédio para gases intestinais

Algumas boas opções de remédios para gases intestinais são:

Dimeticona (Luftal);
Carvão ativado;
Chá de funcho com erva cidreira;
Chá de anis estrelado com canela em pau.

Além disso, um ótimo remédio natural para acabar com os gases intestinais é praticar algum exercício de forma regular, como andar de bicicleta ou caminhar por 30 a 40 minutos diariamente. Saiba como preparar os remédios caseiros para os gases.

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário