16.9.18

Cumpra sua Palavra - Você cumpre o que promete?


Mesmo que aparenta prejuizo você nunca terá prejuizo cumprindo sua palavra.


Se você prometeu algo, mantenha a sua palavra. Além de ser importante pro seu caráter, é importante pra alguém que acredita em você.


O que é credibilidade? 


É quando se diz e faz; prometeu, cumpriu. 

Palavra é compromisso; jamais, em tempo algum, prometa algo que você já tenha certeza que não vai cumprir. 

Quando você promete sabendo que não vai cumprir, sua força interna recebe os reflexos da dúvida, da incerteza, da insegurança.

Esse movimento interno de não cumprir o que prometeu exerce uma pressão desnecessária dentro de você, no seu ponto de equilíbrio.

Se você prometeu, já sabendo que não irá cumprir, esse gesto forma um clima que vai trabalhar contrário à sua força interna. Muito mais grave ainda, prometeu-se para enganar, ou levar vantagens pessoais; enfim, por má-fé.

Credibilidade é você dizer modestamente o pouco que você pode fazer em qualquer circunstância, e, esse pouco cumprir. Se você não sabe se vai cumprir, não prometa, não garanta o compromisso. Tenha coragem de dizer: “Preciso de tempo para refletir, resolver pendências; ou ainda não posso fazer”.

Se você não vai cumprir dentro do prazo combinado, avise antes e rápido. Não tenha vergonha de admitir: “Não dá, não posso, não vou conseguir”. É engano imaginar que a nossa credibilidade cai quando se fala, antes do prazo combinado, que não vai dar. Afinal, imprevistos são imprevistos.

O que não pode acontecer é você dizer: “Fulano, me desculpe por não ter cumprido nosso compromisso de ontem, você me perdoa?” Agindo assim, é que sua credibilidade vai para o espaço.

(texto do livro “Cinco regras para vencer seus limites”)

Paulo Zabeu



Não tem nada pior do que alguém que promete e não cumpre, não é mesmo? 


Vocês fazem ideia de como se diz mantenha a sua palavra ou cumpra com a sua palavra em inglês?

Uma das formas de dizer mantenha a sua palavra ou cumpra com a sua palavra é keep (your) promise. Vamos ver alguns exemplos abaixo:

I think you should keep your promise. 

Eu acho que você deveria manter a sua palavra.

It’s very irresponsible of you not to keep your promise. 

É muito irresponsável da sua parte não cumprir com a sua palavra.



Cumpra sua Palavra a teus filhos:

Embora o desapontamento irá inevitavelmente ocorrer, é possível para as crianças aceitá-lo sem culpa ou raiva, mantendo uma visão otimista, visando ao sucesso, que os ajudará muito a atingirem suas metas na vida, tanto no futuro próximo como no distante. Mas primeiro nossos filhos devem aprender a confiar em nós como pais, e virem a acreditar que manter nossa palavra é uma preocupação vital para nós.

Ao fazer isso, podemos criar nos nossos filhos uma expectativa que aquilo que prometemos, iremos cumprir.

As experiências individuais para uma criança são como o contínuo pingar de água sobre uma pedra. Com o tempo, as gotas individuais criam um sulco, que a água terminará por encher. É possível mudar o curso da água, mas somente com esforço. Ocorre o mesmo com os padrões ou "sulcos" do comportamento. É possível mudá-los, mas muito mais fácil criar os sulcos desejadas. Na vida das crianças, estas gotas consistem de momentos pequenos, individuais, momentos que para nós podem parecer inconseqüentes, mas, no decorrer do tempo, se tornam as expectativas de uma criança.

Falhas de caráter são fáceis para uma criança cair dentro, e difíceis para elas subirem de volta. Se padronizarmos nossos filhos para a realização, será preciso que elas se esforcem para mudar o curso rumo ao desapontamento. Se padronizarmos nossos filhos para o desapontamento, culpa e ira surgirão rapidamente à menor provocação, como um trem à toda velocidade descendo montanha abaixo nos trilhos sem ninguém nos controles.

Em vez de criar um "sulco" de caráter de esperar o desapontamento, queremos criar um que espere a realização. A cada vez que cumprimos nossa palavra, a cada vez que fazemos aquilo que prometemos, estamos construindo para o futuro.

É decepcionante quando apostamos nossas fichas em alguém e essa pessoa não cumpre com suas palavras e promessas. Por isso, honre sempre aquilo que você diz.

Aqui vai mais um grande conselho: tenha muito cuidado com o que você promete, o outro acredita na sua promessa e espera que você a cumpra.

Jesus dizia: “que o seu sim seja sim, e que o seu não seja não”.  

Se você assumiu uma responsabilidade, vá até o final. Mantenha sua palavra, porque ela é preciosa.

Cada vez que sua palavra é honrada por seus gestos, ela se torna mais forte. 

Quando você dignifica sua relação com os outros, dignifica também sua relação com você.

Os que prometem – e não cumprem – vivem criando problemas  para si mesmos. Perdem o respeito próprio, têm vergonha de seus  atos. 

A vida destas pessoas consiste em fugir; elas gastam muito  mais energia  desonrando  a  palavra,  que os  honestos   gastam  para manter seus compromissos.

Se você assumiu uma responsabilidade boba, que resultará em prejuízo de entusiasmo, tempo e dinheiro, não torne a repetir esta atitude.

Mas, desta vez, honre sua palavra.

Assim sendo Amados, tenha muito cuidado com o que promete seja a quem for, seja na família, no relacionamento, na vida profissional, e lembre-se:


Mesmo que aparenta prejuizo você nunca terá prejuizo cumprindo sua palavra.


Um forte abraço.

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja também: