26.10.18

Brinquedos Kinder Ovo

Imagem divulgação: Encontrada na internet

Saudações Amados:

Não importa a sua idade: em algum momento, você se pegou ansioso para abrir seu Kinder Ovo e descobrir o brinquedo que havia dentro. As surpresas podem ir de giz de cera a pequenas coleções de edição limitada e pintadas à mão. O chocolate sempre trabalhou com a lógica da expectativa, criando uma legião de colecionadores que consomem diariamente mais de 5 milhões de ovinhos em todo o mundo.

Mesmo quem não gosta de chocolate já comprou um Kinder Ovo. Tudo pela chance de ganhar a tão ambicionada surpresa anunciada nos comerciais de TV: um brinquedo do Asterix, Star Wars, Smurfs ou Simpsons, ou qualquer miniatura que obriga a uma montagem simples de pequenas peças. Esses brinquedos se tornaram itens de colecionadores de todas as idades e lugares do mundo. Sites e blogs são lotados de aficionados que querem algum item de edição limitada – tanto pelo tema quanto pelo país em que esta é lançada.

Em 1967 durante um período de crise, o herdeiro da empresa Ferrero resolveu criar no mercado uma linha de chocolate voltada ao mercado infantil chamada Kinder – "criança", em alemão. O chocolate foi lançado pela subsidiária alemã e logo fez sucesso entre os italianos. Mas era ainda uma barrinha com recheio de leite.



Vídeo Arquivo do Alê: Mylena e Brenda

Em 1974, a empresa pensou lançar um produto que estivesse ligado ao ovo de Páscoa e literalmente mantivesse a magia da data todos os dias do ano. E assim o Kinder se transformou em ovo. O diferencial foi a inserção de uma surpresa embalada em uma cápsula amarela dentro do chocolate. A ideia básica era realizar três desejos de uma só vez: chocolate, brinquedo e surpresa. Assim, o Kinder Ovo – ou Kinder Surprise, em alguns países – se espalhou pelo mundo.

Mas ovos surpresas não são uma novidade do nosso tempo. Símbolo da fecundidade, presentear com ovos sempre foi uma pratica comum na Páscoa. Durante o século XVIII eles se tornaram de chocolate, mas entre os anos de 1885 a 1917 uma outra série de ovos seduzia as pessoas. Os ovos Fabergé, criados por Peter Carl Fabergé para a família imperial russa, eram verdadeiras obras de arte, confeccionados em metais nobres, esmalte e pedras preciosas. Hoje, são disputados por colecionadores de todo o mundo, que pagam milhões por essas peças de número limitadíssimo.

A ideia surgiu quando o czar Alexandre III encomendou uma joia para presentear a esposa, Maria Fyodorovna, na Páscoa. O presente era apenas um ovo de ouro, mas quando aberto apresentava uma galinha de ouro que guardava uma réplica do diamante da coroa imperial russa e um pingente de rubi. Encantada, a czarina todo ano encomendava um ovo com presente para dar a seu marido.

Quanto ao menos luxuoso Kinder Ovo, já lançou mais de 15.000 surpresas diferentes pelo mundo Os brinquedos são elaborados por designers; muitas vezes, freelancers famosos são contratados para projetos especiais e as peças são produzidas por diversas empresas, o que permite ter brinquedos diferenciados. Existem edições especiais temáticas de acordos com certos feriados mundiais. Na Itália, por exemplo, durante o Natal e Páscoa são lançadas surpresas temáticas altamente colecionáveis e populares no país.

Logo em 1975, as figuras de metal passaram a ser um dos brinquedos – por sinal, um dos mais decepcionantes para muitos colecionadores que passavam minutos verificando o peso do ovo, com o objetivo de não ganhar algum soldado romano de metal. Por outro lado, em 1980 foi lançada uma das surpresas mais colecionáveis e sonho de consumo de várias pessoas, os Smurfs. Lançada na Alemanha, essa foi a primeira linha pintada à mão. Hoje, ela é vendida em sites de leilão globais.

Hoje os Kinder Ovo são objetos de culto, valendo muito dinheiro, trocados avidamente pela internet e levando a algumas histórias engraçadas e até duvidosas. O desejo pelo Kinder Ovo o transformou em artigo de contrabando nos EUA, onde a venda do produto é ilegal devido a uma lei que não permite a comercialização de brinquedos juntamente com alimentos.

Outras histórias incluem o dono de uma loja que permite que seu amigo passe todos os Kinder Ovo por uma máquina de Raio-X para encontrar o melhor brinquedo ou comprar o sétimo ovo da embalagem, pois é onde ficam as grandes surpresas. Ou, ainda, a técnica de sacudir o chocolate para não comprar uma das surpresas montáveis que nenhum colecionador sério deseja entre seus itens.

Na Alemanha, calcula-se que existam mais de 300 mil colecionadores a frequentar feiras especializadas e sites de internet. Os brinquedos produzidos lá são considerados os melhores pelos fãs do Kinder Ovo, pois possuem maior qualidade e variedade.

Alguns colecionadores chegam a pagar verdadeiras fortunas - algumas peças já chegaram ao valor de U$ 2.400. Outros possuem coleções com mais de dois mil brinquedos. Muitos sites também oferecem software para catalogação e para ajudar a diferenciar um brinquedo verdadeiro de uma falsificação – coisas rotineiras em um mercado que movimenta pequenas fortunas diariamente. Buscando incentivar e assegurar o colecionismo, a própria empresa autentica os brinquedos através de um código alfanumérico. O objetivo é indicar a procedência, o ano de fabricação e a quantidade para os milhares de ávidos colecionadores. Ovos, chocolates, surpresas e colecionar nunca foram novidades, mas com o Kinder Ovo tudo isso ficou mais gostoso e divertido.

Por CAROLINA CARMINI in Obvious

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja também: