27.11.18

Uma guerreira chamada Paty: Na luta contra o cancro


Há três anos, início do verão, o mundo desabou em cima de Patrícia Nunes. 

Tudo parecia estar bem e, num ápice, é-lhe detetada uma doença cancerígena. Cancro da mama. 

“Fiquei com a vida do avesso”, conta-nos num depoimento impressionante de serenidade, força interior, resiliência. 

Emoções, sentimentos, estados de espírito.



Esta profissional de Educação Física, 37 anos, encontrou no desporto um forte aliado para combater o problema. 

E no futsal. Joga desde criança. Tratam-na por Guerreira. Com propriedade.

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário