1.10.18

Corintiana é demitida após hostilizar torcedora do Palmeiras no metrô


Empresa recebeu denúncias da funcionária, torcedora do Corinthians, após confusão.

Após imagens de uma palmeirense sendo agredida no metrô por corintianos viralizar nas redes sociais e do próprio Corinthians repudiar a ação, um novo capítulo ocorreu nesta sexta-feira. 

A torcedora corintiana que aparece em diversas imagens hostilizando a rival foi demitida da empresa em que trabalhava.

Em comunicado oficial, a Dasa, empresa de medicina diagnóstica, afirmou que recebeu denúncias, apurou as informações e tomou as medidas necessárias em relação ao envolvimento da funcionária na confusão com a torcedora do Palmeiras no metrô.

"Diante deste cenário, comunicamos nosso repúdio a qualquer tipo de manifestação violenta ou agressiva, bem como à incitação ao ódio, independentemente da motivação: esportiva, partidária, religiosa, de etnia, gêneros etc. Lamentamos a atitude da profissional, que não faz mais parte do quadro de funcionários da empresa", diz parte do comunicado.

Ainda nesta sexta-feira, a torcedora do Corinthians, que não teve seu nome divulgado, afirmou em entrevista ao portal UOL Esporte que seu perfil na rede social foi divulgado em grupos de torcedores e desde então vem sofrendo ameaças.

Os vídeos começaram a circular na web um dia após o Corinthians vencer o Flamengo por 2 a 1 e garantir vaga na decisão da Copa do Brasil.

Confira o comunicado da Dasa:

A Dasa recebeu, no final da tarde de ontem, 27 de setembro, uma série de denúncias sobre o envolvimento de uma funcionária em uma situação absolutamente desalinhada com os valores da empresa. Diante deste cenário, comunicamos nosso repúdio a qualquer tipo de manifestação violenta ou agressiva, bem como à incitação ao ódio, independentemente da motivação: esportiva, partidária, religiosa, de etnia, gêneros etc.

O Comitê de Conduta da Dasa, que recebeu as denúncias por meio de nosso canal oficial (https://canalconfidencial.com.br/dasa), apurou as informações e tomou as medidas necessárias. 

Lamentamos a atitude da profissional, que não faz mais parte do quadro de funcionários da empresa.

No processo de análise das publicações sobre o tema, nos deparamos, também, com manifestações de indignação por vezes com tom de ameaça à profissional. 

Aproveitamos a oportunidade para demonstrar nossa preocupação com estes comentários, que não contribuem para a manutenção do ambiente de debate humano e saudável. 

A Dasa preza, acima de tudo, pelo respeito à vida e às pessoas.




A torcida e o clube lança uma campanha com tag #RespeitaAsMinas, mas isso só serve para eles? 

Caso alguém estiver com camisa de outro time que você tem discordância, pode xingar e também pode empurrar? 

Respeita as mina de verdade, antes de fazer campanha.

Agradecimentos: #Fera

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja também: