18.9.18

18 de Setembro Dia dos Símbolos Nacionais - Conheça os Símbolos Nacionais


Os Símbolos Nacionais, implementados pela Lei n° 5.700 de 1º de setembro de 1971, representam a união nacional do nosso país. São eles:


Bandeira Nacional

Armas Nacionais

Selo Nacional

Hino Nacional


Incluídos na Constituição, eles possuem um grande valor histórico e identificam a nação brasileira. Juntos, eles assinalam o sentimento de união da nação bem como a soberania do país.

Lembre-se que todos os países do mundo possuem símbolos nacionais. Eles são usados em eventos (cerimônias, eventos esportivos, etc.) e documentos oficiais.


O Dia dos Símbolos Nacionais é comemorado dia 18 de setembro.


Símbolos Nacionais e Seus Significados:

Confira abaixo os quatro símbolos nacionais e seus significados:


Bandeira Nacional



A bandeira nacional foi Instituída no dia 19 de novembro de 1889. Ela é composta de um retângulo verde, um losango amarelo sobreposto e um círculo azul com estrelas brancas, do qual está atravessada uma faixa branca com o lema nacional positivista: “Ordem e Progresso”.

Cada cor utilizada na bandeira faz referência as riquezas do nosso país: verde das matas e florestas, amarelo do ouro, azul do céu.

As estrelas simbolizam as 27 unidades federativas do país (26 estados e o Distrito Federal).

A disposição delas representa a constelação Cruzeiro do Sul no dia 15 de novembro de 1889, no Rio de Janeiro, quando foi Proclamada a República do país.

Todas as semanas, nas escolas públicas a particulares, a bandeira nacional deve ser hasteada, lei que entrou em vigor a partir de 2009. Lembre-se que o Dia da Bandeira Nacional é comemorado dia 19 de novembro.


Armas Nacionais




As Armas Nacionais ou o Brasão da República foi riado pelo engenheiro Artur Zauer no governo do Marechal Deodoro da Fonseca. É uma figura usada nos prédios públicos.

Seu uso é obrigatório pelas Forças Armadas e os três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário.

O Brasão é representado por um escudo redondo azul celeste, o qual está apoiado numa estrela de cinco pontas. No centro, tem a constelação Cruzeiro do Sul que está sobre uma espada.

Em cima da espada está escrito “República Federativa do Brasil”, do lado esquerdo “15 de novembro”, e “de 1889”, à direita.

Ao redor, está uma coroa formada de um ramo de café á direita e outro de fumo florido à esquerda.

Selo Nacional




Criado no governo de Marechal Deodoro da Fonseca o selo nacional é usado em documentos oficias (cartas, diplomas, certificados, etc.) com o intuito de autenticar atos do governo.

Ele é representado por uma esfera com as estrelas da bandeira que indicam as 27 unidades federativas do país.

Possui a inscrição "República Federativa do Brasil" e no meio uma faixa branca com o lema nacional: "Ordem e Progresso".



Hino Nacional

Para comemorar a Independência do Brasil (1822) o hino nacional brasileiro foi composto por Joaquim Osório Duque Estrada (1870-1927) e Francisco Manuel da Silva (1795-1865).

Ele é cantado em uníssono nas aberturas de eventos cívicos, patrióticos, culturais, esportivos, escolares e religiosos.

Assim, além de hastearem a bandeira, o hino nacional deve ser cantado pelo menos uma vez por semana nas escolas públicas e particulares de todo país.

O dia do hino nacional é comemorado em 13 de abril. 



Sucesso, Saúde, Proteção e Paz!



2 comentários:

  1. Ótima matéria esta de Parabéns amigo !!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa meu amigo muito obrigado por sua visita e participação abraços.

      Excluir

Veja também: