Eleições 2018: Debate Rede Tv - Seja Hoje Diferente
| Home | Quem Faz ? | Entretenimento para Família | Pedido de Oração | Escreva seu Artigo no SHD | SHD Kids | Política e Privacidade | Contato |

17.8.18

Eleições 2018: Debate Rede Tv



A promessa de criar milhões e milhões de empregos foi a que mais se ouviu no segundo debate entre os candidatos à presidência da República nesta sexta-feira. "Estamos com 27 milhões de pessoas sem emprego e é preciso recuperar a economia rapidamente", disse o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), em referência aos desempregados e subempregados no país, logo em sua primeira intervenção no evento da RedeTV!, cuja dinâmica favoreceu a interação entre os pleiteantes ao Palácio do Planalto. 

Mais uma vez, a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde abril em Curitiba, sofreu com as circunstâncias de sua situação: nem sequer um púlpito vazio que evidenciaria sua ausência foi permitido por seus concorrentes — segundo a emissora, os debatedores deliberaram contra o espaço, com exceção de Guilherme Boulos (PSOL).

No encontro que registrou elevação na audiência de 0,9 ponto no Ibope nessa faixa horária para 3,9 em São Paulo, os candidatos circularam pelo estúdio e se olharam frente a frente para trocar questionamentos, ao contrário do que ocorreu no debate da Band



O maior enfrentamento nesses moldes ocorreu entre Marina Silva (Rede) e Jair Bolsonaro (PSL), quando o deputado questionou a ex-ministra sobre se ela é favorável ao porte de armas. Depois de responder que não, Marina criticou a postura agressiva do concorrente. "Você acha que pode resolver tudo no grito, na violência. 

Nós somos mães, educamos nossos filhos a ser cidadãos de bem e você ensina para nossos jovens a violência. Outro dia, você ensinou uma criancinha a segurar uma arma com a mãozinha”, disse. “Você sabe o que a Bíblia diz? A Bíblia diz para ensinar a criança no caminho do bem e nesse caminho ela irá andar pelo resto da vida", comentou, para ouvir aplausos da plateia na sequência.

Para além do embate Marina-Bolsonaro, o ex-governador Ciro Gomes (PDT) buscou o confronto com Alckmin mais de uma vez, enquanto o tucano evitou Bolsonaro, ao contrário do que se previa — Alckmin disputa votos no mesmo eleitorado do líder das pesquisas de intenção de voto. 

Cabo Daciolo (Patriota) repetiu a estridência e os louvores religiosos que lhe haviam rendido destaque no debate da Band, mas não conseguiu repetir um desempenho tão marcante. O ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB) foi provocado novamente por Boulos, mas pouco se destacou, assim como o senador Alvaro Dias (Podemos-PR), que seguiu priorizando sua campanha contra a corrupção.

Postagem Relacionada no SHD:
Primeiro Debate Tv Band clique aqui


Artigos Recentes:




Publicidade:





GeraLinks - Agregador de links

Trends Tops Agregador de Links







0 comentários:

Todo nosso conteúdo é feito com carinho visando o nosso desenvolvimento e crescimento trazendo qualidade aos nossos visitantes e seguidores.


Frases | Mensagens | Autoconhecimento | Palavra | Amor | Espiritualidade | Família | Orações | Contra a Inveja | Siga este Blog | Criatividade | People |

| Vídeos para Refletir | Músicas Religiosas | Mensagem para Todos Nós |