30.9.18

Coloque Música em sua vida


Saudações Amados:

Quando a música começa a tocar, é difícil ficar indiferente. Tem gente que dança, tem gente que torce o nariz, e tem gente que canta junto. Só não tem quem não esboce alguma reação – ainda que negativa.

Isso acontece porque a música não é só mais um barulho dentro dos ouvidos. “Ela traz uma sensação de harmonia para o nosso organismo. Ou, em outros casos, de canções menos melodiosas, traz uma sensação de novidade, um desafio à interpretação”, afirma o psiquiatra Maurício Viotti, que ensina musicoterapia na Faculdade de Medicina da UFMG.

Do ponto de vista neurológico, uma pesquisa feita pelo pesquisador Daniel Abrams, da Faculdade de Medicina da Universidade de Stanford, nos EUA, mostrou que a música, independentemente do ritmo, percorre o mesmo caminho dentro do cérebro. Ela ativa áreas relacionadas ao movimento, planejamento, à atenção e à memória. Isso significa que a música é cheia de significados para o cérebro. 

Esses significados têm efeitos bem concretos no organismo.

Antes e após uma cirurgia

Para tirar o medo de uma cirurgia, tocar um som é uma boa pedida. Uma pesquisa do cardiologista Hans-Joachim Trappe descobriu que música antes e depois de uma operação é mais eficiente no alívio do estresse e da ansiedade do que medicamentos dados para os pacientes relaxarem no pré e pós operatório.


Música suave



Um jantar à luz de velas com uma música suave não é só romântico – também é light! Uma pesquisa realizada na Universidade Georgia Tech, nos EUA, revelou que baixar as luzes do ambiente e colocar um som mais lento enquanto as pessoas comem fazem com que elas tenham uma tendência a consumir menos calorias e aproveitar mais a refeição.


Música & Stress



Ao mesmo tempo que a música aumenta os níveis de dopamina, também diminui os níveis de cortisol, o hormônio do estresse, no organismo. 

Como o estresse está ligado à causa de muitas doenças, podemos dizer que uma musiquinha dá uma força para prevenir doenças e melhora sua saúde.


Letras de Músicas



Muitos pacientes que sofrem AVCs ficam com sequelas. Mas elas podem ser muito diminuídas com a ajuda da música. 

Na Universidade de Helsinki, na Finlândia, uma pesquisa comprovou que pacientes vítimas de derrame que ouviam a canções com letras por duas horas por dia melhoraram significativamente suas funções cognitivas.


Música aumenta inteligência verbal?



A música aumenta sua inteligência verbal. 

Uma pesquisa feita por Sylvain Moreno na Universidade de York mostrou que, com apenas um mês de aulas trabalhando ritmo, compasso, melodia e voz, 90% das crianças participantes, com idades de 4 a 6 anos, tiveram um melhora considerável em sua inteligência verbal e ganharam uma facilidade maior para entender as palavras e explicar seu significado.


Sempre seremos Jovens com a Música



O cérebro é um dos órgãos que mais sofre com o processo de envelhecimento. 

Para ele envelhecer com saúde, doses regulares de música podem ajudar. Estudo feito na Universidade do Kansas, nos EUA, concluiu que quem tinha dez ou mais anos de estudos se saiu melhor em testes cognitivos do que os demais. 

A atividade pode compensar as perdas na memória que acontecem naturalmente com o envelhecimento.


A Música te Motiva



Que atire a primeira pedra quem nunca sentiu vontade de sair correndo e subir umas escadas quando ouviu o tema dos filmes do lutador Rocky Balboa. Faz sentido: o pesquisador Marcelo Bigliassi descobriu que corredores que fizeram provas ouvindo músicas motivacionais completaram os 800 primeiros metros da corrida mais rápido que quem se exercitou sem ouvir nada. 

Conclusão: vale a pena fazer aquela playlist com base em Beyoncé, Katy Perry e Mika se quiser melhorar nos treinos.



O passado te espera

Na opinião do famoso neurologista Oliver Sacks, o passado está encrustado na música. Pessoas com doenças como Alzheimer ou outros tipos de demência conseguem acessar fatos esquecidos de seu passado por meio de canções de que gostam muito. 

A diretora de geriatria da Universidade da Califórnia concorda. Para ela, como a música afeta muitas áreas do cérebro, estimula redes neurais que ainda podem estar saudáveis, trazendo as memórias à tona.


Vitrola e Disco de Vinil:


Amados sou apaixonado por música, por boas músicas é claro porém, sou bem nostalgico a nostalgia faz meu coração bater mais forte agreguei neste artigo imagem e uma pequena playlist contendo alguns de meus disco de vinil e meus dois toca-discos, uma replica vintage de vitrola e um som 3 em 1 CCE Vintage dos anos 70, fabricação de 1976 ano que nasci, assim como meu querido e amado fusca (Ziquinha Fusca) também fabricado no que nasci.

Pretendo aos poucos ir atualizando com vídeos melhores essa Playlist com mais vídeos dos meus discos de vinil se o Youtube não bloquear.

Leia: Você compra ou vende disco de Vinil?

Deixo o convite para seguir o canal oficial no Youtube do SHD onde nosso forte são as Playlists especiais para os visitantes do Blog da uma conferida e se inscreva clicando aqui.

Muito obrigado por sua visita e participação no blog!

Caso queira deixe um comentário será um prazer te responder.

Um forte abraço.

Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!



2 comentários:

  1. Vinil eita saudade tempo bom que não volta mais amigo !!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! temos que marcar um dia para colocar uns bolachões. Um forte abraço.

      Excluir

Veja também: