4.12.18

A Carne de Músculo é Saudável? Engorda?

Imagem divulgação internet

A Carne de Músculo é Saudável? Engorda?

Um músculo geralmente é revestido por uma espessa camada de tecido conectivo, o epimísio – e é dividido em feixes de fibras por uma rede de tecido conectivo, o perimísio. As fibras musculares individuais são delimitadas por uma membrana plasmática cercada por uma fina rede de tecido conjuntivo, o endomísio. Esta consiste de uma membrana basal envolvida por uma camada reticular, na qual há uma malha de fibras finas de colágeno.

No caso do corte de carne conhecido como “músculo”, já que todas as carnes anatomicamente são músculos, trata-se tanto da parte dianteira como traseira da coxa do animal. É uma peça com cerca de 30 centímetros de comprimento, quase que perfeitamente cilíndrica, porém, é muito mais provável que você a encontre cortada transversalmente em várias peças.

Há um osso longo preenchido com uma medula que percorre todo o comprimento da haste, e normalmente as pessoas preferem a haste traseira em vez da dianteira, pois ela é um pouco mais longa e uniforme.

Em relação aos cortes de carne relacionados ao músculo bovino, existem três opções:

Músculo de primeira: 

Peça proveniente do quarto traseiro, sem gordura ou nervos. Também conhecido como músculo mole, normalmente é usado para carne moída, picada, papinha, para assar, carnes de panela ou preparar goulash.

Músculo do dianteiro: 

A parte superior das pernas da frente do gado. É popularmente conhecido como mão e braço de vaca, e deve ser preparado cozido por calor úmido. 

No mercado, irá encontrar cortado em tiras, bifes ou moído. Trata-se de uma carne muito saborosa que é indicada para o preparo de sopas, molhos, ensopados, carnes de panela e refogados.

Músculo traseiro (Garrão): 

Músculo da perna, canela, músculo duro ou músculo de segunda. São as partes inferiores das pernas bovinas. No centro, possui um osso com tutano que ao ser cozinhado lentamente com a carne, oferece muito sabor e ainda mais propriedades nutricionais para o prato. Esse corte é muito utilizado em cozidos e sopas devido ao caldo gelatinoso e saboroso que proporciona.

Benefícios da carne de músculo bovina

A carne de músculo é saudável pois oferece vários benefícios para a saúde. Esta carne é cheia de tecido conjuntivo, que tem como principais componentes dois principais compostos proteicos, o colágeno e a elastinas.

O colágeno é o principal componente do tecido conjuntivo, é como se fosse a “cola” que mantém tudo unido; já a elastina, como o próprio nome sugere, tem a capacidade de esticar e voltar tudo à forma anterior. Ambos fazem parte dos ligamentos das peles.

O colágeno se tornou uma substância muito procurada pelas pessoas, já que faz parte da formação não só dos tecidos como dos cabelos e das unhas, sendo importante para manter a firmeza e elasticidade da pele e evitar que tendões e ligamentos enfraqueçam.

Esse é outro motivo pelo qual a carne de músculo é saudável. Ela é uma carne magra, faz bem, pois libera uma boa quantidade de colágeno possibilitando a ingestão desta proteínas.

O músculo bovino é rico em vitamina B12, zinco, colina, ferro e proteínas, composto vital e muito importante para a fisiologia. O músculo contém uma composição de aminoácidos muito alta em triptofano e metionina e baixa em glicina.

Em média, uma porção de 170 gramas de músculo possui cerca de 10.8 gramas de gordura, 0 carboidrato e 57.3 gramas de proteínas. Além de 6.6 gramas de ferro, 17.8 de zinco, B 12, cálcio, vitamina A, B6, magnésio, fósforo, água e muitos outros nutrientes.

Carne de músculo engorda?

A carne de músculo é uma carne magra, ou seja, não é composta por muita gordura. Por todos os benefícios apresentados anteriormente, a carne de músculo é saudável, além de conter pouquíssimo carboidrato. Ela é ideal para dietas, principalmente quando preparada em caldos ou cozidos, evitando usar óleo, manteiga ou qualquer outra coisa que agregue calorias.

Para quem está cuidado da forma e da aparência, essa carne bovina também é uma grande aliada por conter bastante colágeno e elastina, que são ideais para evitar rugas, unhas quebradiças, perda de cabelo, celulites, etc.

Por se tratar de uma carne magra e mais dura, já que os músculos das pernas são usados constantemente para movimentação do animal, ela exige um método de cozimento mais longo (demorado) e úmido para quebrar a resistência e ficar ainda mais saborosa. Isso faz com que o colágeno se decomponha e se transforme em gelatina. Para que isso aconteça, pode ser necessário várias horas de cozimento, mas o resultado – ao ingerir essa gelatina, que muitas vezes é confundida com gordura – é ótimo para a sua saúde e aparência, e até mesmo para o sabor da receita.

Como cozinhar carne de músculo

A carnes de músculo são perfeitas para praticamente todos os tipos de ensopados de carne ou receitas de sopas. Ela também pode ser feita assada.

A maioria das receitas segue um formato um pouco semelhante: sele a carne, doure com alguns temperos como alho, cebola, etc., adicione um pouco de líquido, que pode ser algum caldo ou vinho, e deixe ferver ou cozinhe lentamente por algumas horas. No final, adicione alguns legumes e está pronto para servir.

A carne de músculo é saudável, faz bem para as pessoas devido a todos os benefícios apresentados; por ser ainda uma carne magra, você pode incluí-la em sua dieta sem se preocupar em ganhar alguns quilinhos a mais.

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário